busca | avançada
111 mil/dia
2,6 milhões/mês
Sexta-feira, 20/7/2007
Comentários
Leitores

desencanto com o jornalismo
Belo Texto. Recomendo a vc este link, que versa também sobre o desencanto com o jornalismo.

[Sobre "Retrato 3X4 de um velho jornalismo"]

por Mauricio Dias
20/7/2007 às
20h39

Russos e coreanos
Taís, tive a oportunidade de ver o premiado Lavatory Love Story, do Bronzit, e tenho que concordar que o público pode ter se deixado levar pelo história repleta de humor, mas a animação não fica atrás, com seus traços talvez já batidos, e que lembrem outros desenhos clássicos, mas de uma delicadeza sem igual. A animação consegue explorar todos os seus ângulos, restritos, mas ainda encantadores. E viva os russos, que cada vez mais percebo serem difíceis de decepcionar em qualquer arte, assim como os coreanos (que, logicamente, também estavam no Anima Mundi com uma bela animação).

[Sobre "Destaques do Anima Mundi"]

por Marília
20/7/2007 às
16h53

Poemas pelas praças homericas
Adorei o texto da Ana Elisa. Lindo, preciso, precioso, gostoso, estimulante. Gostei de saber das andanças de minha amiga Alice Ruiz, pelos prados mineiros... onde a poesia amanhece com o dia... Homero... quimeras em todas as capitais do nosso Brasil... como se os poemas invadissem as praças, os bares, os lares, as boates, boites... enfim... Invadissim!!!

[Sobre "Ler em voz alta"]

por ClovisRibeiro
20/7/2007 às
13h47

Muito legal!
Que deleite! Não sou propriamente um nerd, e sou homem, mas acho que nunca achei nada tão prazeroso na Internet quanto esse site! Parabéns às responsáveis!

[Sobre "Revista Mininas, edição 11"]

por Mateus
20/7/2007 às
11h36

há mérito no trabalho dos dois
Já li muitas comparações entre Haydn e Mozart. Parece ser verdade que Haydn foi mais original e criou um número maior de caminhos novos. Coube a Mozart melhorar o que Haydn havia feito. Ora, há mérito no trabalho dos dois. E a lógica diz que é mais fácil produzir um maior número de ítens no início de um processo. Refiná-los é tão difícil quanto... A economia de um país em desenvolvimento apresenta maior crescimento nominal do que a economia de um país já desenvolvido, não é mesmo?

[Sobre "Tokyo String Quartet, na Sala São Paulo"]

por Juca Azevedo
20/7/2007 às
11h05

Não li ainda, mas vou ler
Legal, Julio! Gostei! A poesia vem ganhando espaço no seu coração, não é? E faz muito bem. Não li ainda, mas vou ler. Mininas. Valeu a dica. Abraços. Dri

[Sobre "Revista Mininas, edição 11"]

por Adriana
20/7/2007 às
10h35

As crônicas de Chico e Caetano
Comprei, li e gostei. As crônicas de Chico e Caetano não deixam nada a desejar se comparadas às outras presentes no livro. É uma boa seleção. Mas, seguramente, o Pato Donald não estava lá.

[Sobre "As Cem Melhores Crônicas Brasileiras"]

por Adriana
20/7/2007 às
10h26

sobre a revista Mininas
Bom dia, Júlio: Que coisa boa poder comentar sobre o texto que você escreveu sobre a revista Mininas. Muito bom. E... falar sobre poesia começando o dia é uma benção. Abrç.

[Sobre "Revista Mininas, edição 11"]

por Anna
20/7/2007 às
09h27

Bem-feito
show de bola o site das mininas. Com exceção dos contos, difíceis de ler na resolução da minha tela, a conjugação entre poesia e imagem (e animação) explora bem o suporte digital. Acho que tudo se resume a isso, no fim das contas: fazer bem feito e deixar que o resto aconteça. E olhe que vou procurar a revista (em papel) pra ver se fica à altura...

[Sobre "Revista Mininas, edição 11"]

por paula mastroberti
20/7/2007 às
07h05

os autores da america latina
Eu acho que é um bom ponto de partida para conhecermos melhor os autores da america latina. Dos livros citados li apenas dois e para mim será bom, pois tenho agora novas referências para ler. Obrigado

[Sobre "Dez obras da literatura latino-americana"]

por Jose Tannus
19/7/2007 às
21h50

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
111 mil/dia
2,6 milhões/mês