busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Sexta-feira, 25/1/2008
Comentários
Leitores

Pulando o digital
Ótima iniciativa, dar este "pulo" por cima do digital, e ir pro físico... ou voltar no tempo e descobrir um mundo novo. Vamos nos acostumando com a tecnologia e ficamos acomodados em nossas cadeiras, esperando que o mundo venha até nós... Até vem, mas é mundo diferente do real. Não que seja melhor ou pior, apenas diferente! A iniciativa é excelente, pois permite descobrir outro caminho. Exercitar a nossa condição de seres humanos curiosos, que com essa curiosidade alcançou o espaço, a lua, e etc. Então, parabenizo a atitude. É como em vez de ir correr na esteira em frente a televisão, sair para correr pelo quarteirão, poder cumprimentar as pessoas, vizinhos, sentir a brisa no rosto, etc. valeu!!

[Sobre "Dicas bacanudas para 2008"]

por Walter Lacerda
25/1/2008 às
10h45

Internet salva o Editorial?
Sou estudante de letras e estou escrevendo meu primeiro livro. Lamento as tristes perspectivas em relação ao mercado editorial. Mas penso que, com o avanço da internet, esse mercado vai sofrer uma reformulação. Espero que seja benéfica para todos, em especial para aqueles que vivem da arte de escrever...

[Sobre "S.O.S. literatura no Brasil"]

por João Paulo B Pereira
25/1/2008 às
10h34

Ainda acredito no amor
Inacreditável como possa existir um homem com tamanha sensibilidade. É por isso que ainda continuo acreditando no amor, e que nem tudo é perdido. Estou passando por isso no momento, e é quase como a dor da morte, se não for maior... grande beijo!

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Aida
25/1/2008 às
08h58

Mentalidade classe média
Infelizmente a nossa mentalidade classe média força-nos a agir assim, como consumidores da "alta-cultura". E depois que as listas dos dez melhores se popularizaram, fica mais comum vermos pessoas loucas torrando grana com livros e mais livros que geralmente só ficam ganhando poeira em algum canto da estante da sala ou do escritório depois que a temporada primavera-verão ou outono-inverno passa. Gostei bastante do senso de humor do senhor Paulo Polzonoff, creio que deve ser complicado as pessoas te levarem a sério.

[Sobre "O mau legado de Paulo Francis"]

por Amábile
24/1/2008 às
22h32

Simplicidade tem o seu valor
Amigo, seu texto parece de um cara que teve uma banda com musicos extremamente virtuosos mais que não chegou a lugar nenhum. Com isso, não se conforma com o sucesso de uma banda simples como o White Stripes. Não acho essa banda sensacional, mas acho uma boa banda. Musica é algo totalmente intangível. Acho impossivel definir o que é uma boa musica. Acho que boa musica é aquela que você ouve e te agrada, independentemente de ter um, dois ou trinta acordes. Se é simples ou dificil, se é longa ou curta... Particularmente, acho o Stripes uma banda muito criativa, com boa melodia e riffs marcantes. O que sei que milhares de pessoas adoram White Stripes e acho muita pretenção sua achar que isso se deve exclusivamente aos criticos. Acho que você poderia dizer "eu não gosto de White Stripes", mas não deveria chamar o album deles, que tantaas pessoas gostam, de lixo. Pois no fim das contas,o que te faz pensar que seu gosto musical é melhor do que meu ou das milhares de pessoas que compraram o disco? Abç

[Sobre "White Stripes, Icky Thump e a unanimidade burra"]

por Eduardo Savanachi
24/1/2008 às
19h12

Paulo Ferraz, vale ler
Muito bem colocada a experiência fragmentada da realidade no poema de Paulo Ferraz, como o fez também nos seus outros livros, onde relata visões peculiares (que só um poeta pode perceber) do mudo visível e palpável em que estamos inseridos (no caso de Paulo a cidade de São Paulo e seus habitantes), com uma maestria invejável. Uma correção: os Versos de Paulo Ferraz não são versos livres, são uma redondilha maior (7 sílabas poéticas) com uma divisão peculiar.

[Sobre "Evidências do Nada: a poesia de Paulo Ferraz"]

por Danilo Zanirato
24/1/2008 às
10h10

Goela abaixo
"Boa parte da crítica do rock (isso existe?) quer nos enfiar goela abaixo que o novo disco do White Stripes, Icky Thump, é sensacional. Mas é um lixo." E você quer colocar goela abaixo que o cd é ruim. Nem vou comentar mais nada...

[Sobre "White Stripes, Icky Thump e a unanimidade burra"]

por Cayo
24/1/2008 à
01h28

Niemeyer, o próprio monumento
Gosto de ler tudo o que Daniel Piza escreve. Sem dúvida, ao citar Frampton e Berman, ele tem noção do riscado. De fato, muito se elogia e muito se critica Niemeyer. Escultural, monumental ou não, a verdade é que o arquiteto centenário contribuiu para a elevação da arquitetura brasileira a uma categoria internacional. As poucas referências que existem sobre o Brasil no ramo da arquitetura fazem menção a Niemeyer. Das duas uma: ou se incentivam novos talentos ou teremos que nos contentar com, pelo menos, um nome como Oscar Niemeyer.

[Sobre "Niemeyer e a unanimidade"]

por Lúcia do Vale
23/1/2008 às
20h31

Estou ficando fã
Lindo texto, Ana. Acho que tô virando sua fã. :*) Bezzos,

[Sobre "Máximas"]

por senhorita rosa
23/1/2008 às
18h00

Nada mais brasileiro
Então a crônica é a bela mulata que derivou do casamento da literatura com o jornalismo! Nada mais brasileiro... e brejeiro. Adorei a foto da crônica.

[Sobre "Crônica, um gênero brasileiro"]

por Marcia Rocha
23/1/2008 às
17h47

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês