busca | avançada
35344 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Quinta-feira, 4/8/2011
Comentários
Leitores

Tudo em um único aparelho?
Gian, belo (e oportuno) texto. Fico me perguntando se realmente as pessoas farão tudo em um único aparelho. Acho que teremos diversos tipos de aparelho que fazem tudo, mas faremos coisas diferentes neles. Por exemplo: se eu quiser assistir algo na TV com os amigos, vou preferir a TV ao celular ou ao computador, mesmo que a TV, o telefone e o computador possuam as mesmas funções. Me parece que cada objeto (ou meio, ou suporte) possui uma identidade própria, que vai além da sua capacidade de fazer isso ou aquilo, determinando nossa escolha pelo uso de um ou de outro.

[Sobre "A convergência das mídias"]

por Adriana Baggio
4/8/2011 às
15h20

A vontade de ler o livro
Carla, ao ler as suas palavras... A vontade de ler o livro começa a despertar. Sua narrativa nos faz querer conhecer mais sobre a história. Um abraço carinhoso

[Sobre "Aos cérebros novidadeiros"]

por Tatiana Moreira
3/8/2011 às
14h03

Nos cinemas nacionais
Interessante, verei quando lançar nos cinemas nacionais.

[Sobre "O melhor filme do ano?"]

por Júnior
31/7/2011 às
20h34

Inspirador e motivador
Como sempre, ótimo texto, inspirador e motivador. Eu acreditava que meus hábitos de leitura eram diversificados, mas agora vejo que tenho que diversificar ainda mais!

[Sobre "Criatividade é transbordamento"]

por Vitor Luiz Rubio
29/7/2011 às
16h44

Dupla derrota!
E quando, ainda assim, TEMOS que terminar o livro? Dupla derrota!

[Sobre "Derrotado"]

por Ivan
28/7/2011 às
23h28

Qual livro?
Fiquei curiosíssima para saber qual livro fez isso com você.

[Sobre "Derrotado"]

por Candice Lindner
28/7/2011 às
09h25

Está sendo escrita, aguarde...
Está sendo escrita, aguarde. Será mais densa. abraço, jardel

[Sobre "Gargólios, nova peça de Gerald Thomas"]

por jardel
26/7/2011 às
23h25

Cadê a parte II?
Cadê a parte II?

[Sobre "Gargólios, nova peça de Gerald Thomas"]

por lucio
26/7/2011 às
14h22

Mães até na ausência
Quanta homenagem e singelas palavras para nós, os filhos. Que mães que vocês são, todo o tempo, até na ausência. Adorei!.

[Sobre "Ninho vazio"]

por Cilas Medi
26/7/2011 às
13h05

O Brasil sou eu, é você
É verdade que há um certo Brasil que ainda precisamos entender, conhecer de verdade. Nosso país é feito de brancos, negros e gente de toda cor e feições. Mas muitos brasileiros se escondem em uma figura que eles veem do Brasil que não existe mais. O Brasil sou eu, é você. Há uma certa discussão recente sobre o assunto, mas este não é tratado da forma como deveria. Colocar negros como protagonistas não satisfaz a necessidade de revelar o que pensamos e de admitir que temos uma perspectiva errada com relação a cor de pessoas. Se "o negro não vende" é porque os mais escuros adimiram mais a outra raça do que a sua própria, ou porque aqueles que têm uma superioridade implícita em seus pensamentos fingem estar tranquilos quanto ao assunto, porque são todos iguais, e temem discuti-lo e ofenderem-se a si mesmos...

[Sobre "Aquarela de um Brasil sem cor"]

por Marcos Paulo
24/7/2011 às
23h37

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
35344 visitas/dia
1,6 milhão/mês