busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quarta-feira, 31/8/2011
Comentários
Leitores

Elis e Bethânia
Tudo demais de bom... ótimas indicações e considerações, com apenas uma ressalva de minha parte: A Elis não é a cantora que mais despertou paixões e arrebatou públicos, e sim a Bethânia, que nunca passou por altos e baixos, sempre me mantendo cada vez mais alta em sua carreira. A Elis cantava a sua vida dramática e perturbada, enquanto a Bethânia, alegre por natureza, usa da sua veia dramática para interpretar o que lhe cai nas mãos. Aí mora a grande diferença entre as duas. É isso. Parabéns pelo artigo.

[Sobre "Discos de MPB essenciais"]

por juanmarkus777
31/8/2011 à
00h19

Vários outros ótimos
Discos Clássicos mesmo, do Steve Wonder, um dos melhores em arranjo, do Miles... só tem a nata, Billi Cobhan, Herbie Hancock e até mesmo o John Mclaughlin, e da Mahavishnu... coisa basurda tecnicamente. Do Geoge Benson tb é um deles, mas existem vários outros ótimos

[Sobre "Conceitos musicais: blues, fusion, jazz, soul, R&B"]

por DJ Zonattão
30/8/2011 às
18h10

Fora do comum
Uau, uma lista bem interessante e original. Foram selecionadas seis pedras realmente surpreendentes, fora do comum nas listas costumeiras, parabéns.

[Sobre "6 pedras preciosas do rock"]

por Lima Júnior
29/8/2011 às
21h25

Preciso estudar...
Excelente texto, muito bom. Li demoradamente... preciso estudar... parabéns!!

[Sobre "Conceitos musicais: blues, fusion, jazz, soul, R&B"]

por jdealmeida
29/8/2011 às
21h01

Rock dos anos 90
Não sei quais eram tuas fontes, mas quase tudo do que eu mais gosto de rock é dos anos 90. São tantas bandas e tantos estilos [aliás, o hibridismo é uma das grandes marcas daquela década] que quase me perco. Vejo uma ideia generalizada de que os 90 foram quase uma Idade das Trevas do rock. Eu, particularmente, discordo com veemência. De qualquer modo, gostei do post. Smashing Pumpkins é sem dúvida uma das pérolas do período. Abraço.

[Sobre "Anos 90, lado B"]

por Sandro Brincher
29/8/2011 às
14h42

A cara das mulheres
impressionante como, quase somente, mulheres defendem escola...talvez por isso cada vez mais o mundo tem a cara delas.. é muita responsabilidade.

[Sobre "Chega de Escola"]

por valmir marques
28/8/2011 às
22h49

O estilo do Tarantino
Se eu quisesse um Hitler histórico não teria assitido aos bastardos. Essa foi uma crítica de quem não conhece o estilo do Tarantino.

[Sobre "Inglourious Basterds, de Quentin Tarantino"]

por Julia Dionísio
28/8/2011 às
21h48

Acorda, Larissa
Adorei o texto! Definitivamente foi um "acorda Larissa" para valorizar o ato do pensar!

[Sobre "Cinema de autor"]

por Larissa
27/8/2011 às
20h21

Talvez não tão forte
Em 2006 eu falei: se não existisse orkut, existiria algo parecido, e não deu outra: twitter, facebook... Tudo relativamente parecido com o orkut (ou com msn). No texto "Orkut way of life" o autor citou que o orkut não sobreviverá, mas se enganou! Estamos em 2011 e lá está ele, firme e forte. Talvez não tão forte, devido às outras redes sociais, mas está lá sendo usado por inúmeros, todos os dias... Eu mesma continuo usando ele, e não tornou-se cansativo, nem substituiu meu e-mail, nem enjoei dele, rs... Aliás, ele é benéfico, pois com ele mantenho contato com pessoas que não via há anos, e nos reaproximamos, mesmo que seja apenas virtualmente...

[Sobre "Orkut way of life"]

por Elisandra Conrad
26/8/2011 às
17h48

Me tornei seu fã
Elisa, Liberdade é pouco? Eu posso dizer que é muito, muito bonito! Gostei, você escreve muito bem: me tornei seu fã. Você tem um nome incomum que só depois de muitos anos voltei a ver novamente: trabalhei com Antonio Buzzo, em São Paulo - não sei se tem algum parentesco. Parabéns!... Continue brindando os leitores do Digestivo Cultural com os seus ótimos escritos. Obrigado. Abraços.

[Sobre "Liberdade é pouco"]

por Jota Ipiranga
26/8/2011 às
10h56

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês