busca | avançada
74698 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Terça-feira, 17/6/2008
Comentários
Leitores

o encontro com o diverso
Na verdade, acredito que a felicidade não é possí­vel sem amar, sem se doar, sem sair de si mesmo e entrar em comunhão com o universo através do encontro com o diverso. [Maceió - AL]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Isadora
17/6/2008 às
09h20

amor e dor
Acredito que os maiores amores se sustentam na dor, na busca incansável de prazeres que só um grande amor é capaz de dar. Quando o amor é só felicidade, perde logo a graça e estamos novamente em busca de novas dores e, conseqüentemente, novos amores! Porque o ser humano ainda é um caçador em busca da presa perfeita. [Ribeirão Preto - SP]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Priscila Garcia
17/6/2008 às
09h19

Mainardi amordaçado
Elogiável a condução das perguntas, sempre tentando provocar uma possível reação de Diogo Mainardi (rei das respostas bombásticas), com larga exposição de nomes e idéias. Mas, ante o (aqui) lacônico colunista de Veja, nao se intimidou o entrevistador, e continuou a provocá-lo. O resultado é que as perguntas, se nao foram melhores do que as respostas, trouxeram no seu bojo, quem diria, muito do espírito mainardiano...

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por Marcos Tavares
17/6/2008 às
02h54

A missão da resenha
Este texto tanto nos permite conhecer um pouco do autor (e da obra), como também permite que aquilatemos o nível do resenhista-comentarista: além de escrever bem, com substância, parece agir com franqueza e movido, apenas, pelo senso estético. Fiquei curioso em conhecer o livro de Marcelo Barbão, e em ler mais comentários desse tal de Rafael Rodrigues...

[Sobre "Acaricia meu sonho, de Marcelo Barbão"]

por Marcos Tavares
17/6/2008 às
02h32

o rock e os muderrrnos
Dizer simplesmente que música "é questão de gosto" é fugir do debate e da verdade. O rock atual caiu no gosto dos jornalistas "muderrrrninhos" e o rompimento foi na década de 90 com a ascenção do Nirvana e consequente morte do Rock Star. Mesmo da era Grunge não sobraram medalhões (o único sobrevivente da época, Pearl Jam, é sério demais para se tornar um ícone). A música foi relevada a segundo plano e é mais importante ter a "atitude" do que fazer uma melodia ou riff daqueles que arrepiam a alma. Qual o último verdadeiro "Guitar Hero" (e não estou falando do game)? Provavelmente Slash, e lá se vão mais de 20 anos desde que Appetite for Destruction foi lançado. E o fenômeno não é brasileiro, é so ver quem são os headliners dos principais festivais europeus: Kiss (download), o citado Iron Maiden (Wacken), Metallica (Rock in Rio), Neil Young (Roskilde).

[Sobre "A indigência do rock e a volta dos dinossauros"]

por Carlos
16/6/2008 às
16h26

matemáticos e literatos
Interessante a sua observação sobre a pouca ou nenhuma ênfase dada aos que se dedicam à matemática... Dá até vontade de aprofundar nessa área tão instigante (quando não obrigatória e punitiva, como nas escolas...) e decisiva para o conhecimento e o reconhecimento da vida! Realmente, os literatos são muito mais festejados que os matemáticos...

[Sobre "A vida secreta dos números, de George G. Szpiro"]

por Beth Castro
16/6/2008 às
12h06

Filme Anos Incríveis em 2010?
Olá, pessoal, estou muito feliz de saber que tanta gente curtiu esse seriado como eu. E, para a felicidade de todos, ouvi um boato na net que provavelmente em 2010 sairá "Anos incríveis - O filme" ("Wonder Years - The movie"), se passando em 1980 com todos os atores originais menos o pai de Kevin que morreu. Vamos aguardar!

[Sobre "Anos Incríveis"]

por luis
16/6/2008 às
11h56

Parabéns, Sossa!
Parabéns pelo seus 50 anos de música!

[Sobre "50 anos de Bossa Nova"]

por guilherme henrique
16/6/2008 às
11h10

Pré-balzaca pronuncia-se
Débora, minha bonita. Que divertido ler você. E me identificar. E identificar várias amigas. E identificar até aquela baranga chata que trabalha comigo. Tem para todas. Poderia contar horrores sobre diversas histórias que soube nessa semana dos namorados - como as mocinhas sofreram! Mas se me empolgar na digitação, vou lascar o esmalte. Ah, o universo feminino... beijos, .vanz..

[Sobre "Sex and the City"]

por Vanessa Guedes
16/6/2008 às
10h47

Bazar do Fondo
Olá, Celso! Agradecemos imensamente a sua matéria. A Editora Fondo de Cultura Econômica do México estará promovendo um bazar de livros nos dias 20 e 21 de Junho. Estão todos convidados a visitar a livraria e aproveitar os descontos de 50% em todos os livros da editora. Para saber mais acesse nosso blog. Obrigado e esperamos você lá.

[Sobre "Fondo de Cultura Económica: 70 anos de uma missão"]

por Maysa Crowder
16/6/2008 às
10h22

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
74698 visitas/dia
1,7 milhão/mês