busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Terça-feira, 17/6/2008
Comentários
Leitores

consigo superar e ser feliz
Acredito, pois isso acontece comigo. Tenho 27 anos de casada, amo meu esposo, e apesar dos contratempos, dos problemas que a vida nos joga em cima... consigo superar e ser feliz, amando meu marido, filhas, netas, trabalho e a vida... Adoro viver e não abro mão desse presente divino que nos é apresentado todos os dias... [Venda Nova do Imigrante - ES]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Eliete Vaszzoler
17/6/2008 às
11h08

a tal da honra
Bom texto, boa resenha! Seja neste século ou em séculos passados, a tal da honra ainda é vista da maneira mais sórdida possível. E isso aos nossos olhos, debaixo de nossos narizes! O livro parece interessante. Abraço.

[Sobre "Cenas de um país machista"]

por Adriana Godoy
17/6/2008 às
10h12

Os Amigos do Barbão
Olha, Rafael: Não fosse eu, também, um velho amigo do Barbão, não tivesse eu lido o livro, como o fiz, e viajado com ele (o livro) pelas "calles porteñas", esteja certo de que teria um bom motivo pra fazê-lo, ao ler sua resenha... Sermos amigos do Barbão, e ler o escritor Barbão, nos faz privilegiados! Parabéns pelo texto!

[Sobre "Acaricia meu sonho, de Marcelo Barbão"]

por Nabil Onaissi
17/6/2008 às
09h47

um trabalho danado
Possí­vel até deve ser. Mas só por algum tempo e dá um trabalho danado, não acham, não?

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Anaelena P. Lima
17/6/2008 às
09h24

A felicidade é momentânea
A felicidade é momentânea, o importante é guardar o momento na lembrança e desfrutá-la quando a infelicidade bater na nossa porta. O amor é a energia que faz com que a nossa vida valha a pena. O amor faz com que a felicidade dure um pouco mais. Então se amor e felicidade forem realmente isso, sim, é possí­vel amar e ser feliz... [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Gerson Farias Netto
17/6/2008 às
09h24

um amor sincero
Sim. Acredito que a felicidade é algo que vem junto com o amor, e é uma busca tão antiga e ainda assim tão importante quanto a busca de si mesmo. Amar é ter a certeza de que sempre teremos um motivo para continuar vivendo. Não necessariamente o amor romântico, tão idealizado que na maioria das vezes se torna decepcionante. Há o amor por uma causa, uma profissão, por amigos, por um ideal... O importante mesmo é ser um amor sincero, e com certeza fará feliz quem o expressa. [Palmas - TO]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Fausto Anttonyo Nilo
17/6/2008 às
09h23

Dia sim, dia não
Dia sim, dia não. Mais do que isso é auto-engano. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Fabiola Chammas
17/6/2008 às
09h22

não nessa ordem
Sim, mas não necessariamente nessa ordem. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Aurélio Prieto
17/6/2008 às
09h22

Existem momentos felizes
A "felicidade" como um sentimento estável, perene, não existe. Existem momentos felizes. A gente pode focar e tentar produzir momentos felizes, se afastando, na medida do possível, do que nos é desagradável. Se esses momentos acontecem quando se está amando, tanto melhor... [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Jacques Salvador Sou
17/6/2008 às
09h21

o encontro com o diverso
Na verdade, acredito que a felicidade não é possí­vel sem amar, sem se doar, sem sair de si mesmo e entrar em comunhão com o universo através do encontro com o diverso. [Maceió - AL]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Isadora
17/6/2008 às
09h20

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês