busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Domingo, 14/9/2008
Comentários
Leitores

A maioria não é poeta
Há um problema na poesia, sim! Sou freqüentadora de rodas poéticas desde 1996 e percebo que os poetas modernos não evoluem. Quando um colega oferece uma correção, eles recusam, como se o poeta já nacesse pronto. São inúmeros os desabafos pessoais ditos poemas. A maioria deles não é poeta. Amo tudo o que leio de Affonso R. Sant'Anna! Parabéns pela matéria pertinente ao nosso momento.

[Sobre "Situação da poesia hoje"]

por Gelza Reis Cristo
14/9/2008 às
15h56

Letras, muitos caminhos
Fiz Letras também, lá no início dos anos 80. Nunca quis ser professora, mas foi o curso, entre os que eu mais me interessava, conveniente para mim, então com 40 anos e mãe de 5 filhos e marido que não acreditava na minha vontade de estudar. Lecionei durante uns 3 anos (inglês e português), e aí apareceu um concurso para técnicos educacionais no MEC, fiz, passei e fui contratada em menos de 4 meses. Adorei e dei conta do recado tanto na Delegacia do MEC, como depois na Universidade. Enfim, naquela época não havia restrições à formação em Letras para concursos. Falei isso tudo para concordar com você, pois tb acho que deveriam abrir o leque de opções nessa graduação, nem que seja para legalizar o que já existe e é possível de ser exercido.

[Sobre "Letras"]

por Ana Maria Tenorio
13/9/2008 às
23h18

Excelente leitura de Saramago
Vou lá ver o blog, pois assisti aqui no DF a pré-estréia do filme "Ensaio sobre a cegueira": forte e rico em significados artísticos e filosóficos. Uma trilha sonora de deixar a gente louco. O cinema do Fernando não fica devendo nada às melhores produções do momento ;-) Boa sorte para ele e para nós todos.

[Sobre "O blog do Fernando Meirelles"]

por Gisele Lemper
13/9/2008 às
20h24

Simonal é o nosso rei
Pois é, e o Brasil ainda se diz livre de racismo... Por que essa injustiça aconteceu justo com um negro? Tanto músico por aí... Wilson Simonal foi O cara. Nasci bem depois do sucesso dele, mas venho descobrindo o seu talento a cada dia, e me revolta muito saber da injustiça que ele sofreu... Ele sim foi, e sempre será, o nosso rei! Talento puro no suingue e na alegria! Parabéns pela matéria!

[Sobre "Wilson Simonal: o rei do Pa-tro-pi"]

por Lud
13/9/2008 às
16h44

Meirelles é o cineasta
Com Cidade de Deus, o Meirelles fez cinema por impulso; com Jardineiro Fiel, ele estava tentando ser cineasta; agora, com Ensaio sobre a Cegueira, ele finalmente É um cineasta e é O cineasta brasileiro. Valeu, agora começo a ser seu fã!

[Sobre "O blog do Fernando Meirelles"]

por darci figueiredo
13/9/2008 às
14h28

jornalista sem jornalismo
Faço Artes Visuias (que é o Artes Plásticas de hoje em dia) e vou confessar que sonho em fazer jornalismo. Mas agora me sinto ingênua. Sempre admirei o jornalismo pela possibilidade romântica de trabalhar com cinema, teatro e música, mas pensar que ingressaria num curso norteado por notícias de guerra, ursos polares e vendas-vendas-vendas me faz tremer de pavor. Acho que prefiro ser jornalista sem o jornalismo, se isso for possível.

[Sobre "Letras"]

por Paula Carolina
13/9/2008 às
12h08

Ler é mais que tudo!
Tenho uma comunidade no Orkut chamada "Viciados em Livros", e tenho visto cada vez mais pessoas envolvidas com a leitura. Vejo jovens lendo, sim. Sempre gosto de encontrar alguém, ou no ônibus, metro, lendo. E os pais deveriam ajudar a incentivar esse hábito, mesmo hoje tendo concorrentes como jogos de computadores, videogames de ultima geração. Vale incentivar.

[Sobre "Literatura é coisa para jovem?"]

por claudio schamis
13/9/2008 às
10h23

Ler é tudo!
Acho que leitura é coisa para todas as idades. Desde o começo da minha vida fui incentivado a ler. Lembro de uma coleção que tinha do Monteiro Lobato. Depois, na escola, vivia freqüentando a biblioteca, e fora da escola também. Adorava a matéria literatura, onde tínhamos que ler livros: Clarice Lispector, Drummond, José de Alencar, George Orwell... Depois, uma cirurgia muito delicada de coluna que me deixou acamado por mais de 20 dias e fora o colete de gesso que fui obrigado a usar por 1 ano, me limitando a toda e qualquer atividade física, me aproximou ainda mais dos livros. Na minha casa, de três filhos eu fui o único que ama ler, as outras duas não passam nem perto. Hoje continuo com esse meu hábito de leitura, comecei a escrever uma coluna de crônica política em alguns sites, já tive ela publicada em um jornal da Bahia... Tudo ainda sem remuneração, mas não desisti. Hoje sou um comprador voraz de livros.

[Sobre "Literatura é coisa para jovem?"]

por claudio schamis
13/9/2008 às
10h13

O amor pela leitura contagia
Meus parabéns pela edição de seu livro! Copiei o texto para reler com calma: ele suscita muitos comentários pra seus leitores inquietos... rs. Sim, o amor pela leitura dos pais e professores e aliados é contagiante. Sou aprendiz, autodidata e mãe de filha única e leitora... Beijo ;-)

[Sobre "Literatura é coisa para jovem?"]

por Gisele Lemper
12/9/2008 às
21h38

Nem melhor nem pior
Crer ou não crer... Essa questão tem dividido a humanidade desde sempre. Assim como desde sempre os homens buscam no divino as respostas para suas dúvidas, medos, angústias e para tudo aquilo que fuja à sua compreensão... Certa vez assisti a um filme onde um padre passando por uma fase de crise de fé ajoelhou-se aos pés da imagem de Jesus dizendo que não era justo que a igreja pedisse a todos a fé absoluta em seus dogmas. Não tenho posição fixa sobre religiões em geral, mas certamente não acredito que o fato de não crer em Deus - nos moldes em que ele nos é "embalado e vendido" - torna alguém pior ou melhor... Segundo meu parco conhecimento do mundo, existem calhordas e seres vis em todas as esferas do pensamento...

[Sobre "Chris Hedges não acredita nos ateus"]

por Marilia
12/9/2008 às
17h05

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês