busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Segunda-feira, 29/9/2008
Comentários
Leitores

És o avesso
Caros Eduardo e leitores: sobre este assunto, a voz do bardo, do coração baiano, impõe-se acima de qualquer exercício de retórica, de qualquer suspeita: "Alguma coisa acontece no meu coração/ Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João/ É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi/ Da dura poesia concreta de tuas esquinas/ Da deselegância discreta de tuas meninas/ Ainda não havia para mim Rita Lee/ A tua mais completa tradução..." Intraduzível: "porque és o avesso, do avesso, do avesso, do avesso..." abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "A jovem guarda desvirtuou a família brasileira"]

por Sílvio Medeiros
29/9/2008 às
12h01

Boa sorte, LEEA!
Parabéns a todo o pessoal do LEEA por este notável empreendimento! BOA SORTE e abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "LEEA"]

por Sílvio Medeiros
29/9/2008 às
11h20

Millôr e sua veia satírica
Meu Deus, perfeito. Tenho participado pouco destes rega-bofes, mas lendo o texto foi como se estivesse lá. Só a veia satírica e observadora do Millôr para descrever algo tão perfeito.

[Sobre "Lembrando a Tribo"]

por Stefano
29/9/2008 às
10h52

Ah, viver é simples
Viver é coisa simples, na boa. Morrer é que complica! [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Barqueiro de Paraty"]

por Mauricio Negro
29/9/2008 às
10h06

Não complicar...
Se é pra fazer, faça; se é pra esperar, espere; se é pra falar, fale; se é pra calar, cale. Seguindo assim, sendo assim, será simples! (Mas não é simples ser assim, claro...) [Florianópolis - SC]

[Sobre "Promoção Barqueiro de Paraty"]

por Flávio Polaco
29/9/2008 às
10h06

Da escrita e do leitor
Bravo, bravo, Ana Elisa! E eu somente descobri esta preciosidade de texto em 2008! Ele é de 2005! Céus, me passa a fórmula: como dissertar de forma divertidíssima sobre algo tão sério. Ah, esse texto vou disseminar entre meus amigos professores: obrigatório! pra quebrar o tédio das aulas de Metodologia do Trabalho Científico. Parabéns, Ana Elisa: você partiu do ato da escrita e seguiu até a recepção do texto pelo leitor, cuidando do tema de forma leve e divertida! Abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "Publicar um livro pode ser uma encrenca"]

por Sílvio Medeiros
28/9/2008 às
08h38

Até em papel de pão
Lançar palavras ao vento onde ninguém possa ver... Onde estará o novo Guimarães Rosa? Que se danem as editoras! Se não tem dinheiro, faça em papel de pão... Se não tem quem lê, mande pra mim, eu leio! Existem muitas idéias boas por aí. Vou lançar um livro independente; meu filho vai ler. Se eu morrer, viverei em cada verso, em cada frase. Quer algo mais gratificante?

[Sobre "Publicar um livro pode ser uma encrenca"]

por Israel P. S.
27/9/2008 às
22h09

Conheci o Leeuwen
Acabei de ter um curso com o Van Leeuwen na UFMG em BH. Posso garantir que é muito simpatico. Fiquei curiosa para conhecer o Kress...

[Sobre "Multimodalidade"]

por Cláudia
27/9/2008 às
21h37

Ele está encantado
Caros Rafael e leitores, eu não me lembro quem disse esta frase (talvez um poeta por ocasião da morte de Guimarães Rosa ?!): "Ele não morreu, ele está encantado." É só o que posso afirmar sobre a morte de uma pessoa querida. Abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "No country for gentlemen"]

por Sílvio Medeiros
27/9/2008 às
18h06

Internet emburrece
Querida Ana Elisa! Uf! que agenda. Dentre tantos assuntos interessantes, por gentileza, procure dar uma ênfase especial aqui, no Digestivo, sobre andamento e resultados da palestra "Internet emburrece?". Grato! Abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é primavera de 2008.

[Sobre "Umas e outras"]

por Sílvio Medeiros
27/9/2008 às
11h23

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês