busca | avançada
62566 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Quinta-feira, 5/2/2009
Comentários
Leitores

Oscar para Tony Ramos
Elisa, eu vi também, rachei de rir com o Tony Ramos. É mesmo um filme-pipoca, mas... pra que ser mais? O Tony merece é um Oscar, isso sim! Ele está melhor ainda neste segundo filme.

[Sobre "Se eu fosse você 2"]

por Rafael Rodrigues
5/2/2009 às
17h10

Se eu fosse você 2 é muito bom
Eu adorei "Se eu fosse você 2"!!! Muito bom, um dos melhores filmes que já assiti este ano e é muito engraçado. Tony Ramos se superou! Vale a pena conferir.

[Sobre "Se eu fosse você 2"]

por dentista
5/2/2009 às
16h30

A angústia da influência
Caro Luiz, como de praxe, excelente artigo, além de me remeter a uma releitura de "A angústia da influência" de Harold Bloom (do meu ponto de vista, o melhor livro do referido crítico). abraços do Sílvio Medeiros. Campinas, é fevereiro de 2009.

[Sobre "Gênios"]

por Sílvio Medeiros
5/2/2009 às
15h46

Talento de sobra!
Maravilhosa entrevista! Que experiência, Lúcia, na área do jornalismo cultural junto a ícones da área: Paulo Francis, Lucas Mendes e tantos outros exemplos de dedicação, profissionalismo e talento! beijos pra você do Sílvio Medeiros. Campinas, é fevereiro de 2009.

[Sobre "Lúcia Guimarães"]

por Sílvio Medeiros
5/2/2009 às
15h37

Esse eu vou ver!
elisa! eu senti a agulhada, viu? ahah... prometo que esse eu vou ver! adorei o texto, aliás, seria difícil eu não gostar: elisa e cinema, as duas coisas que eu amo!

[Sobre "Se eu fosse você 2"]

por Ricardo
5/2/2009 às
13h57

E eu também gostei
Achei o filme excelente. Os problemas levantados na crítica não atrapalham em nada o filme, que é bastante divertido e interessante. Recomendo que cada um o veja para tirar suas próprias conclusões...

[Sobre "Estômago, com João Miguel"]

por Juca Azevedo
5/2/2009 às
11h31

Também gostei
Concordo com o que foi dito no comentário acima (ou abaixo, não sei), gosto é realmente algo pessoal. Achei o filme ótimo e ainda melhor quando comparado a outras produções brasileiras. Além de possuir várias leituras, o filme consegue ser comercial e, ao mesmo tempo, apresentar aspectos artísticos bem interessantes. Só ratificando: Raimundo vai tentar a sorte no Sul, mais especificamente em Curitiba, e não no Sudeste como foi citado...

[Sobre "Estômago, com João Miguel"]

por Igor
4/2/2009 às
16h23

Ótima entrevista
Lúcia Guimarães é uma jornalista inteligente, culta, articulada e altamente consciente do seu trabalho. Concordo com muitas coisas que ela diz e até já disse coisa parecida em relação ao jornalismo cultural: hay que ter cultura: ler, ir a teatro, cinema, frequentar galerias e museus, enfim, saber do que rola nas áreas que se pretende cobrir e pesquisar muito. Parabéns e sucesso para ela no site onde acabei de dar uma passada. Ah, sim: ela enriqueceu muitíssimo o Saia Justa...!

[Sobre "Lúcia Guimarães"]

por Ana Lúcia
4/2/2009 às
13h50

Eu gostei
Para ver como gosto é algo realmente pessoal... rs. Gostei muito de "Estômago", especialmente das cenas com comida. É um filme para o estômago, para pensar sobre a maneira como preparamos nossos pratos e a própria vida. A relação clássica com uma prostituta, a coxinha famosa e o novo patrão... É mesmo uma história datada e já vista tantas vezes, mas achei que, por João Miguel estar lá, com aqueles trejeitos encabulados, tudo ganhou alguma graça. Além do suspense que ronda seu olhar de menino inocente. A cena do banquete para os presidiários é minha preferida. E assim segue a vida dentro ou fora da cadeia...

[Sobre "Estômago, com João Miguel"]

por Bia Cardoso
4/2/2009 às
13h50

O tempo e os comentários
É visível que os comentaristas diminuiram, que o número de blogs explodiu e que os egos andam cada vez mais aflorados, porém há outras questões que contribuem para a diminuição dos comentários. Dentro dos blogs a regra "quem comenta muito, tem mais comentários" é real. Mas para isso é preciso tempo e não dispomos tanto dele. Em Brasília, imagino que a grande maioria dos blogueiros trabalhe em algum órgão público. Eu trabalho e vários blogs e endereços são bloqueados. Fazia comentários naqueles minutos de folga que tiramos durante o dia durante o trabalho. O fenômero dos feeds ajuda bastante. Uso o Google Reader e por ele não tenho como comentar, então às vezes não comento porque o site está bloqueado no trabalho ou a página demorou para abrir. E ainda tem o que a Adriana disse, o volume de textos aumentou muito. E os bolhas, trolls e péssimos comentadores continuam por aí, sem nada melhor para fazer. Mas gosto de tecer comentários em blogs, o diálogo proporcionado ainda é o melhor...

[Sobre "Declínio e Queda do Império dos Comentários"]

por Bia Cardoso
4/2/2009 às
13h43

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
62566 visitas/dia
2,2 milhões/mês