busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quarta-feira, 18/2/2009
Comentários
Leitores

O desgoverno é mundial
O governo estabelecido segue um sistema político e econômico, que é o mesmo sistema do processo de globalização, que é o mesmo sistema dos articuladores da crise, que é o mesmo sistema de quem mantém a desigualdade no mundo. Portanto, há desgoverno por toda a parte da Terra, e com o PT não é diferente, pois alimenta o mesmo time e estuda na mesma escola em que há uma aplicação neoliberal. Outro mundo é possível, se um novo fantasma rondar as idéias e novas ações forem implementadas. Pois só há revolução com teorias revolucionárias.

[Sobre "Governo retrógrado, caranguejo ou ximbica?"]

por Manoel Messias Perei
18/2/2009 às
08h39

Genialidade Inventada
Eu penso que os gênios nunca existiram... De fato houve muitos intelectuais que se destacaram em diferentes épocas e lugares. Mas a genialidade também é um mito moderno, um mito criado pelos "pares". O lance da tuberculose, por exemplo (risos). No Brasil foi embuste! Castro Alves e Álvares de Azevedo (os geniozinhos do nosso Ultraromantismo) não morreram disso, ainda que um catatal de textos afirme que sim.

[Sobre "Gênios e loucos"]

por sandra mara
18/2/2009 às
07h34

Eu tenho pavor de multidão
Sim, faz tempo eu tenho medo de multidão, trios elétricos, shows populares... Haja vista as amostras de violências nos estádios de futebol em dias de campeonato. Cruz credo. Pior que toda esta m... só mesmo os estudantes de medicina de classe média/alta do país com seus trotes, banhando com ácido as alunas grávidas. ;-((

[Sobre "Detesto multidão"]

por Gisele Lemper
17/2/2009 às
14h48

Millôr dá de mil!
Sim, sim, ele é uma das pessoas que podemos nos orgulhar por ser brasileiro. O cara é o rei das tiradas, dos pensamentos duvidosos, do não-usual, do não convencional. Millôr dá de mil em muitos por aí que se arvoram em ser geniais. O Guga tem razão.

[Sobre "Millôr Fernandes, o gênio do caos"]

por Adriana Godoy
17/2/2009 às
11h15

Jacó, João e Garoto
O tal Jacó era um violonista paulistano, discípulo de Garoto, que João Gilberto conheceu em Diamantina, MG, na época em que lá morou, na casa de uma irmã. João e Jacó tornaram-se "parceiros de violão" e aprimoraram a influência de Garoto. Jacó, que também era conhecido por Gagó, por ser gago, morreu em Diamantina, pouco tempo depois de João Gilberto ter saído de lá.

[Sobre "João Gilberto na Casa de Chico Pereira"]

por rené ferri
17/2/2009 às
10h21

Só Merchior e Francis
Merchior e Francis foram os últimos polemistas em Brasil. Uma pena, a internet é uma bela ferramenta para polemistas. Estamos cercados pela mediocridade populista [Santa Fe - Argentina]

[Sobre "Promoção Dentes do Dragão"]

por susana herrera
17/2/2009 às
09h37

Cadê a irreverência?
A agressividade continua em pauta, mas a irreverência tem perdido espaço. [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Dentes do Dragão"]

por Carolina Pucu
17/2/2009 às
09h37

Viva o Tom Zé!
Moderno Tom, sobretudo Zé. Macunaí­mico. Em "Jogos de armar", jogou, armou e previu, poeta-profeta, a queda dos EUA e da Europa. Quem mais acerta o pé no Brasil? Golaço! Viva o Tom Zé! [Campos dos Goytacazes - RJ]

[Sobre "Promoção Dentes do Dragão"]

por Paulo Moura
17/2/2009 às
09h36

Polemistas solitários
Clamam sozinhos no deserto! [Goiania - GO]

[Sobre "Promoção Dentes do Dragão"]

por Marcelo Sousa
17/2/2009 às
09h32

Falta polêmica
Acho que os polemistas do Brasil de hoje deveriam polemizar mais. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Dentes do Dragão"]

por Sarag Germano
17/2/2009 às
09h32

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês