busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Terça-feira, 17/3/2009
Comentários
Leitores

O melhor dos melhores
Acho que você tem razão. Os autores contemporâneos acham bonito desprezar os caras do passado e conhecem pouco de sua obra. Acho que existe boa literatura ou não. Os cânones estão sendo desmerecidamente substituídos por autores sofríveis. Leio o que me chega às mãos ou quando me sinto inclinada por uma curiosidade, por uma crítica. Confiro e faço a avaliação. Predominantemente tenho lido os contemporâneos. Quando são bons, é uma descoberta maravilhosa. Você citou Jaime Prado Gouvêa, cujo livro de sua autoria "Fichas de vitrola" é sensacional. "O altar das montanhas de Minas" já li e é um grande romance, vale a pena conferir. Entre Shakeaspeare e os beats, entre os clássicos e os contemporâneos há verdadeiras obras-primas, independente da classificação. Reforçando: em todos os períodos pode se extrair o que há de melhor, sem rótulos, sejam autores nacionais ou estrangeiros. Gostei de seu texto, Rafael.

[Sobre "De como os medíocres atrapalham os bons"]

por Adriana Godoy
17/3/2009 às
13h52

Autores que valem ser lidos
Todos nós entendemos que o caminho literário é aberto a críticas. A busca da ficção é poder falar o que normalmente calamos em relação ao aspecto científico. A arte, no Brasil, não iniciou apenas com Drummond, mas teve este poeta como o melhor do século XX, porém encantei-me com Ana Cristina Cesar, pela liberdade de escrever, pela profecia de tentar voar ou colocar um navio no espaço, assim como um João Cabral de Melo Neto, que ensinou-me que ao catar feijão, que ao olhar e entender que um galo faz o fio das manhãs de cada brilho do sol. Assim como Vinicius de Moraes cantou o amor e foi o trovador urbano, com suas métricas, rimas perfeitas e versos setesilábicos, e um ótimo senhor dos sonetos; ou então nomes como Sonia Santos, Cuti, Walter Roberto Merlotto, Eunice de Arrudas, todos excelentes autores que merecem respeito: suas obras falam ao coração.

[Sobre "De como os medíocres atrapalham os bons"]

por Manoel Messias Perei
17/3/2009 às
13h05

Vejo e mando fotos
Estudo Serviço Social à distância e posto fotos, e visito fotos dos amigos. [Jaú - SP]

[Sobre "Promoção Click"]

por Míriam Aparecida Bi
17/3/2009 às
08h56

Rindo on-line
Vendo, ouvindo, lendo e rindo. [Guaí­ba - RS]

[Sobre "Promoção Click"]

por Camila Couto
17/3/2009 às
08h56

Calvin, a melhor de todas
A melhor história em quadrinhos de todos os tempos é, sem dúvida, "Calvin". [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por Marcio Silva
17/3/2009 às
08h56

Morte, de Gaiman
"Morte", de Neil Gaiman. [Belo Horizonte - MG]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por João Riveres
17/3/2009 às
08h55

Mandrake: incrí­vel!
Gostava de todas as histórias de quadrinhos. Mas a que mais me encantava e trazia emoções era a do Mandrake. Incrível! [Belo Horizonte - MG]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por Jose Maia
17/3/2009 às
08h55

Homem-Aranha humano
Homem-Aranha. Porque ele não é apenas um super-herói machão, é um ser humano cheio de dúvidas e defeitos também. [Aimorés - MG]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por Aline Dulce
17/3/2009 às
08h54

A Mafalda
Mafalda, do Quino. [São Carlos - SP]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por Celso F. Rocca
17/3/2009 às
08h54

A Metamorfose de Kuper
"A Metamorfose", de Peter Kuper, baseado no clássico homônimo do claustrofóbico Franz Kafka. O livro já era fantástico, e a HQ conseguiu transportar todo o horror existente lá. [Macaé - RJ]

[Sobre "Promoção Verão Índio"]

por João Ferreira
17/3/2009 às
08h54

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês