busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quarta-feira, 20/5/2009
Comentários
Leitores

Abraço, adorei
Ei, vou publicar no meu blog... Tá bom...! Mas vou colocar seus créditos e também seu endereço, para que todos, que por lá passem possam vir aqui também...!

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Luciano Brandão
20/5/2009 à
00h36

E-revista
Maravilhosa a revista! Tanto a "real" quanto a "virtual" - que é idêntica, uma verdadeira e-revista... Eu já havia colocado um post no meu blog com a capa do mês: esta é uma publicação bem apreciada pelos professores na escola onde eu sou bibliotecária! Além disso, sou fã da programação cultural da Livraria Cultura aqui de Porto Alegre: vou sempre às sessões de música nas sextas-feiras, já assisti a muitas palestras ótimas, filmes, debates, autógrafos etc.

[Sobre "A Nova Revista da Cultura"]

por Kátia S. Coutinho
19/5/2009 às
21h27

Os idosos adoram ler jornal
Finalmente alguém falou a verdade sobre os boatos de fim dos jornais. Tudo permanecerá com menos destaque, mesmo porque os idosos, que não são poucos no Brasil, adoram ler um jornal. Por acaso o rádio sumiu depois da TV? E nem todos aderem à internet, pois preferem filmes. Parabéns ao jornalista pela matéria coerente.

[Sobre "Fim dos jornais? Desconfie"]

por Gelza Reis Cristo
19/5/2009 às
16h37

O que é um jornal?
1] Jornalismo [atividade] > jornal [dispositivo]

2] Jornal = software {configurável}, entretanto...

3] [email protected] [8 generativos de Kevin Kelly] = Imediatismo + Personalização + Interpretação + Autenticidade + Acesso + Incorporação + Publicidade e/ou Patrocínio + Encontrabilidade.

[Sobre "Fim dos jornais? Desconfie"]

por Claudio Soares
19/5/2009 às
13h49

Flores ou Inseticidas?
Então, é alarmante a situação dos profissionais do jornalismo, mesmo. Estamos sendo engolidos pela digitalização dos meios, somos todos uns grandes "quebra galhos" da comunicação, pois enquanto um dia a pauta é sobre flores, no outro são os inseticidas. Não dá pra se ter autoestima profissional dessa forma. Somos motivo de piada, como se fôssemos perfeitamente dispensáveis na sociedade. Mas... não somos. Somos muito importantes, sim, mesmo existindo salafrários que só pensam em aparecer a custo de qualquer coisa, e distorcem fatos para que não prejudiquem "homens de bem" e fiquem, digamos assim, mais interessantes! Somos as vozes dos fatos, precisamos falar, para mexer com as pessoas, para conscientizá-las, alertá-las e, por que não?, educá-las. Tratar deste assunto, através de novelas, não mudará nada na concepção do trabalho jornalístico, apenas bitolará ainda mais a grande massa televisiva. Os jornalistas precisam se especializar, deixar de ser esse grande "sabedor de tudo" (especialista em nada).

[Sobre "A seguir cenas dos próximos capítulos"]

por Luara Caiana
19/5/2009 às
12h05

Dark Room
Se o Dark Room não rodar é porque talvez vc não tenha o NET Framework instalado. Vá ao site da Microsoft e faça o download. Abraço!

[Sobre "Softwares para ficcionistas"]

por Yuri Vieira
19/5/2009 às
11h58

Ótima dica
Ótima dica. Mas infelizmente o Dark Room não funciona! Sabe algum outro lugar que possa baixa?

[Sobre "Softwares para ficcionistas"]

por sayd mansur
19/5/2009 às
11h08

Parabéns pelo blog
É excelente. (Milena)

[Sobre "Softwares para ficcionistas"]

por intercambio
19/5/2009 às
10h34

Admiravel Huxley
São tantos que fica difícil. "Admiravel mundo novo" (Huxley) é um dos que todos deveriam ler. É tão atual que parece que foi escrito ontem, e descreve bem como a sociedade é manipulada a todo momento por diversos meios, sendo condicionados a ser um produto das convenções sociais. [Juiz de Fora - MG]

[Sobre "Promoção Agamêmnom"]

por Fernanda Carvalho
19/5/2009 às
09h46

Nunca mais o mesmo
"Em busca do tempo perdido", de Proust. Você nunca mais será o mesmo. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Agamêmnom"]

por heraldo vasconcellos
19/5/2009 às
09h46

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês