busca | avançada
61072 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Terça-feira, 2/6/2009
Comentários
Leitores

Tórrido caso de amor
Uma amiga, em viagem profissional à Europa, apaixonou-se por um técnico (casado) de sua equipe de trabalho e os dois viveram um tórrido caso de amor (lá e cá). Ele só não se mudou para o Brasil porque tem um filho (na época, um garotinho de três anos). Hoje, minha amiga casou-se com um brasileiro e está muito feliz, aqui no Brasil... [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Elogio da Madrasta"]

por Kátia Soares
2/6/2009 às
10h24

Umberto Eco é genial
Chame-me do que quiser, mas adorei "O nome da rosa". Achei genial. Apesar da sua "simpática" crítica, voltarei a ler livros do senhor, pois tenho certeza que é muito melhor do que você o pinta. Este é provavelmente (ainda não li o "Baudolino") um dos casos para se aplicar a seguinte frase de Oscar Wilde: "quando li o crítico odiei o livro, quando li o livro odiei o crítico".

[Sobre "A mentira crítica e literária de Umberto Eco"]

por Catarina Garcia
1/6/2009 às
21h41

Para o próximo ano letivo
Não sei não, mas na dúvida gostaria de sugerir "Druuna" para o próximo ano letivo. Grande abraço.

[Sobre "A polêmica dos quadrinhos"]

por dilamar Santos
1/6/2009 às
21h07

Silêncio nas janelas
Um vetusto sábio aconselha: o que é proibido, é proibido; seja seu ou de outrem. Há silêncio nas janelas. [Cascavel - PR]

[Sobre "Promoção Elogio da Madrasta"]

por Tere Tavares
1/6/2009 às
16h01

Tantos cães vadios...
Antonio Candido diz que os cronistas "são cães vadios, livres farejadores do cotidiano". E no Brasil há tantos desses cães vadios que fica difí­cil escolher um. Então, faço uma escolha do tipo um por todos: Rubem Braga. [Brasi­lia - DF]

[Sobre "Promoção Sábado dos Meus Amores"]

por Tarlei Martins
1/6/2009 às
15h57

Ele era casado...
Já vivi. Eu conheci um rapaz e logo me apaixonei. Começamos a viver uma grande história de amor: ele me pediu em namoro e namoramos durante 1 ano, até eu descobrir que ele era casado e tinha uma filha. Então minha famí­lia proibiu de eu me encontrar com ele. Durante um tempo eu o encontrei às escondidas, mas percebi que esse amor proibido não podia mais ser levado adiante. Levo com carinho os momentos que vivi com ele. [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Elogio da Madrasta"]

por Luciana Ferreira
1/6/2009 às
15h56

Amor à primeira missa
Meu amor é eterno e platônico por uma homem divino e maravilhoso, mas não tenho coragem de interferir na sua escolha, porque ele escolheu a vida religiosa. Foi amor à primeira vista, ou, posso dizer, à primeira missa... [Blumenau - SC]

[Sobre "Promoção Elogio da Madrasta"]

por Tânia Regina
1/6/2009 às
15h51

Carlos Heitor Cony
Pois ele fala da realidade como quem fala das flores na primavera e nos convence facilmente sobre suas ideias e opiniões... [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Sábado dos Meus Amores"]

por Rosilda de Sá
1/6/2009 às
15h50

Preguiça do fim dos jornais
O jornal vai acabar, a TV vai perdendo sua força (discutível), o rádio é só mais um acessório. Os CDs idem. Mas se é assim, pra que tanta discussão? É uma evolução tecnólogica, o homem vai usando as ferramentas mais eficientes e vamos seguindo. Não vejo muito mais sentido em discutir isso. Os jornalistas da mídia impressa vão ter que se adaptar, o jornal também... mas é um processo como tantos outros. Só não vejo pra que tanta discussão, mesmo que seus argumentos sejam extremamente convincentes. Desculpe. É que tenho um pouco de preguiça disso tudo...

[Sobre "Verdades e mentiras sobre o fim dos jornais"]

por Adriana Godoy
1/6/2009 às
12h38

A ideia do primeiro site
Quanto ao site reunindo todos os livros... temos um site engatinhando nessa: Skoob. Lá, cada membro pode cadastrar livros, e você pode adicionar os que já leu, que está lendo e pretende ler... Bem bacaninha, mas ainda em fase de iniciação. Beijos.

[Sobre "Um Twitter só para escritores"]

por Alexandra Deitos
1/6/2009 às
11h22

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
61072 visitas/dia
2,6 milhões/mês