busca | avançada
71417 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Quarta-feira, 18/11/2009
Comentários
Leitores

Crença, fé e igreja
Adorei o seu texto, e com certeza também sonho com o mundo que você descreveu. Mas, acredite, não está tão sozinha quanto pensa. No mínimo, tem o Saramago que, pelo que eu andei lendo, depois da publicação de "Caim", não é tão respeitado assim. Já foi excomungado e agora querem despatriá-lo... Há mais um motivo para a confusão entre "ter fé" e "acreditar". A evolução da ciência. Cansamos de ver "verdades" científicas serem desacreditadas na década seguinte pois a própria ciência evoluiu o suficiente para ver-se errada. Exemplo disso é o colesterol que fazia bem na década de 50, depois mal, na de 70/80, e, agora, sabemos que existe o colesterol bom e o mau. Pra talvez descobrir um colesterol que não fede nem cheira em 2010... Queria esclarecer uma coisa: sou ateu também. Agora, eu faria mais uma distinção no quesito fé. Seria entre fé e igreja: que, pra mim, são duas coisas absolutamente diferentes. Uma eu respeito e a outra, não. Obviamente, você sabe o porquê... Abraços!

[Sobre "Perguntas sagradas"]

por Ricardo Jevoux
18/11/2009 à
01h36

O PMDB é o Brasil!
É isso aí, Diogo. Belo texto. Bela análise do país. Sim, porque este partido-mamute só existe porque espelha boa parte da sociedade: pobre de ideias, oportunista e pronto a fazer qualquer negócio em causa própria.

[Sobre "PMDB: o retrato de um Brasil atrasado"]

por Luiz Augusto Lima
17/11/2009 às
22h06

Voz, poder e carisma
Nem vem que não tem, claro que era Wilson Simonal. Além da linda voz, poder e carisma sobre o público eram incrí­veis. A sorte é que: cada negro que for, mais um negro virá. [Fortaleza - CE]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Andrea Araújo
17/11/2009 às
13h33

Prefiro o Matogrosso
Ney Matogrosso, por aliar talento, técnica e um tremendo faro em garimpar novos e competentes músicos, para fazer releituras que renovam o repertório musical brasileiro. E é isso que o torna um grande interpréte: em se tratando de Ney Matogrosso, cada detalhe soma ao seu talento imenso. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Patricia Grillo
17/11/2009 às
13h32

Simonal internacional
Acredito que Wilson Simonal, se não tivesse a carreira abreviada pela difamação que sofreu através do "Pasquim", com certeza teria chegado a um nível internacional. Sendo, portanto, o maior intérprete brasileiro de todos os tempos. [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Artêmio Prado
17/11/2009 às
13h31

Chico, duplo ou triplo?
Chico Buarque, pois é o maior compositor e o maior intérprete de suas letras. Acaba fadado ao duplo êxito. [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Vinícius Antunes
17/11/2009 às
09h15

Elis, a maior
Na minha opinião, Elis Regina foi a maior intérprete que o Brasil já teve. Ela transitou entre os mais diversos gêneros, sempre imprimindo às canções uma segurança e voz inconfundíveis. Não à toa revelou vários dos grandes compositores que cantou. [Sorocaba - SP]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Antonio Maricato
17/11/2009 às
09h14

Milton emociona
Milton Nascimento: pela textura da voz, pela escolha das canções, pela técnica apurada e, principalmente, pela emoção transmitida ao cantar. [Araraquara - SP]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Carlos José Dantas
17/11/2009 às
09h12

Contra o poder e a mídia
Simonal, negro, rebelde, cheio de bossa e coragem para encarar o poder e a mídia [Natal - RN]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Evanja Pereira
17/11/2009 às
09h12

O boêmio, sempre
Nelson Gonçalves superou todos os problemas com a força de sua voz. [Blumenau - SC]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Fábio Faller
17/11/2009 às
09h11

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
71417 visitas/dia
1,9 milhão/mês