busca | avançada
79550 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Domingo, 27/10/2002
Comentários
Leitores

ó iluminado pensador
Concordo com você que o Lula não conseguirá transformar o Brasil numa Dinamarca. Mas qual é a alternativa, ó iluminado pensador ? Todos anularmos os voto, afirmando com a veemência de um insano: "num votu in ninguém purqui é tudu ladraum" ? E se todos anulássemos os nosso votos, será que essa a escória que tradicionalmente tem governado o Brasil iria ficar "ressentida" com o povo ingrato que não reconhece seus pífios esforços ? Você sabe muito bem que não!! O Lula não vai ser eleito presidente graças ao poderoso marketing da mídia que transformou o "coronézinho" alagoano e o tal "sociólogo das esquerdas" em messias. O Lula vai ser eleito por ter sido uma alternativa ao fracasso de Collor, ao primeiro fracasso de FHC e ao retumbante segundo fracasso de FHC. Apesar de suas limitações culturais, Lula não terá o direito de errar. Direito esse tão bem exercido pelos nossos mais festejados burocratas made in Harvard. O que ele fizer de errado acabará confirmando suas ansiosas expectativas(?). Já o que ele acidentalmente acertar poderá ser atribuído a Deus, nosso conterrâneo mais ilustre. Meu caro, por favor não comprove ainda mais a tese de que muito jornalistas são capazes de falar sobre qualquer coisa mesmo sem entender de nada...

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por José Carlos Caldas
27/10/2002 às
12h52

Parabéns
É uma pena que nas minhas idas-e-vinhas, só venha a topar com esta maravilhosa crônica agora. No mundo ainda há pessoas que queiram se aprimorar por meio da cultura, do refinamento e da sabedoria. Mas o tempo em que elas formavam as "elites" infelizmente já passou. Hoje, o topo da pirâmide social é formada estranhamente por gente que jura que está na base. Não importa que ganhe tubos de dinheiro, viaje de primeira classe e coma e beba do melhor, mas está sempre ostentando com orgulho besta o seu pezinho no morro, na periferia, na ignorância. Alexandre, meu caro, paciência, coragem e, sobretudo, sucesso, digo o sucesso do espírito!

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Félix F.
27/10/2002 às
13h00

Lula lá LONGE!
Esse messianismo em torno do Lula é o resultado de um mau governo de FHC. E as pessoas estão sinceramente acreditando que esse cara vai fazer tudo o que o FHC não fez, e muito mais, tudo isso em apenas 4 anos! Elegê-lo Presidente da República é uma coisa muito mais séria. Governar um país do tamanho do Brasil, com uma economia delicada, sujeita aos mais variados tipos de pressões, não é coisa para amador. O pior é o fato de 60% dos eleitores do país estarem pensando em entregar esta tarefa para alguém que não tem o menor preparo para isso. Lula não trabalha há mais de uma década. Nunca administrou nem uma quitanda, que dirá um país. Desde as eleições de 89, teve tempo e dinheiro (do partido que o sustenta) de sobra para fazer cursos, aqui e no exterior. Não fez. Ao invés disso, aproveitou sua viagens a Cuba para aprender a fumar charutos. Também não se candidatou a nada neste meio tempo. Talvez se tivesse sido Prefeito, Governador, Secretário de Estado ou Parlamentar, e mostrar aos brasileiros o que seria capaz de executar, e como se sairia administrando algo, pudesse ter amealhado a experiência que fará falta (e muita) quando (Deus nos livre) seja eleito Presidente. Mas não, optou por ficar sendo opositor a tudo (de bom e de ruim) que o governo se propôs a fazer. Quem não adoraria uma profissão destas? Ficar sem fazer nada, apenas botando defeito no trabalho alheio. Posando como profeta do caos e comemorando cada vez que uma iniciativa do governo dava errado, mesmo quando isso implicava em sofrimento e prejuízo para o país. Defendendo o MST e instigando invasões apenas com o objetivo de desgastar o governo. Por favor, vamos parar de brincadeira. É preciso mais do que ternos Armani pra ser um estadista. Isso é coisa séria!! Entregar o país para Lula é uma irresponsabilidade.

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Carlos Muniz
26/10/2002 às
23h08

O Serra é um coitado.
Alexandre, Gostei do seu artigo, apesar que vou votar no Lula. Só acho que nesta altura do campeonato o coitado é o Serra que tanto queria ganhar a eleição. Se o Serra tivesse concorrido na eleição passada teria até votado nele.É inteli gente, preparado, trabalhador e gosta do que faz. O FHC é que não deveria ter se recandidatado na vez passada. Agora é Lula. Carmen Gomes Simioni

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Carmen Gomes Simioni
26/10/2002 às
19h23

Desta vez tem que ser Lula.
Júlio e Srs. Comentaristas: Gosto muito dos textos do Júlio e dos outros articulistas que aqui escrevem. Consegui entender o seu texto, Júlio,só no sexto parágrafo(Agora Anula). Minha irmã, por ex: vai anular o voto. Em outras épocas eu "ficaria em cima dela" para não cometer esse despropósito. Hoje não,ela que faça o que quiser com seu voto. Eu vou votar no Lula contra os que estão no poder. Só para eles verem. Lula não será marionete.A impressão que me dá é que muitos não conhecem processo político. E disso o Lula participa há muito tempo.A política nada mais é que conviver com pessoas; muita saliva,usan do a cabeça,psicologia e paciência. É claro que preferiria que tivessem ha vido neste país manifestações de rua contra o governo FHC.Mas, ja que não houveram (o brasileiro é acomodado e está acovardado) vamos votar, amanhã. Não votei em Collor. Votei duas vezes no ociólogo FHC e para quê? Portanto, dá licença de eu votar no Lula? (nos dois turnos). Acho,Júlio, que você perdeu a oportunidade de se pocionar sobre o voto obrigatório que sou contra. Continuarei lendo este Digestivo porque gosto demais de todos vocês que nele escrevem .Pena que não tenha tempo para ler mais. Carmen Gomes Simioni

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Carmen Gomes Simioni
26/10/2002 às
18h34

doentes mentais
"Quero crer que certas épocas são doentes mentais. Por exemplo: - a nossa." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
26/10/2002 às
21h38

O pensamento de cada um
Continuo achando que o Júlio está mais preocupado em manter o Digestivo como o forum inteligente que é, sem abraçar necessariamente causas ideológicas (além da do bom gosto, do bom senso, da liberdade de expressão sem patrulhamentos). Quem lê frequentemente o site vai concordar. O texto acima, acerca da lulidade, me parece apenas um comentário oportuno em torno do absurdo que está por acontecer (uma marionete, operacionalmente analfabeta, na presidência do país) do que uma "saída do armário" retumbante, em que o autor optaria por esta ou por aquela circunscrição "ideológica". A realidade é um tanto mais complexa (e as pessoas também). Aliás, para usar uma metáfora mais adequada em relação ao momento trágico que estamos vivendo, o buraco é mais embaixo...

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Toni
26/10/2002 às
17h57

Voce tem toda razao
Voce tem toda razao, mas é impossivel ser ouvido neste momento. Os brasileiros agem como as mulheres ante o futebol, durante 4 anos nao acompanham nada , só durante a copa "torcem pro Brasil". Fazem questão de se considerarem ignorantes em futebol. O mesmo acontece com a politica, ninguem acompanha, ou muito pouco durante 4 anos, de repente na hora da eleição todo mundo se acha politizado, e sai seguindo o caminho que a mídia achar mais interessante. Já passamos por situações complicadíssimas e superaremos esta também, somos fortes o suficiente. Logo nao devemos nos desesperar.

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Margarida
26/10/2002 às
14h13

Maioria Não Garante a Verdade
"É duro, ter nascido e depender de um barco-mãe, sabendo que uma unanimidade, em busca de emoções e muita adrenalina, acaba de escolher para ocupar o leme um aprendiz da arte náutica" (Lampejo de Lucidez).

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por JOSÉ PEREIRA
26/10/2002 às
11h53

Sou reacionário
"Hoje, o sujeito prefere que lhe xinguem a mãe e não o chamem de reacionário. (...) Sou reacionário. Minha reação é contra tudo o que não presta. (...) Se a Rússia - onde não existe o direito de greve, onde Stalin, de uma só cajadada, matou 12 milhões de camponeses de fome punitiva, onde toda a experiência socialista tem 100 milhões de mortos a pauladas -, se a Rússia se considera libertária e se acha que é o futuro, então, nesse caso, eu sou reacionário, sou o passado, sou a Idade Média. E, assim mesmo, estou na frente da Rússia, que é a pré-Idade Média" (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
26/10/2002 às
11h49

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
79550 visitas/dia
2,1 milhões/mês