busca | avançada
30196 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Sábado, 1/2/2003
Comentários
Leitores

Complexidade
Idolos faz tempo que existo e mesmo assim sempre estou a procurar em filmes , desenhos , revistinhas um ser que me renove a esperança de acreditar em um mundo melhor. Peco pois sou um eterno adolescente e sonhador tenho vontade de viver apenas para salvar os outros . Infelizmente isto nao esta me ajudando no convivio com as pessoas pois a vida real e diferente tenho que acordar porem nao pretendo perder esse encanto este texto e interessante masi meu problema e mais complexo.

[Sobre "Os X-men e o fim da infância"]

por Vinicius Brown
1/2/2003 à
00h05

Bem e Mal
Isto, entretanto, não quer dizer que devamos deixar que as coisas aconteçam, simplesmente como autômatos. Seríamos guiados pelos sentidos, que seguem ao sabor das variações sociais, antenados que são com percepções físicas. À moral, esse conjunto de normas internas de cada ser humano, é que se poderia perguntar o que se deve ser feito a cada instante e repetida essaa pergunta no instante seguinte, pois tudo pode mudar de um momento para outro. E não por mudarmos de companhia ou posição geográfica, mas por estarmos em ebulição íntima, nessa eterna equação das incógnitas bem e mal.

[Sobre "Pascal e a condição humana"]

por ASSIS SANTOS
31/1/2003 às
21h34

Tempo
E incrivel como passamos o tempo tentando encontrar respostas sobre nossas escolhas e renuncias. Somos produto do meio nao importa o tempo e sim onde nos inserimos na sociedade e com quem convivemos .

[Sobre "Pascal e a condição humana"]

por Vinicius Brown
30/1/2003 às
22h44

Concordo
Concordo em genero numero e grau, obrigado pela resposta. Abraços Brown

[Sobre "Aventuras pelo discurso de Foucault"]

por Vinicius Brown
30/1/2003 às
22h32

A mulher-salsicha e o ministro
Pois é Gil, o espaço foi pequeno para os tantos destaques na obra de Paulo Vanzolini. Ainda no quesito 'mulher', Bruno Ribeiro dos Santos, de Campinas, SP, lembrou a 'mulher-salsicha' da música Juízo Final, 'aquela ingrata hoje está/ trabalhando de salsicha/ espetadinha no garfo/ Satanás fritando a bicha/ ô demônio, capricha!" . Sérgio 'Ceará' de Oliveira e Moracy, ambos de São Paulo, alertaram-me que a obra de Paulo Vanzolini ultrapassa a marca das 52 canções incluidas na caixa Acerto de Contas. Moracy escreveu contando que tem dois LP's nunca editados para o formato CD, com várias músicas não incluidas no tributo: um editado pela gravadora Eldorado, onde Moracy confirma que Paulo Vanzolini canta! E ainda, segundo Moracy, se sai muito bem na empreitada. O outro LP foi editado pela Comgás como brinde e se chamou Inéditas. É de 87 e quem canta neste é o Passoca e a Virginia Rosa, que estava começando a carreira. Resta-nos esperar que estas jóias sejam reeditadas ou que num lampejo de luminosidade a gravadora Biscoito Fino se dedique à tarefa de elaborar o Acerto de Contas Volume 2. Eu conversei com 2 lojistas que confirmaram o sucesso de vendas da caixa Acerto de Contas, dizem que vários itens tem pesado a favor, mas que o principal deles é o preço. Se levado em conta o valor individual de cada CD observaremos que os discos de Paulo Vanzolini encaixotados custam a metade do preço individual de cada disco relançado e encaixotado do Ministro da Cultura, Gilberto Gil. Ah, e as capas, gravações e arte final dos discos de Paulo Vanzolini são infinitamente superiores e de melhor qualidade do que são as capas e as gravações antigas e agora remasterizadas dos discos do Ministro da Cultura, talvez um dia tenhamos a compreensão de como um produto reaproveitado, de qualidade inferior e com os custos totalmente absorvidos pode custar o dobro de um produto caprichadissimo e inédito, talvez quem nos explique seja o próprio ministro-artista que é também economista, tem que haver um pouquinho de paciência com aquele seu jeitinho de tudo falar sem nada dizer.

[Sobre "Incêndio pleno: amor, pirraça, veneno e cachaça"]

por VValdemar Pavan
30/1/2003 às
19h21

vivaldi
caro Ricardo, foi um prazer ler seu texto. parabéns! por favor, me passe a referência exata de onde achou os poemas que acompanham As Quatro Estações, de vivaldi. um abraço, jardel

[Sobre "Da Poesia Na Música de Vivaldi"]

por jardel
30/1/2003 às
17h08

Controle e mudanças
Sim, Vinicius, estamos fadados ao controle, de acordo com a teoria de Foucault (e que eu acho que se aplica muito bem às situações que vivemos). Se eu for responder sua vontade de mudança de acordo com as idéias do texto, tenho que dizer que seu desejo é vão. A não ser que você queira estar à margem da sociedade - seja ela qual for.

[Sobre "Aventuras pelo discurso de Foucault"]

por Adriana
30/1/2003 às
10h16

Leis, Regras, Rituais.
Interessante este seu texto , quer dizer que estamos fadados a cedo ou tarde sermos controlados e seguirmos rituais. Concordo! Mais prefiro mudanças de todas as formas quebrando regras e outras formalidades

[Sobre "Aventuras pelo discurso de Foucault"]

por Vinicius brown
30/1/2003 à
01h00

Acerto de Paulo Vanzolini
Caro Waldemar, A Biscoito Fino já se justificaria só com essa caixa de acerto de contas. Só faltou voce destacar a mulher cearense no 'Choro do Ceará' quando ele diz: "... Basta cinquenta quilos de mulher E a minha paz."

[Sobre "Incêndio pleno: amor, pirraça, veneno e cachaça"]

por Gil Fernandes de Sá
28/1/2003 às
15h35

Ordenando o caos internético
O desafio é organizar toda essa bagunça (excesso de informação) para que a internet continue sua revolução de aproximar, quase instantaneamente, pessoas com interesses comuns, não importa em que lugar do globo estejam. É o que tentam fazer as aplicações mais bem sucedidas da internet (ICQ, o finado Napster, o bem sucedido Kazaa, o Google, etc.).

[Sobre "A internet e as comunidades virtuais"]

por Héber Sales
25/1/2003 às
08h19

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
30196 visitas/dia
1,4 milhão/mês