busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês
Sábado, 19/6/2010
Comentários
Leitores

Saramago, grande escritor
Saramago, grande escritor, grande homem! Escrevi sobre ele também no meu blog... Bem, acho que todo blogueiro que gosta de literatura escreveu...

[Sobre "Morreu José Saramago"]

por Fernando Lago
19/6/2010 às
02h04

Papo de bola
Eu não me interesso por futebol. Mas não tenho absolutamente nada contra, sinceramente. Até gostaria de me interessar. Quando puxam assunto sobre futebol, é chato, no meu caso, porque é raro alguém que compreenda isso, e tendem a me achar metido, se falo pouco, ou viado, quando tento conversar rsrs. Até tento ver e tal, pra ter assunto, mas realmente ainda não me interesso. Enfim, é isso.

[Sobre "Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos"]

por mateus
18/6/2010 às
19h05

Seu texto me descomplicou
Daniel, gratidão por esse texto. Me descomplicou, me aliviou. Que bom que profissionais da mídia tenham essa visão mais espiritual, mais equânime, menos inatingível! Esse lugar não existe, é um grande clichê que liga o nada a lugar nenhum. Que bom que há luz e discernimento na caverna de Platão.

[Sobre "Simplicidade ou você quer dormir brigado?"]

por Paula Ribas
18/6/2010 às
18h54

Teu 'eu escritora'
Cara Taís, te "ouvindo" descrever o processo de construção do teu eu escritora, parece fácil e reconfortante (principalmente a parte nutritiva e musical). Até inspirador. Casualmente fiquei colhendo várias impressões sobre o tema "escrever" aqui no Digestivo e fica claro que é um caminho muito pessoal, embora haja alguns toques comuns a todos os que descobrem esta paixão. Um abraço.

[Sobre "Meu eu escritora"]

por Melinda
18/6/2010 às
12h58

O desenho de um cronista
Muito boa a descrição de como seria o desenho de um cronista. Poderia dizer também que eles normalmente têm manias, que gostam de espalhar como se fossem lembrancinhas de viagem, porém sendo não mais que formas de se fazerem lembrar pelos outros. Como muito humanos que somos (não sei se todo escritor é meio cronista), os compreendemos muito bem e nos identificamos com eles, mas podemos negar essa natureza, o que não significa que não estamos ligados a ela.

[Sobre "Caçar em campo alheio ou como escrever crônicas"]

por
18/6/2010 às
12h25

Adriana, eu concordo com a ...
Adriana, eu concordo com a sua linha de argumentacao e fico contente em ver um texto critico como o seu, mesmo que ele represente um oasis de pessimismo (realismo, melhor dizendo) no meio de toda essa patriotada. Os argumentos de que a copa vai "gerar empregos, divulgar lá fora uma imagem mais positiva do país, movimentar o turismo etc" sao uma falacia. A Copa gera empregos temporarios, na sua grande maioria. Para se divulgar uma imagem positiva do Brasil, a Embratur nao precisa de Copa nenhuma. Alias, fica dificil uma imagem positiva com o numero de turistas que sao vitimas da violencia. Ou sera que durante a Copa a bandidagem vai dar uma tregua, pois vao estar assistindo os jogos? Fico pensando no que vem a seguir...Daqui a pouco alguem na FIFA faz lobby pro Oriente Medio e vao propor fazer uma Copa no Iraque. Voce podia comentar tambem da Olimpiada no Rio num proximo artigo. Eu estou curioso para saber como vao organizar as provas de tiro que acontecem em 'paralelo'...

[Sobre "Por que não devemos ter Copa do Mundo no Brasil"]

por Marcio
18/6/2010 às
06h36

O tempo da Catedral da Sé
Incrível o contraste do ritmo da vida na praça e na Catedral da Sé. A sensação que tenho quando entro na Catedral é de que o tempo ficou suspenso no ar! Sente-se a vida parada dentro da Catedral... enquanto lá fora corre frenética. Obrigada pela reflexão poética, Elisa :)

[Sobre "Como se enfim flutuasse"]

por Juliana Vilar
17/6/2010 às
15h13

Circo das mesas redondas
A verdade, professor, é que a imprensa vende o bacalhau pelo preço que o cliente quer pagar. Não se vai atrás de informação pura e simples, mas de opiniões nem sempre (ou quase nunca) dotadas de razão. Haja vista que programas pseudo-esportivos pululam por aí, dando espaço a gente como Vampeta e Edmundo comentarem. Tudo porque é este o circo que os espectadores querem ver. Mal sabem, porém, que no circo das "mesas redondas" os palhaços são eles.

[Sobre "A seleção de Dunga"]

por MarcosAntónioTeixeir
17/6/2010 à
00h55

Olhar único e pontual
Acho que a forma como alguém transforma o mundo em palavras através do seu olhar único e pontual é algo apaixonante. Uma Leitura além do aparente. Emocionante este cronista retratado, embora em alguns momentos parecesse apenas um indivíduo disposto a transgredir a coerência e buscar novos sabores nas mesmas coisas. (Muito interessante.)

[Sobre "Caçar em campo alheio ou como escrever crônicas"]

por melinda
16/6/2010 às
23h38

Gol da Coreia?
Concordo. Fiquei negativamene surpreso quando vi a capa de esportes do O Globo: foto do gol... da Coreia.

[Sobre "Patriotada às avessas"]

por Flávio Sousa
16/6/2010 às
21h56

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês