busca | avançada
51300 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Segunda-feira, 28/11/2005
Comentários
Leitores

um filme comercial
Parabéns. Eu concordo em número, gênero e grau, tanto é que nós estamos desenvolvendo um projeto que já se encontra em pré produção e será rodado na cidade de Itu, é sim um filme comercial com características extrememente brasileiras. Estou tentando responder para mim mesmo porque é que um americano lá do norte dos E.U.A. pode fazer o público do sul do Brasil se emocionar, e isto é análise de trabalho, e nós estamos em busca disso...

[Sobre "Cinema brasileiro em debate"]

por Naul di Montecarlo
28/11/2005 às
18h25

a vida é chata
Não, não acho a vida uma maravilha. A um amigo que disse que sua vida era chata, respondi: a vida é chata; a arte em todas as suas formas – literatura, música... – e as pessoas que amamos é que tornam a vida suportável, é que a redimem.

[Sobre "A ousadia de mudar de profissão"]

por Claire
28/11/2005 às
05h36

Caracas...
Puxa, e eu estava gostando tanto dos seus textos! Achando que estava lendo um velhíssimo terceira idade culto e já impotente (que os politicamente corretos me perdoem), até quase chorando sua morte, pq só tinha visto textos de 2002 e 2003, e daí descubro que nasceu em 68... Caracas... Que decepção intensa e funda.

[Sobre "Apresentação"]

por Eloisa Maranhão
27/11/2005 às
21h21

huauhauhauhau...
Nossa, nem sei como acabei nesse site do Digestivo Cultural, sei que tava lendo notícias, acabei num blog de alguém, dali fui prum tal de Pensar Enlouquece, tinha umas coisas de plágio de um texto de amor-fênix (queria eu ser o amor fênix do autor), e então me vejo nesse Digestivo. Li um negócio de sinais de vulgaridade (amei), daí o Japão que ficou maluco (amei de novo) e daí caí nessas polêmicas (e me apaixonei!).

[Sobre "Polêmicas"]

por Eloisa Maranhão
27/11/2005 às
20h52

Prefiro o silêncio
Outro dia uma colega de serviço comentava sobre "esses malucos desses alpinistas que querem morrer e se metem nessas doideiras deles". Era uma crítica ao que movia esses celerados das alturas. Olhei-a de cima a baixo e fiquei em silêncio. Ela não entenderia, no fundo, o que eu tentaria lhe explicar. E a resposta era simples. Mas na sua simplicidade encerraria um quê de filosofia que fatalmente seria entendida como "coisa de quem é metido a escritor". Na verdade, seria algo como "Não há nenhum objetivo científico a ser alcançado; é simplesmente a satisfação do impulso de realização, o desejo indomável de ver o que jaz além, que sempre pulsa no coração do homem". Mas na sua vida comezinha, de não achar utilidade no que não é realmente útil, ela detestaria minha explicação e me acharia um pedante sem pai, nem mãe. Preferi o silêncio.

[Sobre "Os romances das ilusões"]

por Pepê Mattos
27/11/2005 às
09h35

O Jô parece dentista
Sensacional. O Jô parece dentista, pergunta e ele mesmo tem que responder. É um chato. A Globo deve estar aturando por questão de contrato, aí que Silvio Santos ri à toa...

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por jose
26/11/2005 às
14h59

Mais uma autora suicida
toh indo ali cortar os pulsos....

[Sobre "A república dos bugres"]

por ana
25/11/2005 às
14h16

a fã nº 1 do Deep Purple
Lendo seu texto, voltei no tempo, ao ano de 1972, as minhas coleções de revistas, aos artigos sobre discos recém lançados, ao bom e inesquecível vinil. Pode ter certeza de uma coisa: ainda hoje são fonte de pesquisa para meus filhos. Guardo todas as revistas e fanzines especializados desta época. E pra minhas galera, vc era a especial, a fã nº 1 do Deep Purple. The best.

[Sobre "A Rolling Stone brasileira"]

por Sílvio Lourenço
25/11/2005 às
10h00

Casamento
...ainda não acabou, pq as pessoas –a "ssociedaadi"– ainda não inventou um outro padrão médio de comportamento para reproduzir e conservar a prole... nem para diminuir o stress e o gasto (de tempo e dinheiro) na busca pelo sexo.

[Sobre "E você, quer casar?"]

por laércio saretta
25/11/2005 às
08h56

Aqui tudo de graça
Humor acima de tudo... Gosto disso... Adorei as dicas das fraudes... Ainda tudo de graça. Obrigada, Patricia R. Lara

[Sobre "Como parecer culto"]

por Patricia Rosa Lara
25/11/2005 à
01h39

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
51300 visitas/dia
1,8 milhão/mês