busca | avançada
59670 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quinta-feira, 29/6/2006
Comentários
Leitores

Zizi, uma paixão
Um texto que tem a finalidade de tratar da voz de Zizi, uma ternura sem fim, qualquer que seja o show desta Diva, é um recado de amor ouví-la cantar, falar, andar, inexplicavelmente linda transcede todas as formas de imaginar arte. Zizi, uma paixão do canto.

[Sobre "As noites insanas de Zizi Possi"]

por Manoel Messias
29/6/2006 às
12h10

Pão & circo tem de digerir!
Adoro futebol! A mais doce lembrança de minha infância é o álbum "México 70" com a geração de ouro do nosso futebol e aquele primeiro contato com fisionomias estrangeiras: onde fica a URSS? a Tchecoslováquia? a Bulgária? Marrocos? Obrigado, meus pais, que me instruíram divertindo! Aprendi Geopolítica com a Copa! Todavia, concordo com o prezado Marcelo... Crescemos, desvendamos a face oculta da vida, entendemos o que Miguel Gustavo queria dizer com "Prá frente, Brasil", descobrimos o preço dos "fuscas" do Maluf, compreendemos o porquê de trocarem Saldanha por Zagalo (olha ele aí, ainda!) e, principalmente, o motivo da Globo ser o que é... Não sou intelectualóide, adoro pão-e-circo, mas dou "um tempo" pra digerir!

[Sobre "Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa"]

por Beto Chagas
29/6/2006 às
11h06

Os argumentos de Maroldi
O que é mais tocante é a originalidade dos argumentos. Imagino quanto energia foi necessária para criá-los. Parabéns.

[Sobre "Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa"]

por Armando Macedo
29/6/2006 às
10h36

Quem não gosta de show?
Esse papo de pão e circo é de cabeças miúdas que se acham superiores intelectualmente. Os americanos são até mais fanáticos por basquete do que nós por futebol e mesmo assim são a maior e mais invejada potência econômica do mundo. Vamos deixar de ser "dinossauros comunistas". A humanidade sempre foi movida a grana e temos que digerir essa realidade. Quem não gosta de show e dinheiro que atire a primeira pedra.

[Sobre "Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa"]

por Julio Winck
29/6/2006 às
09h46

Jogadores e militares em 70
Tatiana, realmente viver nos anos 70 foi uma experiência e tanto. Vivi intensamente e participei politicamente nos anos 60 e 70. Mas difícil mesmo foi torcer para a seleção brasileira com o militares no poder usando nossos jogadores como propaganda política. Muitos dos meus amigos torceram contra o Brasil, eu tentei mas não consegui. Ivo Samel

[Sobre "Pra frente, Brasil, salve a seleção!"]

por Ivo Samel
29/6/2006 às
08h58

Jornalistas na Copa 2006
Realmente, para nossos jornalistas o resultado nunca será suficiente. Nosso time joga, ganha de três e dizem que jogou mal. Se jornalista esportivo soubesse de futebol, não queimaria língua com o Lúcio, o Juan e o Zé Roberto.

[Sobre "A crônica e o futebol"]

por André Muinhos Pôrto
28/6/2006 às
22h46

Jogador não tem mensalão
Amigo, não concordo que a Copa do Mundo e os jogos do Brasil sejam apenas pretextos para beber... Pão e circo é bobagem. Esse papo de que é só coisa para desviar a atenção de nossos problemas não passa de conversa intelectualóide... O povo brasileiro tem tão pouca coisa para se orgulhar, é por isso que torce tanto por esses jogadores, que ganham muito porque têm talento e porque não roubam alguém... E não roubar neste nosso País de hoje já é um grande ganho!

[Sobre "Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa"]

por André Muinhos Pôrto
28/6/2006 às
22h41

Em defesa dos produtos da Copa
Faz muita diferença o apelo dos Ronaldos esponjas de dinheiro, ou do Bob Sponja? Não seremos também bombardeados pelo Novo Super-Hómi, Homem Aranha, Cars ou Speedy Racer? Bem, eu também estou tentando não ser tragado pelas ondas verde-amarelo que inundaram as ruas. Tentei trabalhar, mas quando ví que todos estavam tããão preocupados com a seleção do Japão, aproveitei para relaxar. E aí, o governo aprovou a escolha do padrão japonês de TV digital, abafada pela torcida lobbista de nossas democráticas emissoras... "fachhh párrrti", né? Mas também estou curtindo a empolgação do meu filho, colecionando figurinhas, maravilhado com a bandeira da Arábia Saudita (que tem uma espada e umas letras legais)... trocando com os amigos, jogando bafo e turbinando seus conhecimentos geográficos. "Tôôôgo??!" Hmmm... não conheço, filho. Acho que deve ficar na África...!

[Sobre "Torcendo pelo Brasil na Copa"]

por Dani Amadei
28/6/2006 às
20h53

Pela privacidade do Parreira
Acho que, em qualquer hipótese, o Parreira (ou outro treinador) tem que gozar de privacidade, caso contrário terá que medir, a todo o tempo, as palavras e complicar a comunicação entre ele e o time.

[Sobre "A polêmica da leitura labial"]

por Luis Viana
28/6/2006 às
19h08

Exagero anormal da torcida
Legal, Drica, isso me deixou mais tranquilo, tava pensando que só eu via esse exagero todo e achava anormal! Beijo

[Sobre "Torcendo pelo Brasil na Copa"]

por Kibão
28/6/2006 às
15h40

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
59670 visitas/dia
1,8 milhão/mês