busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Quinta-feira, 31/8/2006
Comentários
Leitores

Se é sonho, vale a pena!
Desde criança eu soube que queria ser escritor. Determinado, comecei a escrever meu primeiro livro aos quinze anos. Concordo com o que você, Ana Elisa, disse a respeito das dificuldades e frustações que nós escritores encontramos no meio do caminho. Mas nada é melhor do que encontrarmos alguém na rua nos dizendo que leu nossa obra e a adorou. Fica então o apoio a todos aqueles que desejam ter suas obras publicadas.

[Sobre "Publicar um livro pode ser uma encrenca"]

por Gleidson Carlos
31/8/2006 às
20h17

Caímos todos na rede!
Msn, Google, Yahoo, Orkut, Wikipédia e Youtube... Todos eles mudaram, sim, a vida dos brasileiros inclusos nesse novo universo digital.

[Sobre "Sites que mudaram o mundo"]

por João Gabriel Galdea
31/8/2006 às
19h54

Partindo para vôo solo
Há onze anos, em 1995, eu tive meu último emprego. É isso que diz a minha carteira de trabalho. Abri uma empresa - da qual saí há um ano e meio - e parti para vôo solo. Não me arrependo. Tem altos e baixos, às vezes a grana é curta - mas tem uma liberdade maravilhosa de não ter dono, nem horário, de poder escrever, ler, viajar, ir ao cinema, namorar... viver! Viver na hora que eu quiser e não na hora que me disserem que eu posso. Acho que você vai gostar da sua nova fase.

[Sobre "Fui demitida, e agora?"]

por Daniela Castilho
31/8/2006 às
16h08

Internet é bode expiatório
É o sistema de "bode expiatório", tão presente na cultura ocidental. O bode era enviado ao deserto com papéis colados nele onde estavam escritos os pecados dos moradores da vila. Hoje, a tecnologia e a mídia são os bodes expiatórios. O mais indicado e interessante seria, mesmo, discutir os conceitos reais envolvidos no fato: a cultura, a sociedade de consumo, a solidão das cidades modernas, a desesperança e falta de perspectiva atual. Mas discutir é complicado, o bode expiatório é muito mais fácil. Desliguem os computadores e a TV então.

[Sobre "Suicídio on-line põe internet no banco dos réus"]

por Daniela Castilho
31/8/2006 às
15h35

Confie no seu talento!
Adriana, já passei por situação semelhante e, pode ter certeza, lá na frente, a gente vai descobrir que algo mais precioso estava reservado para a nossa vida. Confie no seu talento e boa sorte!!!

[Sobre "Fui demitida, e agora?"]

por Rose Peixer
31/8/2006 às
14h35

É o que dá não ter Gmail...
Eu não consegui entrar no Hotmail hoje!!! E eu preciso! Tenho um trabalho da faculdade pra fazer, e ele está lá naquela porcaria de email... I DON'T BELIEVE!

[Sobre "Hotmail versus Gmail: nem um, nem outro"]

por Jader
31/8/2006 às
12h06

Ainda sobre Belíssima
Na minha opinião, foi um fim injusto, porque a Bia Falcão não teve o fim merecido. Deveria ter sido presa!

[Sobre "O óbvio final de Belíssima"]

por ileia machado
31/8/2006 às
12h05

coisas boas e cultura
muito interessante, culto pra pessoas que gostam de coisas boas e cultura. adorei e me convenceu bastante!

[Sobre "Polêmicas"]

por adelia valentina
31/8/2006 às
11h16

Internet e a arte do encontro
Talvez essa seja a forma mais concreta que as pessoas encontraram de se relacionar; o ritmo de vida é acelarado o romantismo estava ficando para trás; e, hoje, volta-se a sonhar através da tela... corremos riscos... poucos comparados ao que corremos no dia-a-dia, onde tudo é possível, a internet nos dá a oportunidade de concretizar no real... o que apenas começou na telinha... o ser humano se procura eternamente, essa é apenas mais uma forma de favorecer esse encontro...

[Sobre "A internet e o amor virtual"]

por Nara
31/8/2006 às
10h53

Realmente faltou o BuscaPé
Realmente faltou o BuscaPé, o pioneiro no crescente mercado de comparação de preços no Brasil.

[Sobre "Sites que mudaram o mundo"]

por Thiago
31/8/2006 às
10h15

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês