busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Quarta-feira, 29/11/2006
Comentários
Leitores

Contra os intelectuais
Luis, agradeço imensamente a sua coragem em debater um tema como este que já deveria estar em pauta há mais tempo e ter sido discutido pelos "deuses da sabedoria", e de fato, já discuti sobre essa questão com vários colegas e incrivelmente TODOS dizem a mesma coisa: eu até gostaria de ler mas os professores de sala de aula vêm com essa ditadura sobre o que devemos ou não ler, o que é ou não "inteligente" ler... e tenho certeza que se esse tema fosse levado às escolas, universidades, colégios, TVs, mídia, certamente os ditos "INTELECTUAIS" saberiam que essa postura de ZEUS NO ALTO DO OLIMPO, que eles têm, teria de ser deixada de lado, afinal, não pensam que para que as pessoas possam vir a ser "cabeças pensantes, intelectuais, cultos", elas têm de ter oportunidade e quem lhes ensine a pensar, a gostar de ler, a querer modificar o mundo, etc. Mas os "intelectuais" ficam apenas criticando as massas ignorantes ao invés de fazer alguma coisa para modificar essa realidade...

[Sobre "Literatura de entretenimento e leitura no Brasil"]

por Graça
29/11/2006 às
20h14

Mais uma
Essas coletâneas são boas mesmo pra quem faz e ganha uma graninha com elas. De resto, não sobra muito o que fazer com elas, não...

[Sobre "Contos eróticos"]

por Sidarta
29/11/2006 às
20h11

Benvenuto, Marcelo!
Feliz em ler voce aqui de novo, de volta, com mais um texto apaixonante. Leveza, calmaria...

[Sobre "Uma nota sobre a leveza do ser"]

por Luciana
29/11/2006 às
20h05

Amei.
Pois é, pois é, a maior delícia de escrever para o Digestivo é a liberdade.(...) Amei o seu texto.

[Sobre "Seis anos em seis meses"]

por Daniela Castilho
29/11/2006 às
18h22

escrever e ter leitores
Com certeza, Janethe, ter um livro publicado é o sonho de qualquer autor! Mas no meu texto eu quis mostrar que eu mesma semprei coloquei meu ideal de escrever tão lá no alto do armário (achando que precisava só viver disso e publicar) que não percebia que podia começar a escrever e a me relacionar com os leitores de outras formas, como nesse espaço delicioso que é o Digestivo.

[Sobre "Obrigada, daktaris"]

por Adriana Carvalho
29/11/2006 às
14h51

textos/livros publicados
Adriana querida, concordo contigo que, de fato, não é preciso necessariamente publicar um livro pra ver nossos textos divulgados, MAS acho que o escritor só sente realmente realizado quando vê seus textos/livros publicados no mundo real.

[Sobre "Obrigada, daktaris"]

por Janethe Fontes
29/11/2006 às
14h33

Ponto de referência
Rafael, muito legal essa sua trívia no DC. O DC há muito já virou ponto de referência para mim. É um dos primeiros lugares onde procuro sobre livros, escritores, cinemas, músicas, etc., só perdendo pro imbatível Google, que é uma divindade tecnológica. E a questão dos 5 mil toques foi como você disse. É difícil para quem, como eu, que escreve blogs, publicar textos deste tamanho e poder publicá-los no DC foi realmente ótimo, pois, além de ter um público muito grande, é, sem dúvida, um público muito selecionado e que sempre contribuiu muito comigo. Parabéns Rafael, parabéns DC, até!

[Sobre "Seis anos em seis meses"]

por Edward Bloom
29/11/2006 às
13h50

eu colaboro com charges
Rafael, eu tb. estranho mto o fato do digestivo nao ter o devido reconhecimento, reflexo da falta de interesse do brasileiro pela cultura. Desde 2002 eu colaboro com charges para o digestivo e agora estou me aventurando na arte de ser blogueiro, incentivado pelo proprio Julio. E estou adorando!

[Sobre "Seis anos em seis meses"]

por Diogo Salles
29/11/2006 às
13h38

leve, sério e bem abrangente
Daniela, é preciso realmente se aportar ao Conhecimento para dominar a Vida dentro ou fora do Real. Adorei ler o seu artigo. Texto leve, sério e bem abrangente. Até outubro de 2006, não tinha "profile" no orkut. Hoje tenho satisfações "pastiche" nas relações humanas, em todos os meios e canais de comunicação existentes no universo on-line e nas ruas da minha cidade. Uso a tecnologia somente no sentido prático, sobrevivendo da pesquisa diária. Afinal, vivemos na era pós-moderna. Guardo ainda uma enorme repugnação a este tédio tecnológico, gerador de "lixo virtual", bem como de todo o lixo cultural presente às nossas lentes... Portanto, discernir e digerir é muito mais importante do que consumir em tempos de internet! Um Forte Abraço

[Sobre "Orkut, um sonho impossível?"]

por cleisson sato
29/11/2006 às
12h30

os escritores do Digestivo
Adriana, nem sei como conheci o Digestivo, realmente, coisas da internet. Tenho grande admiração e respeito por todos vocês, colunistas, colaboradores, enfim, os escritores do Digestivo. Abraços. P.S.: eu também era chamada de esquisita (risos) e acabei fazendo publicidade...

[Sobre "Obrigada, daktaris"]

por Renata Linhares
29/11/2006 às
11h29

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês