busca | avançada
87759 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Quarta-feira, 10/1/2007
Comentários
Leitores

Defesa de Primeira Leitura
Não há como não questionar o trecho "houve rumores de que a revista manipulou verbas de publicidade em favor do PSDB" sobre a revista Primeira Leitura. O que se quer dizer com isso? Que a revista fechou porque deu dinheiro para um partido político? Ou que a revista recebeu do partido? Se recebeu, por que fechou? Estará o Digestivo sendo contagiado por ideologia?

[Sobre "O melhor das revistas na era da internet"]

por Juca Azevedo
10/1/2007 às
10h40

em um momento oportuno
Adorei: veio em um momento oportuno na minha vida, é de uma pureza e leveza que emocionam...

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Maria Tereza Baima C
9/1/2007 às
14h51

Pra quem não gosta de ler...
Acredito que para uma pessoa que odiasse ler, este livro conceder-lhe-ia uma boa e agradável descoberta dos livros.

[Sobre "A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón"]

por Maria Catarina
8/1/2007 às
19h56

Minha tecnologia de ponta
Aqui no Brasil também tem um monte de gente que não conhece o nome das ruas da sua cidade, excetuando-se as três ou quatro que fazem parte da sua rotina. Andei pensando, eu mesmo posso ser uma delas... Mas aqui no Brasil também não tem lugares onde o pessoal dá um curso de cartografia digital, como, digamos, Berkeley, e muito menos alguém que produza essas máquinas...(risos) Os mapas do Google são impressionantes e o bloco de notas, acho, é minha tecnologia de ponta. Parabéns pelo artigo.

[Sobre "Sete tecnologias que marcaram meu 2006"]

por Guga Schultze
8/1/2007 às
18h44

Não poderia ser melhor
Adorei essa entrevista e concordo com os outros leitores que tambem adoram essa revista. Realmente é uma pena que, na Rede, a Piauí seja um pouco tímida, digamos assim. Mas espero que, com o tempo, ela fique mais ousada e repita o sucesso da revista em papel.

[Sobre "João Moreira Salles"]

por anna sampaio
8/1/2007 às
16h38

BBB idiotizando o povo
meu amigo vitor, sobre o orkut eu nao posso fazer nenhum comentario, porque nao conheco, vejo falar que tem coisas ruins/boas... Agora sobre esse tal de big brother, um programa exibido pela tv globo, meu comentario e' o seguinte: 40 anos de rede globo idiotizando o povo brasileiro, esse program, pra mim, e' uma berracao, porque muitas vezes vc vai bater um papo com um amigo ou coisa parecida, vc pergunta um nome de escritor brasileiro, ele nao sabe, mas se perguntar quem foi o ganhador do big brother, ai' meu amigo... Se caisse essa pergunta no vestibular de qualquer faculdade do pais, com certeza 100% acertaria. Que pais e este? Com certeza, e' o brasil: rede globo fatura e enfia guela abaixo, desses idiotas conformados, que nao sabem o nome de 10 ex-presidentes dessa republica de bananas... Um abraco, aldo giannazzi

[Sobre "Um imenso Big Brother"]

por aldo giannazzi
8/1/2007 às
15h47

Eu a levo até lá
Não sei onde nasceu nem onde vive a autora. Porém, preciso dizer-lhe que nasci na primeira Comarca instalada em Minas, nos anos 1700: Serro. Seu queijo foi tombado pelo Isphan como o 1 bem imaterial nacional. Mude a Serra da Canastra por Serro. Eu a levo até lá. Moro em Sampa.

[Sobre "Queijos"]

por Feiz Nagib Bahmed
8/1/2007 à
00h02

Clareza e objetividade
O autor do texto foi feliz na medida em que se ateve a análises de comportamentos e atitudes da personagem principal, conduzindo assim de forma clara e objetiva seu itento. Parabéns ao autor da matéria.

[Sobre "O apanhador no campo de centeio"]

por Ednei Xavier
7/1/2007 às
15h53

24 Horas na Globo
a série 24 horas é maravilhosa. estou assistindo todos os dias pela globo. uma série mt bem feita e com um elenco brilhante.

[Sobre "24 Horas: os medos e a fragilidade da América"]

por gabriel alves
5/1/2007 às
17h03

Fruto de sensibilidade
Todas as artes expressam, cada uma à sua maneira, sentimentos e pensamentos. Talvez os que preferem literatura sejam mais racionais que aqueles que se emocinam com outras artes, como a pintura. Estes, talvez, tenham uma sensibilidade mais aguçada e percebem o que existe de expressivo ali na arte. Já aqueles que preferem assistir à TV, talvez, sejam menos sensíveis que os da literatura. Mas, enfim, são apenas suposições... Até que alguém descubra, um dia, como a arte causa fascínio aos homens.

[Sobre "Por que se lê e por que se escreve?"]

por Elisandra Carla
5/1/2007 às
16h55

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
87759 visitas/dia
2,4 milhões/mês