busca | avançada
83516 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Domingo, 17/10/2010
Comentários
Leitores

Se votar não fosse obrigatório
Já comentei este texto, mas me ocorreu outro pensamento: se o voto não fosse obrigatório, vocês já imaginaram como seria a disputa pela "compra" de votos dos que, supostamente, não iriam por livre e espontânea vontade às urnas? Será que estamos amadurecidos para o voto não obrigatório?

[Sobre "Voto fulo"]

por Rosangela Friedrich
17/10/2010 às
19h40

Obrigada por escrever
Obrigada por escrever, Rodrigo :)

[Sobre "Desventuras Prosaicas"]

por Camila
17/10/2010 às
11h25

Nada mudou
Engraçado... O texto foi escrito nas últimas eleições presidenciais, há 4 anos. Levei um susto ao terminar a leitura, achei que seria pra estas. Incrível, nada mudou. Aliás, mudou, sim. Alguns pontos que o Guga destacou tão bem pioraram nestes 4 anos. Tenho medo do Brasil.

[Sobre "Voto fulo"]

por Fernanda
17/10/2010 às
07h52

O democrata da mídia
A impressão que a mídia passa é que o democrata do pedaço é o Serra!

[Sobre "Jesus não vota"]

por Roberto
17/10/2010 às
02h28

O Gullar e a Veja
O Gullar é uma figura que devemos respeitar, mas pelos seus comentários parece que ele está lendo muita revista Veja. Será que ele acha que uma era Serra será mais positiva para o Brasil?

[Sobre "Gullar sobre Lula e Dilma"]

por Roberto
17/10/2010 às
02h26

Vou tentar seguir os passos
O texto está muito legal, vou tentar seguir alguns dos passos descritos. Valeu!

[Sobre "Dicas para você aparecer no Google"]

por Roberto
17/10/2010 às
02h15

Apenas um lado da moeda
(continuando...) como o é o amigo do ilmo. presidente, o Chávez. "É bom saber de que lado estão para podermos identificá-los e em ocasião oportuna os desacreditarmos" (na melhor das hipóteses) pensam estes idiotas com poder. Quanto à Erenice, parece-me pelas informações que me chegam que o seu posto foi levianamente ocupado. E a nossa sta. Dilma (agora também paz e amor) está se desgastando com algo que poderia deixar passar, na pressão dos evangélicos mostrou fraqueza e fez o que eles queriam em relação ao aborto, assinando o tal documento que é preconceituoso até os ossos. Em um eventual governo da petista será que ela tomará as mesmas atitudes? Seu texto é informativo? Sim, é, mas mostra apenas um lado, até porque você mesmo diz não ter recebido essas informações na mesma medida que recebeu em se tratando da Dilma. Respeito sua opinião, ela é apoiada em bons argumentos, mas se fosse ao contrário sei que nosso pequeno e pretenso aprendiz de ditador não o iria respeitar tanto assim.

[Sobre "Jesus não vota"]

por Carlos Patez
16/10/2010 às
13h43

E-mails contra candidatos
Realmente eu recebi alguns e-mails detratando os dois candidatos. De que fontes? Sei lá, não guardo essas porcarias; leio-as e depois descarto! Sei que a sra. em questão trabalhou, mas faz parecer em seu texto que ela realizou tantas coisas benéficas para nós que é um pecado duvidar de sta. Dilma. Sei que ela tem história, não cometerei aqui o erro grosseiro de dizer que ela é terrorista e bandida; ao contrário, lutou em uma época dura contra o regime ditatorial, o que exige muita coragem, no mínimo, mas com o tempo quase todos esses nossos corajosos baluartes esquerdistas se corromperam intelectual e moralmente. Ao se misturar e defender, a canalha torna-se, portanto, parte da mesma. Tem muitos méritos, por isso penso que fosse melhor focar a campanha nestes méritos e não nos de outrem. A imprensa tem que ter coragem de se posicionar, mas a imparcialidade deve nortear suas informações, mas quando um mandatário, seja ele quem for, faz um pedido desses, fica no ar um odor de ditadorzinho de quinta... continua.

[Sobre "Jesus não vota"]

por Carlos Patez
16/10/2010 às
13h31

Voto chulo ou voto nulo?
Quando analfabetos, alfabetizados que não entendem o que leem, crianças e vagabundos condenados, têm o poder de cancelar votos conscientes ao votar contra os informados, cultos, produtivos, e esclarecidos, fica estabelecida a "aberração democrática" brasileira, mãe do voto chulo, aquele que elege rinocerontes, primatas, analfabetos, alienados de vários matizes, patifes, ladrões, estelionatários, assassinos, corruptos e malfeitores, oportunistas e debochados em geral. Sobra para o cidadão consciente, o voto nulo. A alternativa de negar-se a participar de uma verdadeira orgia moral, quando os valores, (ética, honestidade, competência, seriedade, compromisso, patriotismo e dignidade) desaparecem em meio a escândalos, falcatruas, conchavos e malversação dos bens da República. Voto chulo ou voto nulo? Fico com o segundo.

[Sobre "Voto fulo"]

por Raul Almeida
16/10/2010 às
11h20

Nada de petismo disfarçado
Carlos, eu não sou petista. Estou falando de ataques virulentos dentro de uma campanha (in)comunicacional, sustentada pela extrema direita, pela igreja elitista e por outros indivíduos. Não recebi nenhum spam disseminando crimes de Serra nem conheço qualquer campanha de informação com o objetivo de deturpar seu percurso profissional. Você pode me dizer onde encontro esses ataques que citou? Ou você pode me descrever essas suas experiências? As notícias de corrupção ao que tudo indica não são distorção, com exceção da referente à Erenice Guerra. A matéria de denúncia da Folha usou apenas uma fonte, e uma fonte inconsistente. Quanto ao trabalho da Dilma, até onde eu sei ela era paga para ser chefe da Casa Civil e ministra de Minas e Energia. Concluímos, então, que trabalhou. A campanha do Serra não se focou nesse trabalho, mas em aborto e terrorismo. Quanto à imprensa, eu linquei dois editoriais em que a mídia se posiciona. Inclusive o do Estadão, criticando o Lula diretamente.

[Sobre "Jesus não vota"]

por Duanne Ribeiro
15/10/2010 às
18h02

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
83516 visitas/dia
2,4 milhões/mês