busca | avançada
62861 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Sexta-feira, 4/7/2008
Dot.com, de Luís Galvão Teles

Julio Daio Borges




Digestivo nº 371 >>> Com muito humor e argúcia, Luís Galvão Teles desembarca no Brasil com Dot.com, um filme sobre os impactos da chegada da internet a uma aldeia, no interior de Portugal. Mais do que as disputas com a mídia antes estabelecida, a chamada velha economia e o antigo status quo, anterior à era do conhecimento, a internet veio para mudar a vida de pessoas comuns, seus hábitos, suas visões de mundo. E isso o longa do realizador português mostra com perfeição. Tudo começa quando uma multinacional espanhola, dona de uma marca internacional, a Águas Altas, resolve disputar o domínio "aguasaltas.com", registrado pela aldeia portuguesa (coincidentemente, de mesmo nome). A briga pelo endereço na World Wide Web subitamente se transforma em questão nacional, envolvendo o primeiro-ministro e atentando contra a soberania de Portugal. Os espanhóis, claro, não deixam por menos e ameaçam retaliar com um exército de advogados corporativos. Enquanto isso, a vida na aldeia se transforma, o povo de Águas Altas alcança, enfim, a globalização e seus pequenos problemas, de repente, repercutem no mundo todo. Luís Galvão Teles é bastante hábil em não converter a questão num tratado sociológico, nem numa discussão acadêmica chatíssima. Com muita graça, contando a simples história dos aldeões, e sua inserção atribulada na WWW, exemplifica (em vez de debater) e termina produzindo um filme que também se sustenta por si — tendo a internet como pano de fundo. O público brasileiro, certamente, vai se identificar, pois em Dot.com estão retratados os mesmos dramas (e as mesmas personagens) das pequenas cidades do interior do nosso País. E a VideoFilmes, dos irmãos Moreira Salles, mais uma vez acerta em trazer esta produção de Luís Galvão Teles, permitindo que ele estréie, de forma inédita, no Brasil.
>>> Dot.com
 
>>> Julio Daio Borges
Editor
 

busca | avançada
62861 visitas/dia
1,9 milhão/mês