busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Quinta-feira, 31/5/2007
Blogs, blogs e blogs
André Julião

Há muitos blogs bons que eu não conheço. Alguns eu chego a conhecer - e vejo que são bem legais - mas, por algum motivo desconhecido, nunca volto. Outros eu adiciono aos meus favoritos para não esquecer de voltar. Mas esqueço. Os blogs dos amigos eu leio sempre. Porque são legais, mesmo. Mas outros amigos deveriam ter blogs e não têm. Gente que tem sacadas que dariam um blog bem legal. Mas eu respeito a opção deles. Manter um blog é bom, mas escraviza.

Tem gente que eu só conheço graças aos respectivos blogs. Uns eu nunca ouvi a voz e moram bem longe; mas trocamos altas idéias. Um deles teve vários blogs e hoje não tem nenhum. E que falta me faz ler com regularidade os escritos dessa pessoa. Eu já troquei e-mails com blogueiros que curto muito. E um já me indicou (aumentando consideravelmente minha audiência).

Tem blogs que indicam o meu sem que eu saiba. Às vezes descubro mais um (são dois ou três, que não achei de novo para lincar). Uns são tão humildes que nem pedem para eu dar uma passada (como eu faço); nem comentam um post qualquer (alguém vai clicar no nome e vai chegar no blog deles). Minha mais recente alegria blogueira foi ser lincado por um cara que é uma referência de Jornalismo Gonzo para mim. E de blog que não precisa ser atualizado o tempo todo.

Blogs "oficiais" geralmente não funcionam. São feios, de difícil navegação, têm endereços enormes e uns chegam a colar links inteiros [Ugh! (calafrio)]. Em um ou outro "oficial" eu bato cartão. Gente da antiga que pegou a manha do blog. Há blogs que eu simplesmente abandonei. Parei de achar graça. Outros eu sei que são engraçados, mas esqueço de acessar.

Graças ao meu blog, me pediram para escrever (de graça) para um site bacana. Quando mandei o texto, o editor disse que não dava para publicar porque o texto era "de blog". Não combinava com o site. Em compensação, já fui pago para escrever "do jeito que você escreve no seu blog".

Tem blogs que só leio "por atacado". Quando me mandam a newsletter ou quando faz tempo que não acesso. Outros eu acesso todo dia. Para mim, começar um blog e abandoná-lo no primeiro ou segundo post é um pecado mortal. Apague de uma vez, oras! Fica aquela coisa lá. Me dá a impressão de que está ocupando o espaço de algum blogueiro nato, que está fora da blogosfera porque não tem mais onde criar o seu blog. É, eu sei que não tem nada a ver. Coisa de blogueiro.

André Julião
31/5/2007 às 16h07

 

busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês