busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Sexta-feira, 20/2/2015
Cláudia Franco
Julio Daio Borges



Atendendo a pedidos, publicamos pequenas entrevistas com os Blogueiros do Digestivo. Todo dia, no Blog do Digestivo, pelo menos uma nova entrevista. (Até que a plataforma esteja 100% pronta e você conheça os blogs propriamente ditos...!) - JDB

1. Qual é a sua história com o Digestivo? (Como conheceu; há quanto tempo lê; por que acredita na iniciativa do Digestivo Blogs.)

Em 2007, recebi um e-mail de uma amigo de Portugal, Francisco Coimbra, passei então a fazer parte do Digestivo, acompanhando suas postagens. Acredito que o blog seja uma forma de expor o meu pensamento, sobre diversos assuntos, dependendo do tema escolhido.

2. Qual é o seu "background" (sua formação)? De onde vem; o que estudou; quais trabalhos seus citaria etc.

Segundo grau completo. Curso de enfermagem, incompleto. Secretária.

Sou de Itirapina, interior de São Paulo, mas atualmente moro e trabalho no Rio de Janeiro.

3. Sobre quais temas vai falar/tratar no seu blog?

Na verdade, sou muito do momento. O que me inspira ou chama a minha atenção. Gosto de crônicas. Também ficção. E a realidade do cosmo...

4. Você já teve blog? Se sim, qual (ou quais), e com que repercussão?

Tenho um sobre poesias...

5. Qual é sua relação com a escrita? Já escreveu em outros veículos/sites? Já publicou? Como foi a sua experiência nesse sentido (de colaborar e/ou publicar)?

Desde nove anos escrevo poesias, com vários cadernos preenchidos. Mas, em 2004, cadastrei-me no site Recanto das Letras, onde tenho mais de 1500 textos publicados.

6. Como é se interessar por cultura, ou ter uma atividade intelectual, ou simplesmente ler o Digestivo, num país como o Brasil, ou sendo brasileiro (a)? É uma profissão de fé? Ou é um desafio que te motiva (no dia a dia)?

Vejo que a juventude de hoje não tem muito estímulo à leitura, isso começa em casa e estende-se a escola. Sou de uma época que ler era fundamental, nas aulas de português... Hoje não vejo essa motivação.

Escrevo poesia e coloco nos meus sites, no Facebook... Percebo que não há muita aceitação, mas se você coloca banalidades, tem duzias de "curtidas" e comentários.

Acho, sim, que é um desafio, e enfrento por gostar de escrever e acreditar que um dia isso tudo vai mudar.

7. Você acha que, através da internet, podemos mudar esse cenário (de pouca cultura, pouco interesse pela vida intelectual, parca discussão de ideias etc.)?

Acho; por isso insisto em permanecer, escrevendo e escrevendo.

8. Quais foram suas maiores influências? (Não precisa, necessariamente, ser alguém conhecido ou "famoso". Pode citar obras e/ou experiências também.) Quais "modelos" pretende seguir (ou te servem de referência)?

Na verdade, gosto de poesia, mas escrevo também contos, microcontos, artigos, crônicas, até ficção cientifica. Gosto desde Camões até Pablo Neruda.

9. Mais alguma coisa que os Leitores precisam saber de você (mais alguma coisa que você gostaria de falar e eu não te perguntei)?

Bem, já escrevi para um jornal na cidade onde morei: Jornal Primeira Página, de São Carlos (interior de São Paulo). Tinha um pequeno espaço onde, aos domingos, "postava" minhas crônicas e artigos.

Sou membro da Academia Nacional de Letras (Portal do Poeta Brasileiro), e recentemente fui convidada para ser membro da ALB Araraquara (tomarei posse em agosto).

10. Onde mais a gente pode te encontrar? (Links ou referências, na internet, que você quiser/puder passar...)

Meu site e minha fanpage no Facebook.

Nota do Editor
Cláudia Franco compõe o novo grupo de blogueiros do Digestivo Cultural ;-)

Julio Daio Borges
20/2/2015 às 12h08

 

busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês