Digestivo Blogs

busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CONGRESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM DAS ARTES NA AMÉRICA LATINA: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO
>>> FERNANDA CABRAL SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
>>> Projeto Entrecruzados lança livro e videodança documental
>>> Inscrições Abertas || Residência Artística no Jardim Botânico de Brasília
>>> Gravação de videoclipe quase provoca prisão do irmão de Gabriel o Pensador
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
>>> Nos escuros dos caminhos noturnos
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> É premente reinventar-se
>>> Contraponto
>>> Aparições
>>> Palavra final
>>> Direções da véspera I
>>> Nada de novo no front
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> Fatos contábeis
>>> Jaula de sombras
>>> Camadas tectônicas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eu matei Marina Abramovic (Conto)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Bonecas Russas especial
>>> Shiko e Chico!
>>> Outubro literário
>>> Entre o Curtir e o Trollar
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> un dos sitios máis modélicos
>>> Senhor Amadeu
>>> Hilda Hilst
Mais Recentes
>>> Cavalo de Troia 9 - Caná de JJ Benítez pela Planeta (2011)
>>> Existiu Outra Humanidade de JJ Benítez pela Planeta (2012)
>>> Mil e Uma Noites - Livro de Colorir Anti Estresse - Arte Terapia de Sophie Leblanc pela Alaúde (2015)
>>> Regressou numa esteira de Luz de Gerson Simões Monteiro pela Eij (2014)
>>> Sonhos Despedaçados de Ellie James pela Novo Conceito (2014)
>>> A garota do penhasco de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2013)
>>> Princesa das Florestas Livro 4 Parte 2 de Tea Stilton pela Fundamento (2015)
>>> Comer rezar amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> O Comunismo e as lutas Políticas do RN na Década de 30 de Luiz Gonzaga Cortez pela Sebo Vermelho (2015)
>>> 69 poemas de Chico Doido de Caicó de Moacy Cirne Org pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Negociante e Mercadores Mossoró e suas Velhas Firmas de Raimundo nonato pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Currais Novos Imagem Tempo Espaço de Francisco ivan pela Sebo Vermelho (2005)
>>> Comida da Terra Nota sobre o Sistema Alimentar do Seridó de Julie A Cavignac pela Sebo Vermelho (2018)
>>> Castanhas do RN de Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Castanhas do Rio Grande do Norte de Organizadores Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Aventuras na historia--21--hitler de Editora abril pela Abril
>>> Aventuras na historia--94--o dinheiro do vaticano. de Editora abril pela Abril (2011)
>>> Aventuras na historia--86--gestapo. de Editora abril pela Abril (2010)
>>> Aventuras na historia--43--apocalipse maia. de Editora abril pela Abril (2007)
>>> Quatro rodas--novo honda cr-v--jac j3 e quente ou uma gelada?. de Abril pela Abril (2012)
>>> Som & carro--a n:1 do som automotivo--45--testes-mercedes c280,corsa. de S&c pela S&c
>>> Carro hoje--52--honda brio. de Motor press brasil pela Motor press brasil
>>> Auto esporte--450--astra gsi--phaeton w12. de Globo pela Globo
>>> Go Girl! Melhores Amigas - Amigas Para Sempre de Chrissie Perry pela Fundamento (2011)
>>> A cor do seu cérebro. de Sheila N. Glazov pela Novo Conceito (2009)
>>> Entre o Céu e a Terra de Bruxa Déia pela Independente
>>> Gestão de Negócios em Alimentação. Princípios e Práticas. de June payne Palacio e Monica Theis pela Manole (2015)
>>> TACO. Tabela de Composição de Alimentos.Suporte para Decisão Nutricional. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2013)
>>> Alimentos saudáveis. Alimentos Perigosos. de Sergio Charlab pela Seleções do Reader's Digest (1996)
>>> Manual da Caça às Bruxas (Malleus Maleficarum) de Heinrich Kraemer e James Sprenger pela Três
>>> Autismo. Esperança pela Nutrição. História de vida,lutas, conquistas e muitos ensinamentos. de Cláudia Marcelino pela M.Books (2010)
>>> Pirâmide dos Alimentos. Fundamentos Básicos da Nutrição. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2014)
>>> Atendimento Nutricional a Crianças e Adolescentes. Visão Prática. de Dith Medeiros de Mesquita, Fernanda Ferreira Corrêa. Maria do Carmo Azevedo Leung. Mônica Santiago Galisa. pela Roca (2014)
>>> Amor e Magia de Marlene Goldsmith pela Pallas (1989)
>>> Emagrecimento Permanente. Nutrição para uma vida saudável. de Manuela Dolinsky pela Roca (2015)
>>> Se... Será, Serafina? de Cristina Porto pela Ática (1991)
>>> Educação Alimentar e Nutricional de Mônica Galisa, Alessandra Paula Nunes, Luciana Garcia, Sandra Chemin pela Roca (2014)
>>> A Vida Íntima das Mulheres - O Relatório Chapman de Irving Wallace pela Nova Fronteira (1980)
>>> A Técnica Literária e Seus Problemas de Carmelo M. Bonet pela Mestre Jou (1970)
>>> Hot--16--+ velozes + furiosos--fuscao 2.6. de Sisal pela Sisal
>>> Moto adventure--144-suzuki--hayabusa gsx1300r. de Grazy turkey pela Grazy turkey
>>> Escolha o Seu Sonho de Cecília Meirelles pela Record (1964)
>>> Écfrase e evidência nas letras latinas: doutrina e práxis de Melina Rodolpho pela Humanitas (2012)
>>> Abc da literatura de Ezra Pound pela Cultrix (2006)
>>> Aula de Roland Barthes pela Cultrix (2004)
>>> Esfinge clara e outros enigmas de Othom M. Garcia pela Topbooks (1996)
>>> Diário de Um Banana - Vol. 6 - Casa Dos Horrores de Jeff Kinney pela Vergara & Riba (2013)
>>> Car stereo tuning--72--hot station. de Grazy turkey pela Grazy turkey (2005)
>>> Hot--36--frances sarado--marea turbo 300 cv. de Sisal pela Sisal
>>> Motor show--400--ediçao especial de aniversario. de Editora tres pela Tres (2016)
BLOGS

Sexta-feira, 15/2/2019
Digestivo Blogs
Blogueiros

 
É premente reinventar-se

Renovação é uma premissa da própria natureza. Os animais mudam de pele, de chifres, de pelo etc. As arvores mudam de folhas, de flores e assim cumprem o ciclo da vida que a mãe natureza lhes impõem.

Assim também deveria ser com as pessoas. No mundo inteiro há sinais dessa necessidade premente de mudança. Os seres humanos são adaptáveis as circunstância e logo entendem que a evolução é uma constante em todos os aspectos da vida.

Há recantos pelo mundo afora, onde as pessoas são mais acessíveis e outras bem menos receptivas a inovação.

No Brasil, infelizmente, existe um grande apego a mesmice, as práticas retrógradas. Há por parte da população acentuada resistência a mudança, resistência ao novo, talvez pela questionável pregação das máximas: “estou aqui a muito tempo e sempre fiz assim”, “melhor um pássaro na mão do que dois voando”.

A velha política se esforça na demagogia, para não perder espaço por entre os seus adeptos. A velha jogada na saúde pública do é dando que se recebe, das barganhas políticas através das ONGs malditas, que se apossaram do sistema de saúde brasileiro.

A resistência de mudança no sistema de educação é gritante dentro das escolas, no intuito de salvaguarda ao arcaico, para que não haja questionamento das velhas ideologias doutrinárias, veladamente usadas para formação de seguidores do nada, para lugar nenhum da nossa juventude.

Nos diversos seguimentos dos profissionais que não se reinventam, que não leem, que não escrevem, que não pesquisam, mas intitulam-se medalhões da sabedoria.

Brasil de um povo acomodado, satisfeito com o muito do nada, acostumado com as migalhas de um sistema corrupto, da impunidade reinante, do abismo que separa os ricos dos pobres, do você vale o quanto tem, Brasil do você sabe com quem estar falando? Não podia e nem pode ser diferente.

Causa repulsa ver e ouvir pessoas defendendo larápios, bandidos que não se apiedam de ninguém, mas, segundo esses, merecem ser bem tratados e apiedados por suas vítimas.

Brasil do dinheiro fácil, do jeitinho brasileiro, do levar vantagem em tudo, do brasileiro esperto, de todos esses adjetivos empregados para definir o cidadão do Brasil. Por quanto tempo mais vamos resistir a mudança? Por quanto tempo mais vamos deixar que nos passem o recibo de bobos e incompetentes profissionais das diferentes áreas, que não a política?

Povo brasileiro, mostra a tua cara, mostra a indignação e a intolerância para com o malfeito, mostra que indiscutivelmente mudamos e que o passado não cabe no nosso presente e tão pouco caberá em nosso futuro.

Rio,15/02/2019

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
15/2/2019 às 19h11

 
Contraponto

A
emoção
não
pelo
que
se
entra
mas
pelo
o
que
se
esvai

Quanto
mais
amplo
o
espaço
maior
o
eco
mais
longos
os
ais

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
13/2/2019 às 23h41

 
Aparições

Apesar
de
tanta
vela,
tu
te
revelas
à
base
da
manivela

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
13/2/2019 às 07h51

 
Palavra final

Sócrates
morreu
pregado
em
suas
convicções

Jesus
pregado
na
cruz

Nós,
mortais,
em
vãs
ilusões

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
12/2/2019 às 23h07

 
Direções da véspera I

Foram-se os dourados da década travestida
de ouro. Por angústias, os dias se ressarciam
nas aventuras e músculos do Sheik de Agadir.

Nesse tempo, o anjo torto ensimesmou-se.
Nesse tempo, ser gauche tornou-se crime de guerra.
Mais tarde, disseram-me que:
saiu-de-moda. No desajeito da fala,
procuro meu verbo perdido.

Naufragando em papel, minhas palavras.

No desajeito destes versos, vagueiam
sonâmbulos da cidade prometida.

(Do livro Travessias)

[Comente este Post]

Postado por Blog da Mirian
10/2/2019 às 18h08

 
Nada de novo no front

Eu gostaria de escrever algo de novo e de bom sobre o Rio de Janeiro e por conseguinte do Brasil, mas na área federal, o governo tem apenas 39 dias, nada tenho a acrescentar ou tirar do que já existia. A não ser a catástrofe de Brumadinho em Minas Gerais, o rompimento da barragem de rejeitos minerais da Vale do Rio Doce, culminando em mais de 300 mortos.

Acrescento também os atentados criminosos no estado do Ceará, a saúde do Sr. Presidente da república, após o atentado sofrido em Juiz de Fora, Minas Gerias, sem que as autoridades desvendem até o presente momento o mandante dessa estupidez.

No Rio de Janeiro, porém, todo dia é dia de tragédia. Não bastassem a desorganização política, social, de saúde e de segurança, a natureza desceu a mão pesada em forma de chuva. O povo já tão sofrido desse Estado, que já foi o mais importante Estado da federação nacional.

O despreparo dos políticos do Rio de Janeiro, por si só, tornam a cidade e o estado terra de ninguém, sem controle e sem organização, do ponto de vista, da urbanização, da fiscalização e do ordenamento social vigentes em nossa cidade.

Pasmem, os deputados que tomaram posse, agora discutem como empossar deputados presidiários. O povo os elegeu, mas os senhores deputados não o considera apto, para discutir e decidir por mais essa aberração da política carioca.

A tragédia de hoje, 08 de fevereiro 2019, no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, que exterminou o sonho de dez crianças e de seus familiares, abruptamente. Só então, o governo municipal, lembrou que não há alvará, licenciamento do ninho do urubu, para funcionar. Aonde estava ou onde estar a fiscalização municipal?

As brigas entre facções rivais e incursões de policiais, cumprindo os seus deveres constitucionais e de segurança, deixam hoje um saldo de 13 mortos. Apreensão de armas de diversos calibres, alguns feridos e outros tantos presos.

Que cidade é essa? Que estado é esse? E a quem nós cidadãos e cidadãs creditamos o poder de representar-nos, como carioca e brasileiros que somos?

Aprendamos a cuidar dessa Cidade e desse Estado, com bem-estar social, segurança, saúde, educação e respeito. A população merece e agradece e, cobra isso como premissa de quem dizia em campanha: “agora vamos cuidar das pessoas”. Até o presente momento de nada cuidou e tão pouco das pessoas. Rio, 08/02/2019

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
9/2/2019 às 11h23

 
A Belém pulp, de Edyr Augusto



Edyr Augusto é hoje um dos nomes mais proeminentes da literatura contemporânea brasileira. Seus livros, editados a partir da década de 1990, pouco a pouco foram ganhando destaque da crítica e, já se pode dizer, do público leitor. Algumas de suas obras foram traduzidas para o inglês e francês. Desde então, o escritor paraense tornou-se um dos principais artistas que representam a complexa contemporaneidade da urbanidade amazônica, especialmente da capital paraense.

Longe de ser um porta voz de uma única e imutável identidade regional, sua literatura está muito mais ligada às últimas três décadas da realidade urbana da região. Essa realidade está situada principalmente em seus centros urbanos, mais especificamente, em Belém do Pará.

É com Os Éguas, de 1998, primeiro romance do autor, que essa trajetória e essa narrativa da cidade começam a se desenvolver. Nesse romance, já está presente uma caracterização da região que dista radicalmente das imagens consagradas pelos discursos regionalistas e midiáticos. A Belém que surge é povoada pela degeneração de seu ambiente.

A cidade se faz presente pela violência, pela corrupção, pelas drogas, pela simulação, pelo medo. Através do Personagem Gil, um investigador de polícia, a capital do Pará e seus “tipos” salta para fora, agônica e doente, como um instinto represado pela dor, que implode, página por página, a realidade.

Essa caracterização se seguirá nos livros posteriores, como Moscow (2001), Casa de caba (2004), Um sol para cada um (2008), Selva concreta (2013) e Pssica (2015). As imagens da caótica vida urbana que alimenta o noticiário “mundo cão” das capitais, como Belém, é um dos temas dos livros de Edyr, mas neles não está apenas uma imagem aterradora em fragmentos demonstrada, mas sim um projeto de escrita que formaliza a contemporaneidade decrépita que a todo dia cintila e obscurece nossos olhos.

Vejam, por exemplo, a abertura do conto Sujou, do livro Um sol para cada um, que integrou, em 2010, a Antologia Pan-Americana: 48 contos contemporâneos do nosso continente:


“Eu já sacava o cara. A gente fica ali na esquina e vai vendo as figuras da vizinhança. Basta qualquer barulho e eles chegam na janela dos prédios. Fica tudo lá, olhando. Mas parece que tem uma fronteira, sabe? Daqui para lá e de lá pra cá. Lá pra frente os barões. Aqui pra trás a zona. Mas é que às vezes tá roça mesmo. Ele chegou com o carrão e ficou esperando abrir o portão da garagem. Encostei, disse oi, pedi uma ponta, cigarro qualquer coisa. Disse que dava chupada, essas porras. Me deu uma banda. A Maricélia disse que podia dar merda, o cara se queixar, sei lá, segurança do edifício. Não deu. Disse que outro dia, tava de nóia, rolou discussão e mandaram chamar a polícia por causa do barulho” .



Reprodução

Na cidade de Edyr, a Belém é, ao mesmo tempo, dividida e indivisível, vigilante e vigiada, repleta de gente e solitária. A prostituição é, aqui, uma de suas marcas. Presente no centro da cidade, ao lado de suas praças, de suas ruas centenárias, de seus orgulhosos prédios históricos.

O que está em jogo é essa possibilidade de observamos essas outras faces dessa contemporaneidade da cidade, não apenas para atestar esses aspectos desoladores. Mas, fundamentalmente, compreender que não os reconhecer, ignorá-los, é também ignorar essa história, essa configuração social, essa realidade. É desconsiderar uma das mais importantes formalizações estéticas que se encarrega de representá-la.

Não é apenas negar, como reação, uma Belém idealizada veiculada ainda hoje por vários discursos (midiáticos, sociais, institucionais). Mas é – sob pena de virarmos as costas para o contemporâneo e sua decisiva importância que, gostemos ou não, transformaram parte do ethos do ser amazônico, belenense – dar visibilidade a uma representação que dialoga decisivamente com essa experiência.

Mais do que uma outra face da Amazônia, de suas cidades, essa caracterização surge como uma possibilidade de reconhecermos que, se a arte não é, obrigatoriamente, uma reprodução da realidade, ela não é apenas uma manifestação extemporânea.

No caso da literatura de Edyr Augusto isso é ainda mais revelador. Exatamente porque ela pode nos proporcionar uma representação da cidade que está, ao mesmo tempo, próxima demais do leitor e distante demais (o jornalismo a aproxima pelo fragmento, pelo fait divers) de uma representação estética que a formalize, que a reúna em um corpo discursivo que tem nessa experiência urbana seu fundamento.

Esse fundamento é esteticamente construído em estreita relação com o gênero de literatura policial. Mas ao contrário do clássico romance policial que primava por um detetive sóbrio, talentoso, genial e pela decifração lógica do crime, precisa, implacável e por uma representação da cidade onde o criminoso é ainda um elemento que se esconde na multidão, a literatura de Augusto está muito mais próxima do gênero pulp. Desse gênero no qual o crime é parte essencial da grande cidade, que nela habita como um hematoma indissolúvel, como nas cidades norte-americanas povoadas pelo crime das primeiras décadas do século XX.


Os “Éguas”/Belém, publicado em francês. Reprodução


Nesse ambiente, o detetive é alcoólatra, a violência é um de seus recursos, ele não é excepcional e a cidade que passa diante dele lhe parece como um acúmulo de seres e paisagens decaídos.

Assim surge a cidade na literatura do Augusto paraense. Sua narrativa, preenchida por essas características, adota uma série de imagens do lugar, imagens que remetem a espaços físicos, às caracterizações profundamente cênicas de situações e focalizações de seus “tipos” urbanos que, propositalmente, contrastam com um romântico discurso acostumado e atrofiado sobre a região e a “Cidade das mangueiras”.

A capital do Pará surge em sua literatura em um ritmo vertiginoso, sua escrita mimetiza o diálogo coloquial, o caos citadino, a fragmentação noticiosa dos jornais, o choque, a indiferença.

Uma representação que tem por temática o urbano e sua contemporaneidade, uma escrita que é realizada como um roteiro cinematográfico, repleta de imagens que nos levam diretamente para fisionomias imagéticas/fílmicas de Belém do Pará.

Nessa cidade pulp, nem sempre se pode lamentar o reluzente passado. Pode parecer desolador, mas, talvez, não se tenha mais tempo para essa lamentação, diante das cenas que implodem, diariamente, página por página, a realidade.


Texto publicado em Diário online. Em 12 jan. 2019. E em Relivaldo Pinho

Relivaldo Pinho é autor de, dentre outros livros, Antropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia . ed.ufpa, 2015.

[Comente este Post]

Postado por Relivaldo Pinho
5/2/2019 às 12h19

 
Fatos contábeis

Em
mãos,
sonhos
e
jogos
armados

À
mesa
perdas
e
danos
contabilizados

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
5/2/2019 às 08h15

 
Jaula de sombras

Acordar
cansado

Sonhos
em
vão

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
5/2/2019 às 08h14

 
Camadas tectônicas

Nem
toda
vontade
está
forrada
de
desejo

mas
todo
desejo
está
imbuido
de
vontade

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
4/2/2019 às 21h35

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROPOS SUR L' ÉDUCATION
ALAIN
PRESSES UNIVERSITAIRES DE FRANCE
(1972)
R$ 33,00



O MESTRE INESQUICÍVEL - ANÁLISE DA INTELIGÊNCIA DE CRISTO -5
AUGUSTO CURY
SEXTANTE
R$ 9,62



FINANÇAS CORPORATIVAS E VALOR
ALEXANDRE ASSAF NETO
ATLAS S.A.
(2012)
R$ 70,00



DIREITO CONSTITUCIONAL (COLEÇÃO RESUMOS DE BOLSO)
ERIVALDO DA SILVA OLIVEIRA
PREMIER MÁXIMA
(2008)
R$ 15,00



VAREJO SOCIALMENTE RESPONSÁVEL
JACOB JACQUES GELMAN, JURACY PARENTE
BOOKMAN
(2008)
R$ 15,00



CURSO DE DIREITO CIVIL BRASILEIRO: VOLUME 7 - RESPONSABILIDADE CIVIL
MARIA HELENA DINIZ
SARAIVA
(2005)
R$ 17,43



FAZENDO MEU FILME 1 - A ESTREIA DE FANI
PAULA PIMENTA
GUTENBERG
(2009)
R$ 12,00



SOBRE A VIDA FELIZ
SANTO AGOSTINHO
VOZES
(2014)
R$ 7,00



REVISTA XBOX--113.
EUROPA
EUROPA
R$ 16,00



SUBSIDIOS PARA UMA REFORMULAÇÃO POLÍTICA
ERLINDO SALZANO
EDAMERIS
R$ 18,00




>>> A Lanterna Mágica
>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Ricardo Gessner
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês