busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Segunda-feira, 10/8/2015
Camila Oliveira Santos
Julio Daio Borges



Atendendo a pedidos, publicamos pequenas entrevistas com os Blogueiros do Digestivo - JDB

1. Qual é a sua história com o Digestivo? (Como conheceu; há quanto tempo lê; por que acredita na iniciativa do Digestivo Blogs.)

Comecei a ler o Digestivo em 2011, quando descobri por acaso as reportagens, indicações de livros e promoções dos mesmos, vindo a ganhar dois exemplares! Nunca mais abandonei, pois acredito na inteligência e imparcialidade das publicações feitas.

2. Qual é o seu "background" (sua formação)? De onde vem; o que estudou; quais trabalhos seus citaria etc.

Sou Tecnóloga em Processamento de Dados, Pós-Graduada em Docência para o Ensino Superior. E, agora, estou no 4° semestre como Tecnóloga em Produção Multimídia. Sempre gostei de internet, informática, inovação, mas escrever também é uma paixão que não posso ignorar, e a tecnologia de hoje me proporciona os dois prazeres de maneira conjunta e agradável. Sou de Sorocaba, interior de São Paulo. Também sou Técnica em Informática e Comunicação Visual, trabalhei em algumas empresas privadas e no serviço público.

3. Sobre quais temas vai falar/tratar no seu blog?

Vou falar de tudo um pouco na área da cultura: modinhas de internet, livros etc. Relacionando tudo ao comportamento da sociedade. Mas vou falar, principalmente, de filmes, de todos os tempos, diretores, séries, adaptações, atores etc. Porque eu AMO cinema, e não consigo fazer qualquer coisa sem citar ou lembrar-me de alguma cena, música ou sem me colocar dentro de uma sequência. Sou louca por cinema mesmo!

4. Você já teve blog? Se sim, qual (ou quais), e com que repercussão?

Tenho o blog Ela Veste Preto desde o ano passado. Ele começou para divulgar a continuação de uma história minha. Depois tomou rumos próprios, publicando post culturais que aparecem "do nada" para invadir o espaço. O blog possui seguidores principalmente do sexo feminino, pelo design dele, mas as matérias são voltadas a qualquer pessoa com idade entre 15 e 100 anos - para isso basta ter um pouco de bom humor e entender de algumas cenas clássicas do cinema. Há também dicas de estudos e de como tirar proveito da internet. Graças a tudo isso, estou, no momento, próxima das 135 mil visualizações.

5. Qual é sua relação com a escrita? Já escreveu em outros veículos/sites? Já publicou? Como foi a sua experiência nesse sentido (de colaborar e/ou publicar)?

Minha relação com a escrita já tem uns 12 anos. Comecei a escrever depois do ensino médio, para matar o tédio, embora já escrevesse mentalmente antes. Participei, desde então, de muitos concursos e cursos de formação pela internet, e em centros culturais pela cidade.

Na Web, tenho trabalhos publicados no Recanto das Letras, SlideShare, Scribd, Wattpad e em muitos outros cantos e recantos em que me são permitidos (como aqui). Publicar é muito satisfatório, pois você pode ver seu trabalho concluído, sob uma nova perspectiva - para arrepender-se ou orgulhar-se. Quando se dá conta, ele não é mais seu e, sim, de todos os que leram e deram retorno, construindo uma nova versão do texto.

6. Como é se interessar por cultura, ou ter uma atividade intelectual, ou simplesmente ler o Digestivo, num país como o Brasil, ou sendo brasileiro? É uma profissão de fé? Ou é um desafio que te motiva (no dia a dia)?

Com certeza, é um desafio! Primeiro, não há incentivo de grandes patrocinadores para essa área. Depois, as massas não se interessam tanto (como se interessam por esportes e música popular). Só o amor pelo trabalho pode justificar fazer algo que muitos não entendem como profissão...

7. Você acha que, através da internet, podemos mudar esse cenário (de pouca cultura, pouco interesse pela vida intelectual, parca discussão de ideias etc.)?

Sim, realmente acredito que estamos mudando. Mesmo nas "modinhas" de blogs, videoblogs, games etc., existe a escrita, a leitura, o uso intelectual de diversas faculdades para desenvolver ideias que podem mudar o mundo. Sem a internet, compartilhar ideais, leituras e experiências seria algo ainda preso às pequenas rodas sociais, a um local pequeno, limitador e "moderado" (onde nem sempre você se encaixa, e que nem sempre possui todas as respostas para as suas perguntas).

8. Quais foram suas maiores influências? (Não precisa, necessariamente, ser alguém conhecido ou "famoso". Pode citar obras e/ou experiências também.) Quais "modelos" pretende seguir (ou te servem de referência)?

Meus modelos, primeiramente, foram minha família e meus amigos. Depois, personagens de cinema como Tom Cruise em Negócio Arriscado e Sr. Walter White de Breaking Bad. Finalmente os jovens inovadores no mundo, especialmente no Brasil - que, apesar das adversidades, acredita em si para construir algo diferente e ultrapassaar as expectativas através do empreededorismo.

9. Mais alguma coisa que os Leitores precisam saber de você (mais alguma coisa que você gostaria de falar e eu não te perguntei)?

Acho que não... Podemos descobrir durante as experiências neste ano! Gosto do meu pseudônimo, Mila Olivier - e é assim que vou assinar os posts...

10. Onde mais a gente pode te encontrar? (Links ou referências, na internet, que você quiser/puder passar...)

* Recanto das Letras

* Scribd

* SlideShare

* Blog Ela Veste Preto

* Livro A Madame que Colecionava Jovens

Nota do Editor
Camila Oliveira Santos, ou Mila Olivier, compõe o grupo de blogueiros do Digestivo Cultural ;-)

Julio Daio Borges
10/8/2015 às 12h06

 

busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês