busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quinta-feira, 10/5/2007
Comentários
Leitores

Prossiga
Pilar: privilégio poder ler o seu excelente texto. Prossiga - o que voce escreve e como o faz - nos agrada muito. Estamos sugerindo aos amigos "Your mother should know"...

[Sobre "Your mother should know"]

por eleika bezerra guerr
10/5/2007 às
22h03

seu sábio amigo Horroroso
Identificação total, assim que li o seu texto. Gostei do modo como escreveu, das coisas que disse e do seu sábio amigo Horroroso. Esse ventinho frio faz a gente gostar do ninho, aqui em Belô! Embora ave não migratória como você, gosto de dar meus vôos e saber que tem um edredon me esperando; as montanhas nos protegendo. E quantos becos a serem descobertos? Na casa da minha mãe também tinha uma banheira cor-de-rosa. Um dia, sonâmbula, com meu travesseiro e meu cobertor, fui encontrada dentro dela, talvez sonhando cor-de-rosa. Valeu. Abraço. Adriana

[Sobre "Your mother should know"]

por Adriana
10/5/2007 às
21h48

Sou de Porto Franco
Puxa! Li este livro, aliás, a xerox, pois não tive ainda como comprá-lo. Confirmo, de fato, toda esta característica da cidade de Porto Franco, pois sou de lá, hoje faço direito no Tocantins... Vivi toda a minha vida às margens do rio Tocantins. Klester Cavalcanti está de parabéns pela criatividade empregada na narração, que vai desde a vida pessoal sentimental de Julio, até o seu lado cruel e profissional a serviço do crime.

[Sobre "O nome da morte"]

por Wilson Gomes de Melo
9/5/2007 às
10h15

não será preguica linguística?
Moro na Inglaterra ha 13 anos e cada vez que visito o Brasil percebo o aumento do uso de palavras em ingles. Talvez nao seja preguica? Pois no lugar de "sale" deveria usar "liquidacao" e eu sei qual prefiro usar!

[Sobre "Estrangeirismos, empréstimos ou neocolonialismo?"]

por Alessandra
9/5/2007 às
07h57

admirável mundo intelectual
excelente texto. a descrição dos "geniais" intelectuais é uma das mais perfeitas que li. é o que mais me marca nesse texto por revelar a tristeza de um país que depende desses pensadores movidos a dinheiro público mal gasto. e toma professor da "usp" dando grito de horror

[Sobre "Era uma vez uma verdade"]

por léo
8/5/2007 às
20h10

Viagens
Que texto legal, Pilar. Se você viaja desse jeito, fico curioso a respeito de um relato de uma viagem feita, qualquer uma. No aguardo! Abraços

[Sobre "Your mother should know"]

por Guga Schultze
8/5/2007 às
17h31

Não tem jeito!
Brilhante. E tome popularidade alta do governo!

[Sobre "Era uma vez uma verdade"]

por Juca Azevedo
8/5/2007 às
12h29

Belo Texto
Belíssimo texto, de uma fluência e beleza realmente tocantes. Preciso e enxuto; toca nossas memórias mais delicadas e desvenda uma emoção quase sempre intuída. Um texto reverente aos que escrevem e amam livros.

[Sobre "o trompetista gago"]

por Carlos E. F. Oliveir
8/5/2007 às
07h56

Ninguém segura este Braziu...
O que tem de lei absurda por aí... e tanta gente assinando embaixo o tempo todo. Por falta de consciência, de conhecimento de causa, por conveniência, má-fé ou coisa do gênero. Tá sim muito complicado e triste ser brasileiro. Grata pelo artigo, vou repassar. Beijo.

[Sobre "Era uma vez uma verdade"]

por Gisele Lemper
7/5/2007 às
20h55

Autopublicação, sim!
Sim, Gabrielle, você vai. Contudo, recomendo a todos o site lulu.com, onde as pessoas podem publicar seu livro sem ter que arcar com qualquer "tiragem mínima". A autopublicação é a saída para aqueles que não podem ter seu livro publicado por uma editora tradicional, ou ainda, para aqueles que querem mandar uma banana pra elas! Se seu livro for bom mesmo, talvez elas venham atrás de você...! Aí, vê se aproveita e pisa muito, antes de aceitar qualquer oferta. Abraços.

[Sobre "Os desafios de publicar o primeiro livro"]

por Albarus Andreos
7/5/2007 às
17h02

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês