busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Terça-feira, 18/12/2007
Comentários
Leitores

Frida, uma lição de vida
O filme "Frida" é uma lição de vida. Muitas pessoas não sabem se valorizar e nem dar valor ao próximo, então sugiro que assistam ao filme e vejam a realidade e o sofrimento que varias pessoas sofrem mas não perdem o talento...

[Sobre "Frida Kahlo e Diego Rivera nas telas"]

por Emanuelle M Pereira
18/12/2007 às
10h45

O gênio do crime
Também ando a procura, e fico feliz em encontrá-lo, pois eu fiz o filho do câmbiasta.

[Sobre "Minha Estante"]

por Benício Brasil
18/12/2007 às
05h29

Ler devia ser proibido
Há um video no YouTube que diz: "Ler devia ser proibido". E a última frase do narrador do texto, dentro do video, diz: "Cuidado, ler torna as pessoas perigosamente... mais humanas". Concordo com a Márcia, e também no ponto em que ela diz sentir aquele vazio ao final de um livro. Raramente leio romances, mas "aquele Orwell" sempre faz eu me sentir vazia, após o término. E pelo motivo que eu comecei esse comentário: ele me tornou mais humana. Seja lá o que pode ser considerado "humano"... Mas eu já deixei de questionar o magnífico sistema. E gosto do vazio, sinceramente.

[Sobre "Como um leitor se sente..."]

por Bruna
17/12/2007 às
23h16

D. M. significa o que parece
Eu sinto desprezo intelectual, moral, espiritual, físico, mental, jornalístico e literário pelo D.M.

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por João Clésio Almeida
17/12/2007 à
01h38

Patolândia?
O nome correto é "Patópolis".

[Sobre "Para ler o Pato Donald"]

por João Carlos de Souza
16/12/2007 às
17h44

Surpresa
Opa, me descobriu! Pois é, sou fã, parabéns por isso tudo aqui!

[Sobre "Missão"]

por Daniel Bastos
15/12/2007 às
20h12

Gentileza: adicionar sempre
Oi Adriana. Que bom ler um texto como este, logo pela manhã. Pensei num link para o Blog Linha. Gosto muito destes assuntos. E muito mais quando escrito da maneira como fez. E num post anterior, escrevi sobre dálogo. Um assunto bastante ignorado pelas pessoas. Então, a partir dele, vamos reconhecer a presença do outro. E vamos ter prazer em distribuir, partilhar, fazer gentilezas, certo?

[Sobre "Uma gentileza, por favor"]

por Anna
15/12/2007 às
11h24

Bewoulf, o mico do ano
Vou te dizer uma coisa - sem radicalismos, claro: depois que descobri o cinema oriental (principalmente o chinês) e redescobri o cinema brasileiro, tenho olhado para o cinema norte-americano como algo de segunda classe, que pode ser visto assim, quando der, quando não tiver nada melhor.

[Sobre "Beowulf, o mico do ano"]

por Andre L. Soares
14/12/2007 às
10h24

Contrafação da verdade
Pessoaln não adianta, quem faz as leis sao os políticos, leis estas que servem para nos prejudicar caso não votemos neles. Contudo, quando eles aprontam - e sempre aprontam -, renunciam para não serem cassados. Não tem jeito: eles fazem o que querem e sempre saem ilesos. Voto obrigatório não é democracia, é uma didadura disfarçada, é uma contrafação da verdade para a população cega do país.

[Sobre "A favor do voto obrigatório"]

por claudinei porto
14/12/2007 às
11h27

Sobre o Domingo com Poesia
Fui checar o Domingo com Poesia... Não conhecia; gostei.

[Sobre "Domingo com Poesia, de Pedro Sette Câmara"]

por Maria Olimpia Melo
10/12/2007 às
21h54

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês