busca | avançada
63094 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Terça-feira, 7/6/2011
Comentários
Leitores

Caminhonete azul de brinquedo
Julio, por acaso lembras qual o nome daquela caminhonete azul de brinquedo? Era da Estrela?

[Sobre "Meu primeiro computador pessoal"]

por wanderson
7/6/2011 às
16h01

Os três quadros de Manet
Texto muito bom. Foi valiosa a análise dos três quadros de Manet.

[Sobre "Manet, o rebelde de casaca"]

por José Frid
7/6/2011 às
15h40

O direito de ser diferente
Débora, concordo plenamente com você: a igualdade está no direito de ser diferente, ler autores diferentes, ter opiniões diferentes... pena que nem todo mundo pense assim. Obrigado pelo comentário.

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Gian Danton
7/6/2011 às
14h49

O valor da leitura
A maioria das pessoas que alegam o preço do livro para não lerem estão mentindo, pois são capazes de gastarem muito mais no cinema e em suas famigeradas pipocas, em chopes e batatas fritas, roupas descartáveis, etc. Apenas não se interessam e/ou não valorizam a leitura, não entendem como alguém possa perder tempo com algo sem imagens nem som.

[Sobre "Bibliotecas públicas, escolares e particulares"]

por José Frid
7/6/2011 às
14h19

No tempo da boa música
A Carla nos fez ter uma belíssima viagem no tempo da boa música. Nos relembrando canções que marcaram por terem inteligência na composição das mesmas. Boas canções e interpretações eternizam as notas em nossa coração! Parabéns, Carla!

[Sobre "Música e humor"]

por Tatiana Moreira
7/6/2011 às
13h02

Vamos evoluir!
Socorro! Conceito de "raça" não existe cientificamente. Somos todos a "raça" humana. É incrível perceber que, nas relações humanas, apenas a tecnologia evolui e integra - ao passo que o cérebro de muitos continua na época dos tempos da segregação. Vamos evoluir! Vamos todos ser humanos - o que implica todas as nossas diferenças. A igualdade está no direito a ser diferente, em todos os sentidos.

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Débora Carvalho
7/6/2011 às
12h48

Para quem ficou curioso sob...
Para quem ficou curioso sobre a pesquisa do Fredrick Werthan e suas consequências, dois textos interessantes

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Gian Danton
7/6/2011 às
10h20

A leitura é livre
Cilas, você tocou num ponto importante: ninguém é dono da forma como as pessoas lêem um livro, um filme, uma história em quadrinhos. A área de pesquisa de processos midiáticos analisa exatamente como a leitura é livre e, muitas vezes foge até dos objetivos do autor da mensagem. O Tio Patinhas, por exemplo, é visto pelos pesquisadores marxistas como propagador da ideologia capitalista, mas um amigo meu lia, adorava e dizia que, para ele, aquilo era uma sátira do capitalismo selvagem.

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Gian Danton
7/6/2011 às
10h11

Santa mistura
O que atormenta aos "puristas" é o fato de se saberem "donos" da verdade de como as crianças lêem os livros de Lobato. Eu, por exemplo, sentia o prazer enorme nas "aventuras" deles todos e, também, dos salgados e doces da Dona Benta. Como criança, lia e aprendia a ser criança, não com a percepção de adulto, como agora, cheio de manias e fobias. E querem saber, adorava aquela época, sem ser saudosista. Aprendi muito com ele. E quanto a ser mestiço, bem, sou negro disfarçado de branco, já que o meu pai era mulato (filho de mãe índia/negro, minha mãe branca filha de portugues com brasileira). Viu só, sou "agente" secreto da "pura" e "clara" eugenia. Longe para sempre os meus sete irmãos, quatro "brancos" e quatro mulatos. Santa mistura. Será que o que escrevi é verdade?!!! Parabéns Gian.

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Cilas Medi
7/6/2011 às
09h41

A condição dos publicitários
Não conhecia as particularidades, mas é sobejamente conhecida a condição dos publicitários. O "sobejamente" não deu um ar "cool" para o que disse... ou escrevi. Risível. Coitado do estagiário... mas, pensando bem, um dia será dono da agência, portanto, não é assim coitado, mas um "sem" experiência. Logo, "pode crer" será um que irá despedir outro estagiário. E parabéns pelos prêmios. Abraços!

[Sobre "Manual do Publicitário"]

por Cilas Medi
7/6/2011 às
09h27

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
63094 visitas/dia
2,3 milhões/mês