busca | avançada
62879 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Sábado, 17/5/2003
Comentários
Leitores

Acabo de ler pela 2ª. vez
Acabo de ler pela 2ª. vez o excelente texto de Lauro Machado Coelho, que esta me ajudando a preparar um trabalho dirigido a formação de platéias para musica erudita.

[Sobre "A Música Erudita no Brasil"]

por Luiz Dividino
17/5/2003 às
11h53

Fonseca fenece
A obra de Rubem Fonseca captou, antes de qualquer sociólogo, o tom que a violência tomaria no Brasil pós-anos 80. Mas, claro, isso não quer dizer que estamos diante de um novo gênio das letras. que ele está decaindo, é visível. que tem seguidores medíocres, de quinta mesmo, como Patrícia Melo, sabemos mais ainda. Julio, seu texto foi um bom diagnóstico da situação apontando os bons tempos do Fonseca e o fenecimento de hoje.

[Sobre "Rubem Fonseca e a inocência literária perdida"]

por jardel
16/5/2003 às
19h43

Ressonância literária
Sempre considerei Rufo um grande autor. Não somente pela linguagem incisiva, bem colocada e rápida. Mas, pela maneira de tratar a realidade urbana, as contradições existentes na sociedade, pontualmente amplificada no papel do escritor “comedor”. A tentativa de compreender o mundo por meio da literatura, essa verossimilhança, é o recheio mais saboroso da obra de Fonseca. Em o "Diário...", a metáfora é novamente realçada. E certamente, não podemos desqualificar ou reduzir a obra, simplesmente pela repetição. Vejo tal referência como recurso literário e não o esquartejamento da criatividade.

[Sobre "Rubem Fonseca e a inocência literária perdida"]

por Rodrigo Rossi
16/5/2003 às
09h50

Frida
Agora é o filme “Frida”...podemos começar falando que ele é superficial, que soa mal por ser narrado em inglês (ela era super nacionalista), mal montado (que pena!), cheio de clichês e querendo, dá para apontar mais alguns deslizes ...mas ele é bonito, bem humorado, com ótimas animações, gostoso de assistir ...pela Frida, Diego Rivera, o México daquela época, as músicas, a revolução, a turma toda (Siqueiros, Trotsky, Rockfeller, André Breton, Picasso...) ...e quando, sem a gente querer, o filme acaba e já estamos de alma lavada...ouvimos Caetano Veloso cantando Burn It Blue. Muito legal!

[Sobre "Frida Kahlo e Diego Rivera nas telas"]

por manduka
15/5/2003 às
14h16

É isso mesmo
Muito bom. É isso mesmo.

[Sobre "Marketing do tempo das cavernas"]

por J. D. Baggio
15/5/2003 às
14h03

O drama de Frida Khalo
Meu caro Julio Daio:você entendeu mais que o filme,a vida Frida Khalo,uma pintora que fez um diário pictórico,em vez de pintar a revolução.Seu artigo mostra o drama da vida da artista mexicana que, se não era uma grande pintora,surpreendeu o mundo com sua coragem e obsessão pela Arte.Um dos seus melhores artigos.O filme passa todas as informações necessárias de que um crítico precisa para analisar a vida e a obra de Frida Khalo,mas nem todos pensam igual.O drama da pintora mexicana é mais um exemplo de vida que um exemplo de arte, e você teve a lucidez de transportar tudo isso para o seu artigo. Parabéns.AB.

[Sobre "Frida Kahlo e Diego Rivera nas telas"]

por AlbertoBeuttenmüller
14/5/2003 às
07h56

Tragédia volta ao Carga Pesada
Concordo com você, Camila. O seriado não deixa de ser ruim por ser mais leve que a versão original. Também concordo que Mulheres Apaixonadas é estressante. Novelas servem para desanuviar, entreter, mesmo que sejam fúteis, e não para deixar o público ainda mais angustiado. Mas acho que a alegria vai acabar: pelo que eu vi, no episódio de hoje do Carga Pesada vai ter um acidente.

[Sobre "Carga mais leve para Pedro e Bino"]

por Adriana
13/5/2003 às
17h09

podres sobre o MST
Caro Félix !! É muito importante essa sua colocação, trabalho com o Dep. Federal Luis Carlos Heinze que tem um um trabalho na camara dos deputados PFC 16 ( plano de fiscalização e controle ) e que tem muito mais podres ainda sobre o MST. Se tiveres interesse de pesquisar algo, o e-mail é [email protected]. att Tiago Zanotelli

[Sobre "A verdade sobre o MST"]

por Tiago Zanotelli
12/5/2003 às
17h22

Deixem a vida mais colorida!
O seriado é mesmo uma ilusão, Pedro e Bino fazendo turismo, estradas boas, só diversão. Nem por isso deixa de ser um seriado bom! Quem quer violência, coisas ruins, que vão assistir o jornal Nacional ou assistir "mulheres apaixonadas", acho que as pessoas merecem uma série, um pouco "fantasiada" pra poder aliviar o que elas vêem diariamente, imaginem o trabalhador chegando em sua casa... qual é a primeira coisa que ele faz? ligar a tv!! e por que não deixar a vida mais colorida? Chega de violência, o que eu digo não é alienado, apesar da realidade que os meios de comunicação tentam nos impor, sempre estaremos com o pé no chão, pois vivemos o inferno todos os dias!

[Sobre "Carga mais leve para Pedro e Bino"]

por Camila
9/5/2003 às
08h53

Show de histeria
Acho que Oliviero Toscani merece um advogado melhor. Stalimir

[Sobre "A Publicidade e Sua Idiotice Específica"]

por Stalimir Vieira
7/5/2003 às
22h43

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
62879 visitas/dia
1,9 milhão/mês