busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Quinta-feira, 23/3/2006
Comentários
Leitores

Informação e Aprendizado
O erro esta' também na escola, em manter ainda um sistema de ensino que pede "coleta de informações" aos alunos, em vez de pedir opinião própria e discussões em classe. É claro que, na era da informação, ela será facilmente plagiada. Porém não vamos confundir informação com aprendizado, que tem mais a ver com discussão e "conflito" do que simplesmente com coleta de informação...

[Sobre "Google: aprecie com moderação"]

por Aluizio
23/3/2006 às
15h34

Xô, Idade Média
Muito legal mas uma nojeira... Achamos que não conseguiriamos viver naquela época. Lorena e Fernanda

[Sobre "Curiosidades da Idade Média"]

por Lorena e Fernanda
23/3/2006 às
10h11

Cabulando aula
estamos em um grupo de estudos, todos gostaram mt! teve horas q rimos tb mt! gostaria de ver mais coisas engraçadas, como essas!thauzim

[Sobre "Curiosidades da Idade Média"]

por camila e flávia
23/3/2006 às
10h08

Quem cola, não sai da escola
Colegas da aula de computação, aproveitem bem! Pois, na prova, pode cair este conteudo...

[Sobre "Curiosidades da Idade Média"]

por maria karoline cris
23/3/2006 às
10h05

Direto da aula de computação
Nossa... que história estranha e esquisita! Nós achamos muito engraçada também. Entramos neste site porque estamos na aula de computação de história. É legal sabermos que, na Idade Média, as coisas eram desse jeito. E é bem legal, também, saber que hoje existem pessoas que se preocupam em passar esse tipo de informação... Parabéns!!!

[Sobre "Curiosidades da Idade Média"]

por Marina e Lizandra
23/3/2006 às
07h21

Cérebro ou corpo bonito?
Ainda bem que a inteligência é soberana aos aspectos físicos, pena que muita gente ainda não descobriu...

[Sobre "Não quero encontrar você no Orkut"]

por Luciano Gomes de Ama
23/3/2006 à
00h25

Eu detesto e-mail, ué
Também ri muito, pois concordo com quase tudo... Menos com essa parte: "Agora, detestar e-mail... isso eu nunca vi". Se você nunca viu... eu sou o primeiro. Pois eu detesto e-mail, só converso pelo msn. Mas se você quiser me mandar um e-mail vou ler com muito gosto, só não prometo responder, a menos que seja pelo msn (rsrsrs)!

[Sobre "Não quero encontrar você no Orkut"]

por Lucas
21/3/2006 às
14h37

Quem sou eu sem educação?
Ao ler seu artigo, me identifiquei com suas idéias, as quais já defendo há muito tempo, principalmente dentro da minha família e com alguns amigos mais chegados. Na minha opinião, quando não se respeita a fase natural de crescimento de um ser humano, esse ser humano deixa um pouco o seu lado humano e se torna um alienado, chato, e materialista, com uma fome voraz, apenas de poder e ter. A criança que existe dentro do seu ser fica adormecida (graças a Deus, não morre nunca), e sem essa criança acordada, fica triste, feio, com um aspecto animalesco. Se quando adulto perguntarmos a essa criatura quem ela é, o máximo que iremos obter de resposta é: sou fulano... (citará o nome e os números de seus documentos) e, depois disso, só conseguirá falar sobre o que conquistou materialmente na vida. Engraçado... como se a vida fosse somente isso. Um ser humano sem alma para mim é um andróide, um alienado perdido no espaço, robotizado pela sociedade, pela política e pela religião. Jamais essa cria!

[Sobre "A educação atual de nossas crianças"]

por Rejane Guimaraes
21/3/2006 às
09h25

Cara, tava atrás de definição
Caro Marcelo, apesar de tantas indas e vindas, dos tombos e dos levantes, passei a encarar essas situaçoes com mais simplicidade, como vc as trata ao final do seu texto! É isso ai, é certo q uma hora a gente bate as botas, e nignuem sabe o q tem do lado de la', e a partir dai vejo q criamos muitas barreiras desnecessárias, superando isso de uma forma simplista, respeitando os outros e a sí, realmente o mundo esta cheio de possiveis amores!

[Sobre "Dos amores possíveis"]

por Carlos Campos
21/3/2006 às
02h18

mais amplo que a enciclopédia
Caro Giron, só agora vi este texto seu. Está mais amplo do que a enciclopédia Alvim, por exemplo. Parabéns! Temos que combinar retorno a Minas. Abraços.

[Sobre "Belham: nossa maior voz infantil"]

por Nísio Teixeira
21/3/2006 à
01h40

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês