busca | avançada
75720 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Segunda-feira, 1/1/2007
Comentários
Leitores

Mudança de paradigmas
Acho que é preciso uma atenção muito especial - inclusive por parte das universidades - sobre a literatura produzida na internet: não dá para ficar fazendo de conta que não está acontecendo nada, o texto on-line implica sim em uma mudança de paradigma tanto do escritor como do leitor porque este interfere simultaneamente e aí não dá para colocar nos blogues a fórceps uma fôrma comparativista como o folhetim quando surgiu no século XIX.

[Sobre "Cardoso"]

por lucila nogueira
1/1/2007 às
03h39

Um verdadeiro mestre
Tive a honra de ser aluno de Mayrant Gallo em quatro disciplinas. Uma delas optativa. E seria aluno dele por tantas outras matérias, se tivesse oportunidade. Um verdadeiro mestre, que sabe como passar o conhecimento aos alunos. As aulas de Mayrant e de alguns raros professores não podem ser distribuídas em pílulas. Pois são com eles que aprendemos não apenas lições acadêmicas, mas lições para toda a vida.

[Sobre "Conhecimento sem sofrimento"]

por Rafael Rodrigues
1/1/2007 à
01h20

Toda literatura é bem vinda
Toda literatura jovem é bem vinda para idealizar-se uma sociedade melhor e com educação disciplinada...

[Sobre "50 anos de poesia concreta"]

por Vanessa
31/12/2006 às
18h10

Sensibilidade apaixonante
Poxa... Parece que está escrito neste texto tudo que eu gostaria de escrever, de desabafar sobre o quanto dói amar e ser "obrigado" a, de repente, se "deixar" de amar. É como se eu lesse algo que um dia eu tentei escrever, mas não consegui. Sensibilidade apaixonante.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Évane
31/12/2006 às
02h38

Doses de popularidade
Olha acredito que o Jô Soares é uma criação insistida da TV Globo, ele possui um personagem muito parecido com seu aspecto mas que tem muitas diferenças. O fato de em algumas entrevistas ele se portar como uma pessoa muito auto-suficiente ou utilizar de sua experiência para abafar o entrevistado faz dele uma imagem melhor para Globo e para a audiência, já de fato visto que ninguém liga hoje a televisão para ver os entrevistados e sim o apresentador. Acho que o conhecimento geral dele é muito grande, culturamente, politicamente, historicamente, ele sabe um pouco de tudo, isto o faz um dos melhores apresentadores da televisão. A única crítica construtiva que eu tenho é que ele deveria dar mais importância ao entrevistado em uma visão específica, isto é, retirar mais do entrevistado à medida da capacidade do mesmo e, é claro, deixar de lado o "padrão comportamental" que o faz muito artificial. Um exemplo é o Ratinho um apresentador que injetava na televisão doses de popularidade.

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por André
30/12/2006 às
13h16

Ainda falta muita coisa
Ler/leitura e escrever/criar são faces da mesma curvatura humana. Creio que devem/deveriam caminhar juntas. Na realidade, tem que caminhar junto também a divulgação do livro impresso/livro não impresso: eis os três Poderes da Cultura e da Educação. O que falta é política, propostas e metas orçamentárias mais realistas e justas para o setor. Sem falar no aumento do orçamento para a educação; mais incentivos e leis mais claras, simples, objetivas e transparentes para obter o dimdim para os projetos culturais; descentralizar um pouco as coisas; melhores salários para os professores dos ciclos básicos; mais pesquisas; mais bolsas de criação literária; mais bolsas de iniciação científica; questão dos preços dos livros; etc. Eis algumas coisas que o nosso país precisa para dar algum salto de qualidade... O primeiro é na educação básica, pois sem ela nada germina bem... Ficarei atento ao capítulo mencionado, apesar de não ter o livro citado. Obrigado e um abraço do josealoisebahiabhzmg...

[Sobre "Políticas para a leitura"]

por José Aloise Bahia
30/12/2006 às
02h56

Meu padrinho no Digestivo!
Mayrant é meu dindin! Me peguei revendo fotos e lá estava ele: Miécimo da Silva - mil novecentos e muita coisa! Muitos cartões postais e me perdi em recordações! Aí vai um recado pra ele: sua afilhada vai bem e saudosa! E ainda mora no Rio, no mesmo endereço!

[Sobre "O sebo ideal"]

por Regina Celia Fonseca
29/12/2006 às
16h02

Um livro sempre surpreende
Ganhei livros de presente, do Dalai Lama, sobre a relação da ciência com religião. Na etiqueta da livraria veio uma marca com a possibilidade de troca, achei bem interessante, uma vez que mesmo conhecendo bem o leitor, suas preferências e tendências, um livro sempre pode surpreender. Também ganhei outros dois de trabalho (sobre legilação), mas estes foram quase exigidos.

[Sobre "Livros de presente reloaded"]

por Simone
29/12/2006 às
15h29

Existem dois tipos de filmes
Existem 2 tipos de filmes em exibições, aqueles dos circuitos "shopcenters" e os "escondidos" nas salas, estações e cinemas especiais. Os filmes de circuitos são realmente amplamente divulgados e a massa vai assistir, paga 16 + 20 de coca-cola e pipocas. Mastigam o filme inteiro e o cérebro fica desoxigenado. Nada acrescentou. Ficções, efeitos especiais, carros voando, tiros, mortes e socos. No final eles aplaudem!! Prefiro assistir filmes de baixo custo mas que de alguma forma trouxe um pouco mais de informação para mim. Abraços, Ivo Samel

[Sobre "Cinema em 2006"]

por Ivo Samel
29/12/2006 às
14h46

Parabéns ao Digestivo Blog!
Gostaria parabenizar ao Julio pelo seu trabalho. O blog do Digestivo é o melhor atualmente na internet brasileira. Um grande abraço, Ivo Samel

[Sobre "Seis anos de Digestivo"]

por Ivo Samel
29/12/2006 às
14h37

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
75720 visitas/dia
2,6 milhões/mês