Ribeirão Preto e a Literatura | Digestivo Cultural

busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o terceiro episódio do Desafinados Entrevista
>>> Anexo LONA - Interações 1 - Cristina Elias & Thais Stoklos
>>> Viaje ao som de 'Sky', novo single de Dizin
>>> Lewis Wolpert explica como os organismos multicelulares se formam a partir de um simples óvulo
>>> Festival Aparecida Criativa surge para transformar a produção cultural de Sorocaba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pensar Não é Viver
>>> Caminhos para Roma
>>> Solitária cidadã do mundo
>>> Breve biografia
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A importância da virtude
>>> Deus ex machina
>>> Mulher-Flamingo
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
Mais Recentes
>>> Da Materialização à Legitimação do Passado de Clara Emilia Sanches Monteiro de Barros Malhano pela Lucerna (2002)
>>> Da Materialização à Legitimação do Passado de Clara Emilia Sanches Monteiro de Barros Malhano pela Lucerna (2002)
>>> 9788478387564 de Juan Maria Martinez pela Juan Maria Martinez
>>> Da Materialização à Legitimação do Passado de Clara Emilia Sanches Monteiro de Barros Malhano pela Lucerna (2002)
>>> Bang! uma Explosao de Marketing e Publicidade de Linda Kaplan Thaler pela M.books (2006)
>>> A Mochila de Roberto Jenkins de Lemos; Marcelo Martins pela Saraiva Didáticos (2005)
>>> Da Materialização à Legitimação do Passado de Clara Emilia Sanches Monteiro de Barros Malhano pela Lucerna (2002)
>>> Por Trás do Sucesso das Empresas de José Carlos Maron Jr. pela Aprenda Fácil (2011)
>>> O Lado Bom da Vida de Matthew Quick pela Intrísseca (2012)
>>> O Homem Que Amava Caixas de Stephen Michael King pela Brinque Book (1997)
>>> Os Deuses Vencidos de Irwin Shaw pela Record
>>> Zé Descalço de Leonardo Mendes Cardoso pela Do Brasil (1998)
>>> O Lobao e o Cordeirinho de Ivacy F. Oliveira pela Cpb Didaticos (2014)
>>> Libertinagem e Estrela da Manhã de Manuel Bandeira pela Ediouro Sinergia (2000)
>>> A Gargalhada do Jacaré de Elza Cesar Sallut; Jótah pela Do Brasil Sp (2007)
>>> King Kong de Delos W. Lovelace pela Ediouro (2005)
>>> Árvore um Rei da Selva - Contos Ecológicos - Escreve e Apaga de Jose Carhuatocto pela Bom Bom Books (2017)
>>> Anticâncer: Prevenir e Vencer Usando Nossas Defesas Naturais de David Servan-schreiber pela Fontanar (2008)
>>> Bolhas de Diléa Frate pela Cortez (2009)
>>> Biologia Geral Higiene e Puericultura - 2º V. - Biologia... de José Guerra P. Coelho - Henrique F. Portugal pela Bernardo Álvares (1970)
>>> Como Ouvir Pessoas de Ian Mackay pela Nobel (2000)
>>> O Gerente Como Líder e Orientador de Eric Parsloe pela Nobel (2001)
>>> Madre Teresa de Calcutá - a Santa dos Pobres de Édouard Le Joly pela Difel (1980)
>>> Convivendo Com a Pré-Escola – Teoria e Prática da Educação Pré-Escolar de Denise Branco de Araújo, Célia Regina Mineiro & Nancy Trindade Kosely pela Ática (1997)
>>> Todas as Cores de Vincent Van Gogh de Georgina Martins - Paolo Rui pela Ática (2007)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 26/6/2009
Ribeirão Preto e a Literatura

+ de 1600 Acessos

Teve início, no dia 18 de junho, a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto. Em sua nona edição, irá se estender por dez dias, reunindo milhares de livros e muitos convidados especiais, como promete o programa, disponível no site do evento e no folheto de sessenta e uma páginas, fartamente distribuído no local.

Shakespeare, na cena do balcão de Romeu e Julieta, põe em questão o problema do nome. A rosa ainda seria uma rosa, exalaria idêntico perfume, se, por qualquer acaso, ficasse escondida atrás de outro nome? A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto nomeia-se uma feira de livros. Deve ficar registrado, porém, que é mais do que isso.


José Miguel Wisnik

O evento vai bem além, ao incluir na programação muitas apresentações musicais de diferentes gêneros, do erudito (como foi o concerto do dia 19, no Teatro Pedro II, em que a Sinfônica local acompanhou os cantores líricos Fernando Portari e Rosana Lamossa) ao folclórico (músicas e danças populares chilenas, interpretadas pelo conjunto Raices de Chile, no dia 21). No meio desses dois dias, na tarde ensolarada de sábado, dia 20, o público foi presenteado com uma apresentação musical de José Miguel Wisnik ― brilhante encontro de música e literatura ― para mais tarde deleitar-se com outro show encerrando a noite; desta vez, de Adriana Calcanhotto.

Reafirmando essa tendência multimídia, várias sessões diárias e gratuitas de cinema e de teatro. Na seleção de filmes, a preferência foi dada àqueles baseados em livros, sem limites de estilo: de Ensaio sobre a Cegueira a Marley e Eu. Nas peças teatrais, privilegiou-se o gênero infantil.

O livro é a peça central que articula essa ciranda de shows de música, canto e dança e de sessões de teatro e cinema. E quando se fala em livro está implícito falar-se de autores. Para aproximar os presentes a estes últimos, foram concebidos o Salão de Ideias, projetado para uma audiência maior, e o Café Filosófico, mais intimista. Intercalados, foram programados para ocorrer a cada espaço de hora, diariamente, a partir das 10 da manhã, com pausas para as apresentações musicais. Para os apaixonados pela literatura ou interessados no ofício de escrever, a impressão seria comparável a de um grande buffet. Com pratos para todos os gostos, do hit voltado para o público teen Thalita Rebouças (Fala sério, mãe, Fala sério, professor, Fala sério, amor, entre outros) ao bem humorado engenheiro cubano Tirso Sáenz, antigo Ministro de Desenvolvimento e Tecnologia de Cuba, discorrendo sobre seu livro O ministro Che Guevara.


Thalita Rebouças e uma fã

Thalita incorpora de modo natural a adolescente descolada que conseguiu chegar lá. Permitiu que a jovem assistência, delirante, nela se projetasse, dando certeza (ainda que momentânea) de que um dia chegarão lá. Marketing? Pode até ser. Comovente, porém, ouvir as vozezinhas da plateia, estalando de novas, agradecendo à escritora por ter escrito textos tão cheios de verdades, que as auxiliaram a entender melhor a si mesmas e ao mundo. Sucesso retumbante.

Sucesso parecido tiveram os bate-papos com Adriana Calcanhotto e José Miguel Wisnik, que, no dia seguinte às apresentações musicais, voltaram para conversar sobre suas obras. Calcanhotto discorreu sobre Saga Lusa (relato sobre o surto psicótico que se abateu sobre a cantora durante uma turnê por Portugal), enquanto Wisnik mostrou, de forma leve e incrivelmente acessível, sua cultura e inteligência, comentando seu livro mais recente, Veneno Remédio ― O futebol e o Brasil.

O interesse que os presentes demonstravam em todos esses encontros parece por em cheque a afirmação de Baudelaire, feita em seu Pequenos poemas em prosa, segundo a qual o poeta perdeu sua auréola: ainda há rastros de divindade em quem sabe contar bem uma boa história.

No quesito ofertas de livro, o evento não contou com stands das grandes editoras comerciais. As tendas montadas pelas livrarias locais ofereciam, além das obviedades das listas de mais vendidos, obras dos escritores convidados tanto para o Salão de Ideias como para o Café Filosófico. A quebra da rotina ficou por conta do comparecimento das editoras ligadas ao governo, cujos livros são difíceis de adquirir fora do local de edição. Foi o caso da tenda da Fundação Alexandre Gusmão, de Brasília, com obras de qualidade sobre temas ligados a Relações Internacionais; da Fundação Biblioteca Nacional, do Rio de Janeiro, com seus volumes ilustrados e esmerados fac-símiles de obras de seu acervo; Imprensa Oficial do Estado de São Paulo; Editora Universidade de São Paulo (EDUSP) e da Editora da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP, a única a oferecer descontos significativos sobre preços já remarcados).

Já na bem vasta programação do evento, tendo como alvo a formação de novos leitores, foram incluídas atividades promovidas pela Fundação Palavra Mágica, organizadora de uma série de oficinas de escrita e de leitura, voltadas para crianças e adolescentes.

A Feira de Livros de Ribeirão Preto ― a segunda maior da espécie, a céu aberto, perdendo apenas para a feira de Porto Alegre ― pode, de alguma forma, ficar em dívida com as congêneres que lhe estão próximas no tempo: o Festival da Mantiqueira (Diálogos com a Literatura), que ocorreu, pelo segundo ano consecutivo, em São Francisco Xavier, no último fim-de-semana de maio, e a Festa Literária Internacional de Paraty, a famosa FLIP, aguardada para o início de julho. A Feira de Ribeirão, embora conte com uma lista expressiva de patrocinadores, não é nem tão sofisticada nem internacional como esta última. Por outro lado, o cenário em que acontece e o público que atrai não a deixa tão cozy como aquela primeira. Talvez seja, no entanto, a que mais chegue perto do real propósito desse tipo de realização: disseminar de modo inclusivo o hábito e o prazer da leitura.

Nota do Editor
Eugenia Zerbini, escritora, vencedora do Prêmio SESC Literatura com seu romance de estreia, As netas da Ema (Record, 2005). Tem contos publicados no jornal literário Rascunho, revista Cult e blog do caderno "Prosa e Verso", do jornal O Globo.


Postado por Eugenia Zerbini
Em 26/6/2009 às 11h09


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Man in the Arena de Julio Daio Borges
02. Comunicação & Tecnologia de Ana Elisa Ribeiro
03. Cartel dos prêmios literários de Julio Daio Borges
04. minha santa catarina de Julio Daio Borges
05. As melhores capas de 2008 de Julio Daio Borges


Mais Eugenia Zerbini no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Casa dos Fantasmas
Agnaldo Cardoso
Eme
(2009)
R$ 5,00



O Último Imperador
Edward Behr
Record
(1987)
R$ 16,00



Um Mundo a Construir
Marta Harnecker
Expressão Popular
(2018)
R$ 22,00



O Primeiro Caderno do Aluno de Poesia
Oswald de Andrade
Globo
(2006)
R$ 15,00



Páginas Recolhidas
Machado de Assis
W M Jackson
(1950)
R$ 8,00



Teoria do Poder - Vol 2
Filomeno Moraes
Lumen Juris
(2015)
R$ 73,00



Os Solteiros
Meredith Goldstein
Novo Conceito
(2014)
R$ 12,00



A Fraternidade Mundial da Rosa-cruz: o Apocalipse da Nova era 2
J. Van Rijckenborgh e Catharose de Petri
Lectoruim Rosicrucianum
(2010)
R$ 20,00



Entendendo os Dogmas: a Roupagem Humana das Verdades de Fé Cristã
Guido Kreppold
Vozes
(2006)
R$ 5,00



O Divórcio Frente a Frente
Susan Gettleman; Janet
Summus
(1978)
R$ 10,00





busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês