Obsessão por números | Digestivo Cultural

busca | avançada
101 mil/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Povo Fulni-ô Encontra Ponto BR
>>> QUEÑUAL
>>> Amilton Godoy Show 70 anos. Participação especial de Proveta
>>> Bacco’s promove evento ao ar livre na Lagoa dos Ingleses, em Alphaville
>>> Vera Athayde é convidada do projeto Terreiros Nômades em ação na EMEF Ana Maria Benetti sobre Cavalo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The Matrix Reloaded
>>> Por que as curitibanas não usam saia?
>>> Jobim: maestro ou compositor?
>>> 7 de Outubro #digestivo10anos
>>> A insignificância perfeita de Leonardo Fróes
>>> Soco no saco
>>> De Siegfried a São Jorge
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
>>> Pelas curvas brasileiras
>>> A pintura admirável de Glória Nogueira
Mais Recentes
>>> Ao Redor do Mundo de Fernando Dourado Filho pela Fernando Dourado Filho (2000)
>>> O Administrador do Rei - coleção aqui e agora de Aristides Fraga Lima pela Scipione (1991)
>>> Memória do Cinema de Henrique Alves Costa pela Afrontamento (2024)
>>> Os Filhos do Mundo - a face oculta da menoridade (1964-1979) de Gutemberg Alexandrino Rodrigues pela Ibccrim (2001)
>>> Arranca-me a Vida de Angeles Mastretta pela Siciliano (1992)
>>> Globalizacão, Fragmentacão E Reforma Urbana: O Futuro Das Cidades Brasileiras Na Crise de Luiz Cezar de Queiroz Ribeiro; Orlando Alves dos Santos Junior pela Civilização Brasileira (1997)
>>> Movimento dos Trabalhadores e a Nova Ordem Mundial de Clat pela Clat (1993)
>>> Falso Amanhecer: Os Equívocos Do Capitalismo Global de John Gray pela Record (1999)
>>> Os Colegas de Lygia Bojunga pela Casa Lygia Bojunga (1986)
>>> Amazonas um Rio Conta Historias de Sergio D. T. Macedo pela Record (1962)
>>> A História de Editora Sextante pela Sextante (2012)
>>> Villegagnon, Paixaƒo E Guerra Na Guanabara: Romance de Assis Brasil pela Rio Fundo (1991)
>>> A Política de Aristóteles pela Ediouro
>>> A Morte no Paraíso a tragédia de Stefan Zweig de Alberto Dines pela Nova Fronteira (1981)
>>> Rin Tin Tin a vida e a lenda de Susan Orlean pela Valentina (2013)
>>> Estudos Brasileiros de População de Castro Barretto pela Do Autor (1947)
>>> A Origem do Dinheiro de Josef Robert pela Global (1989)
>>> Arquitetos De Sonhos de Ademar Bogo pela Expressão Popular (2024)
>>> Desafio no Pacífico de Robert Leckie pela Globo (1970)
>>> O Menino do DedoVerde de Maurice Druon pela José Olympio (1983)
>>> A Ciencia Da Propaganda de Claude Hopkins pela Cultrix (2005)
>>> Da Matriz Ao Beco E Depois de Flavio Carneiro pela Rocco (1994)
>>> Testemunho de Darcy Ribeiro pela Edições Siciliano (1990)
>>> Tarzan e o Leão de Ouro de Edgar Rice Burroughs pela Record (1982)
>>> Viagem de Graciliano Ramos pela Record (1984)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 1/3/2007
Obsessão por números
+ de 5000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Bom, eu já disse em algum lugar que o Brasil é o pais do achismo. Que faltam números, estatísticas, informação para embasar opiniões e pontos de vista. Isto não quer dizer que precisam fazer como na coletiva de imprensa "Panorama 2007", promovido pela Deloitte Touche ontem.

A coletiva foi para apresentar os resultados de uma pesquisa com empresários sobre o estado da indústria privada no Brasil, e as expectativas. Fomos apresentados, slide após slide de números, a algumas informações pertinetes, e muitas outras nem tanto. Os números, o excesso deles, sem descobrir nenhuma novidade, sem mostrar nada além do que já se sabia antes, foram a justificativa para reunir um monte de jornalistas numa sala. Eu acredito que eles foram lá porque recebem para preencher as páginas monótonas da seção de economia. Depois da apresentação as únicas perguntas que passaram pela moderadora foram perguntas pro forma, aquelas típicas do atual estado do jornalismo brasileiro, como por exemplo "no slide 19 você disse que o crescimento será de 18.5%. É anual ou crescimento em ano de caixa?".

Infelizmente as duas perguntas que fiz, foram respondidas com "este tema não foi abordado no estudo". Ou seja: se não houve uma questão do tema na ficha de questionário enviada aos empresários, não existe a menor hipótese do consultor ter uma opinião sobre o assunto baseado em sua experiência... Uma das perguntas se referia ao investimento empresarial no ramo de cultura. No Brasil, nos ressentimos da ausência de verdadeiros empreendimentos privados em cultura. Somos uma espécie de capital do comunismo cultural, e quase todos os projetos que andam são paitrocinados pelo governo. Mas existe um mercado grande para produtos culturais. Será que empresários pensam em investir nele seriamente, para ter lucro?

Estar preso a números, e gráficos, é tão ruim quanto estar preso a achismos... A única conclusão que eu tirei da coletiva de ontem é que realmente o jornalismo no Brasil chegou ao fim da linha, se depender dos jornalistas presentes na coletiva. Estadão, Folha, Veja, todos lá presentes, mas nenhum deles preparados nem com perguntas incisivas, nem com entusiasmo... Um festival de burocratas apagados. Tudo bem que a coletiva foi chatíssima. Mas não seria o caso de torná-la interessante baseando-se na cultura pessoal de cada um? De repente, estou mal acostumado com os meus ambientes de trabalho...

Post Scriptum
Este comportamento incolor dos jornalistas explica porque o único e maior anunciante da maioria das publicações é o governo, que com verba pública compra a consciência da maioria dos editores. Afinal, quem sua para ganhar seu dindim privado, não vai investir em uma mídia que não chama a atenção, e cujo maior valor é tentar permanentemente manter o status quo à base da antigüidade... Já dizia um técnico de futebol: se antigüidade escalasse jogador, Matusalém era titular no meu time.

Ah, sim, houve uma pergunta sobre educação... que foi tão boa, mas tão boa que, no afã de não desagradar a ninguém, o apresentador a deixou sem resposta...

Nota do Editor
Leia também "Cacá Diegues e os jornalistas"


Postado por Ram Rajagopal
Em 1/3/2007 às 08h11

Mais Ram Rajagopal no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/3/2007
20h48min
Criar cenários e propor metas são tarefas que dependem da credibilidade de quem irá propô-las. Agências de risco, consultorias e governos dependem de construir credibilidade. Que leva a convocar jornalistas a um hotel legal; comidinhas, bebidinhas e o palavrório técnico do momento. Apresenta-se alguns gráficos e aquela especulação fica parecendo uma quase verdade. O jornalista que estaria atrás da notícia, fazendo uma investigação em cima de quaisquer indícios, recebe em troca de alguns canapés uma notícia que todos os jornais irão publicar na próxima semana. A empresa ganha um espaço que custaria em mídia uma fortuna e o homem de imprensa dorme o sono dos justos. Então a China reduz a atividade econômica e derruba as expectativas da economia globalizada, e os dados, que estavam disponíveis e indicavam alguma volatilidade, ficaram esquecidos em alguns números utilizados para dar a aqueles palpites uma feição de ciência, pois é para isto que servem os números quando o tema é especulação...
[Leia outros Comentários de Carlos E. F. Oliveir]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Alexandre e Outros Heróis
Graciliano Ramos
Record
(1978)



Livro Esoterismo Planets in Aspect Understanding Your Inner Dynamics
Robert Pelletier
Whitford Press
(1974)



Os Três Anos de Vigência do Novo Código de Processo Civíl
Mattos Filho
Do Autor
(2019)



The Burnt House
Faye Kellerman
Harper
(2007)



Mistério e magia do amor
Krishan Chopra
Larousse
(2008)



Comunicação/incomunicação no Brasil
José Marques de Melo
Loyola
(1976)



Livro História do Brasil Pesquisas e Depoimentos para a História Reconquista do Brasil Nova Série Volume 60
Tobias Monteiro
Itatiaia
(1982)



Tudo aquilo que nunca foi dito
Marc Levy
Suma
(2008)



Perfis Problemas na Literatura Brasileira
Eduardo Portella e Outros
Tempo Brasileiro
(1985)



Livro Infanto Juvenis
Júlio Verne
Ftd
(2007)





busca | avançada
101 mil/dia
2,4 milhões/mês