O que é crítica, afinal? | Digestivo Cultural

busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o terceiro episódio do Desafinados Entrevista
>>> Anexo LONA - Interações 1 - Cristina Elias & Thais Stoklos
>>> Viaje ao som de 'Sky', novo single de Dizin
>>> Lewis Wolpert explica como os organismos multicelulares se formam a partir de um simples óvulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Elvis 2015
>>> Pensar Não é Viver
>>> Caminhos para Roma
>>> Solitária cidadã do mundo
>>> Breve biografia
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A importância da virtude
>>> Deus ex machina
>>> Mulher-Flamingo
>>> O hiperconto e a literatura digital
Mais Recentes
>>> Illustrated Dictionary of the Bible de Herbert Lockyer, F.F. Bruce, R.K. Harrison pela Thomas Nelson Publishers (1997)
>>> Diálogos Com as Crianças na Creche e no Jardim de Infância de Pierre Vayer & Maria de P. Mil-Homens de Matos pela Manole (1990)
>>> A Constituição para Crianças de Liliana e Michele Iacocca pela Ática (1996)
>>> Monsignote de Jack Alain Léger pela Nova Cultural (1986)
>>> O Que Cabe no Meu Mundo - Aprender de Para Colorir Em 3d - Com Óculos e Argola Mágica pela Bombombooks (2018)
>>> Sonhos e Sombras - a Realidade da Maconha de Mauro Weintraub pela Harper e Row do Brasil (1983)
>>> Fuga do Pantanal de Teresinha Cauhi de Oliveira pela Ftd (1997)
>>> Memória das Bandas Civis Centenárias do Estado do Rio de Janeiro de Caderno MIS pela Museu da Imagem e do Som (1994)
>>> Educação de 0 a 3 Anos – O Atendimento em Creche de Elinor Goldschied & Sonia Jackson pela Artmed (2006)
>>> Filó e Marieta de Eva Furnari pela Paulinas (2011)
>>> A Gargalhada do Jacaré de Elza Cesar Sallut; Jótah pela Do Brasil Sp (2007)
>>> Mysterium Salutis Teologia Fundamental I 2 de Johannes Feiner Magnus Loehrer pela Vozes (1971)
>>> A Maçonaria na Independência Brasileira - Volume II de Manoel Rodrigues Ferreira pela Biblos (1964)
>>> Mysterium Salutis A História Savífica Antes de Cristo II 1 Deus Uno e Trino de Johannes Feiner Magnus Loehrer pela Vozes (1972)
>>> Filosofia Para Iniciantes de Filosofia em Áudio pela Tríada (2011)
>>> Filosofia Para Iniciantes de Filosofia em Áudio pela Tríada (2011)
>>> O Que Cabe no Meu Mundo - Gentileza de Para Colorir Em 3d - Com Óculos e Argola Mágica pela Bombombooks (2018)
>>> Filosofia - Chaves do Pensar de Filosofia em Áudio pela Tríada (2011)
>>> O Que Cabe no Meu Mundo - Aprender de Para Colorir Em 3d - Com Óculos e Argola Mágica pela Bombombooks (2018)
>>> O Menino do Barril de Paulo Debs pela United Press (2011)
>>> 9788582120576 de Márcia Silva Di Palma pela Márcia Silva Di Palma
>>> Shantaram de Gregory David Roberts pela Intrísseca (2011)
>>> Quem Sabe o Sim Sabe o Não de Reynaldo Valinho Alvarez pela Nórdica (1988)
>>> Estradas de Assis Martins pela Melhoramentos
>>> Um Amor Grande Demais de Yolanda Reyes pela Ftd (1997)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 23/8/2007
O que é crítica, afinal?

+ de 42700 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quem não gosta de opinar e de criticar alguém ou alguma coisa? Quantas foram as críticas que já não lemos e discordamos, quantos artistas já não reclamaram dos críticos e quanta polêmica as críticas já não produziram? No entanto, esses textos, que causam tanta discórdia e despertam paixões, que mexem com os ânimos de artistas e que circulam por aí, em revistas, jornais, sites, entre outros veículos de comunicação, nem sempre podem ser considerados, a rigor, críticas. O jornalista Arthur Nestrovski acredita que cerca de 90% desses mesmos textos são simplesmente "de opinião", muito diferente do que a verdadeira crítica deveria ser. Articulista da Folha de S. Paulo desde 1992, autor de Notas musicais - Do Barroco ao Jazz (2000) e organizador de Música Popular Brasileira hoje (2002), Nestrovski discorreu sobre o assunto na última terça-feira no curso de MPB promovido pelo Espaço da Revista Cult.

"Essa classificação de estrelinhas e bonequinhos, que vemos por aí, não pode ser considerada crítica, é apenas o que eu chamo de 'bate-papo da esquina glorificado'. É mais uma avaliação de mercado do que, efetivamente, um texto crítico", bombardeia logo de início. O chamado "texto de opinião", a que o jornalista se refere, pertence a outro tipo de gênero, mais semelhante talvez a uma crônica, pois nele não há fundamentos que, por exemplo, provem que determinado CD é bom ou ruim. É apenas uma opinião, reflexo de um gosto pessoal, que não contextualiza a obra e nem compreende plenamente o trabalho do autor.

A etimologia de "crítica" vem da palavra grega krimein, que significa "quebrar" e também influenciou na formação da palavra "crise". "A idéia da crítica é 'quebrar' uma obra em pedaços para se pôr 'em crise' a idéia que antes se fazia daquele objeto, através de uma análise", explica Nestrovski. Para tanto, é necessário entender as partes do objeto que será analisado para justamente descrevê-lo. A partir daí, o crítico faz sua própria interpretação de acordo com o contexto em que se encaixa o artista e sua obra.

O articulista frisou, durante a aula, uma idéia básica: crítica não tem a ver necessariamente com gosto. "Tem de compreender e esclarecer o que o artista quis fazer. O critico não é, digamos, o professor do artista", explica, referindo-se a críticos que põem no texto um certo toque de prepotência e arrogância. Seria preciso pesquisar o artista antes, conhecer suas influências e entendê-las, analisando o resultado - a obra - dentro das possibilidades de seu autor. Para Nestrovski, mesmo tendo o crítico uma boa bagagem, ele nunca pode se basear, apenas, em seu conhecimento, ao analisar e, principalmente, julgar uma obra - afinal não foi com as mesmas referências que, por exemplo, o artista trabalhou.

Contudo, para adquirir, digamos, "repertório", são necessários anos de estrada ou, ao menos, um bom tempo de pesquisa antes de realizar a crítica. E aí entram as dificuldades que os jornalistas de cultura hoje enfrentam: os limites de tempo e de espaço no jornal. Segundo o jornalista, o texto que vem sendo produzido por jornais e revistas é cada vez mais objetivo e cada vez menos articulado. "Nas pesquisas sobre o fim do jornal impresso, o que os leitores mais falam é que esperavam textos mais reflexivos, interpretativos etc. - mas ninguém atualmente parece ter coragem de mudar", assinala.

Além das limitações do dia-a-dia de uma redação, Arthur Nestrovski alerta para outro grave problema, que é a própria pauta. "Hoje só reportam, criticam e opinam sobre um determinado grupo, que, em termos numéricos, vai de encontro ao mercado. Para falar de um show, tem que ter mais de 50 mil pessoas na platéia, mas existem outras coisas mais interessantes acontecendo por aí", avalia. A perspectiva que o articulista tem deste cenário não é muito animadora: "A diminuição do espaço dedicado à critica verdadeira implica num rebaixamento da própria arte. Quanto menor espaço para as críticas, menor o espaço proporcionalmente se concede às obras de arte."

Para ir além
Espaço da Revista Cult


Postado por Débora Costa e Silva
Em 23/8/2007 às 18h30


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um brilhante guitarrista de Tatiana Cavalcanti


Mais Débora Costa e Silva no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/4/2008
15h48min
achei muito interessante o que aprendi neste comentário: sobre a crítica e seus pricínpios, na abordagem dos assuntos.
[Leia outros Comentários de wanderley ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Maior Presente do Mundo
Og Mandino e Buddy Kaye
Record
(1978)
R$ 5,00



Limite - 16º Festiva Internacional de Arte Eletrônica
Da Editora
Sesc Sp
(2007)
R$ 5,00



Brasil 5 Séculos
Hernâni Donato
Green Forest do Brasil
(2000)
R$ 10,00



O Amante da China do Norte
Marguerite Duras
Nova Fronteira
(2010)
R$ 5,00



Memórias da Liberdade
Carlos Trigueiro
Achiamé
(1985)
R$ 8,00



O Ateneu
Raul Pompeia
Moderna
(1996)
R$ 5,00



Do que riem as pessoas inteligentes?
Manfred Geier
Record
(2011)
R$ 30,00



Medicina Interna -vol 1
Harrison
Mc Graw Hill
R$ 15,00



Jóias de Família
Zulmira Ribeiro Tavares
Companhia das Letras
(2008)
R$ 13,00



Museu Paulista da Universidade de São Paulo
Banco Safra
Banco Safra
(1984)
R$ 6,90





busca | avançada
75143 visitas/dia
2,1 milhões/mês