Pernas, pra que te quero? | Digestivo Cultural

busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nós, os afogados, de Carsten Jensen
>>> Dias de Luta, de Ricardo Alexandre
>>> O Frankenstein de Mary Shelley
>>> Quando o cotidiano vira espetáculo
>>> Ivan Lessa no Observatório
>>> Instantes: a história do poema que não é de Borges
>>> Instantes: a história do poema que não é de Borges
>>> Instantes: a história do poema que não é de Borges
>>> O Presépio e o Artesanato Figureiro de Taubaté
>>> Ler, investir, gestar
Mais Recentes
>>> Fullmetal Alchemist volume 5 de Hiromu Arakawa pela Jbc (2007)
>>> Fullmetal Alchemist volume 27 de Hiromu Arakawa pela Jbc (2008)
>>> Negroesia EAN: 9788571605220 de Cuti pela Mazza (2010)
>>> Fullmetal Alchemist volume 28 de Hiromu Arakawa pela Jbc (2008)
>>> Démocratie citoyenneté et héritage gréco-romain de Peirre Vidal-naquet; Jean-Pierre Vernant; Jean-Paul Brisson; Élisabeth Brisson pela Liris (2004)
>>> Death note volume 2 de Tsugumi Ohba/ Takeshi Obata pela Jbc (2008)
>>> Naruto volume 18 de Masashi Kishimoto pela Panini Comics /Planet Mangá (2008)
>>> Les arts de gouverner: du regimen médiéval au concept de gouvernement de Michel Senellart pela Éditions du Seuil (1995)
>>> Tenjho Tenge volume 1 de Oh! Great pela Jbc (2009)
>>> Kill la Kill volume 3 de Ryo Akizuki/ Trigger/ Kazuki Nakashima pela Jbc (2015)
>>> Linguistique Générale: introction à la linguistique théorique de John Lyons pela Larousse (1970)
>>> Lampião - O Capitão do Cangaço de Gonçalo Ferreira da Silva pela Não informado
>>> Estructuras Sintácticas de Noam Chomsky pela Siglo Veintiuno Editores (1974)
>>> The New Simplified Grammar + Cd de Amos - Prescher pela Richmond (2007)
>>> Educação Especial em direção à Educação Inclusiva de Juan José Mouriño Mosquera e Claus Dieter Stobäus pela Edipucrs (2006)
>>> Educação Especial em direção à Educação Inclusiva de Juan José Mouriño Mosquera e Claus Dieter Stobäus pela Edipucrs (2006)
>>> Paradise Kiss de Ai Yazawa pela Conrad (2007)
>>> MPD - Psycho volume 2 de Sho- U Tajima/ Eiji Otsuka pela Panini Comics /Planet Mangá (2008)
>>> Em nome do pai de Pedro Cavalcanti pela Codex
>>> Structures syntaxiques de Noam Chomsky pela Éditions du Seuil (2021)
>>> Modelos de Contabilidade de Osmar Reis de Azevedo pela IOB
>>> Comentários a lei n. 12.973/2014 de Osmar Reis de Azevedo pela IOB
>>> Os forasteiros de Michaelle Paver pela Intrinseca
>>> O enigma da adolescência de Maria Goreti Abreu de Almeida pela RR
>>> Seres Fantástica realidade de Marcos Malvezzi Leal pela 21
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 28/8/2008
Pernas, pra que te quero?

+ de 1600 Acessos

Tivemos lá em casa um whippet, um cãozinho que é uma miniatura perfeita do grande greyhound, aquele galgo de corridas. Seu nome era Ninute, que é uma palavra do vocabulário da minha mãe, que ela usa quando vê bebês bonitinhos ou passarinhos pequeninos, por exemplo.

Ninute era, antes de mais nada, um cãozinho adorável. Ou melhor, eu adorava o bicho. Porque ele era trapalhão, inquieto, completamente infantil e dócil. Suas expressões de alegria eram coisas que só um whippet pode fazer, como pular de um sofá ao outro, dentro da sala.

É preciso notar que os sofás estavam distantes uns três metros um do outro. Ninute voava entre um e outro, quicando como uma bola de pingue-pongue batendo entre paredes. Quem viu se lembrará disso.

Certa vez estava eu chegando da rua e, no portão da nossa casa, vi que Ninute tinha "fugido". Eram pequenas fugas que ele praticava de vez em quando. É necessário dizer que nossa casa ficava no alto de uma rampa. A rua era uma rampa enorme, com mais de cem metros, do nosso portão até a esquina de baixo. Lá estava o Ninute, cheirando a esquina.

Coincidentemente eu estava segurando nas mãos o cronômetro que minha mãe usava para marcar o tempo. Ela praticava o método de Cooper. Ambos, o cronômetro e o método, heranças de meu avô.

Eu tinha ido, a pé, buscar o cronômetro que estava no conserto e voltei com ele nas mãos, cronometrando tudo. Cheguei no portão e vi o Ninute lá na esquina de baixo. Gritei: "Ninute!" e ele parou imediatamente e levantou, alegre, a cabeça, me reconhecendo. Disparou ladeira acima e eu, claro, cronometrei: 5,6 segundos até ele passar como uma bala pelo portão aberto, rodar derrapando pela grama, voltar pro meu lado, girar de novo e entrar outra vez, e fazer tudo outra e mais outra vez. Ele era assim, de uma alegria contagiante.

Sempre é bom lembrar que a rua era uma rampa forte, e que a esquina ficava uns cem metros abaixo. Fazendo as contas, na subida, Ninute passou por mim na velocidade aproximada de 64 quilômetros por hora. Um whippet é capaz disso, creiam.

Isso porque eu estava revendo a corrida que deu a Usain Bolt a medalha de ouro, nos cem metros rasos (e planos), nas olimpíadas recentes em Beijing e comparei seus meros 37,1 quilômetros por hora, de média, com a performance do meu cãozinho.

O ser humano tem um cérebro enorme em relação a outros bichos e uma das características desse cérebro é um excesso de felicitações por proezas mixurucas desse mesmo ser humano. Digo isso levando-se em conta todo o reino animal. Entre os seres humanos, tá bem, é uma proeza essa do Bolt.

Mas eu não corro a pé cem metros, nem quero fazer isso. Quando preciso me locomover mais rapido, normalmente piso no acelerador. E nem um guepardo, com seus 110 quilômetros por hora me acompanha, meu. E, como dizia a Xuxa, beijing, beijing, tchau, tchau.


Postado por Guga Schultze
Em 28/8/2008 às 17h12


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 26 de Junho #digestivo10anos de Julio Daio Borges
02. Riobaldo vai a julgamento de Yuri Vieira
03. por que blogar de Julio Daio Borges


Mais Guga Schultze no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




The Moonstone
Wilkie Collins
Wordsworth Classics
(1999)
R$ 7,00



Dicionario Larousse - Esp/port-esp/port - Avançado
Larousse
Larousse
(2009)
R$ 18,00



Os Maias
Eça de Queiroz
Ateliê
(2001)
R$ 35,90



A Escrava Isaura - Capa Dura
Bernardo Guimarães
Três
(1973)
R$ 5,00



Prazeres da Boa Mesa
Casanova
Guimarães
(2000)
R$ 16,75



Lei Nº8666/93 Esquematizada
Alexandre Medeiros e Janaina Carvalho
Ferreira
(2010)
R$ 20,00



As Tiradeiras de Benditos
Helena Monteiro
Fja
(2012)
R$ 29,90



O Menino Grapiúna
Jorge Amado
Record
(1981)
R$ 5,00



Xisto e o Pássaro Cósmico
Lúcia Machado de Almeida
Atica
R$ 15,00



Fotogramas
Geraldo de Barros
Cosacnaify
(2006)
R$ 89,15





busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês