Diário de Bordo: Festival Doces Palavras | Blog do Carvalhal

busca | avançada
42220 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 24/9/2015
Diário de Bordo: Festival Doces Palavras
Guilherme Carvalhal

+ de 800 Acessos



(Crédito da foto: Thais Tostes)

Participei nessa quinta-feira, dia 24 de setembro de 2015, de uma mesa de discussões com o tema "Literatura de Facebook - Os impactos das redes sociais na produção literária". Essa mesa fez parte da programação do Festival Doces Palavras, que está sendo realizado de 23 a 27 de setembro na cidade de Campos dos Goytacazes, tendo como tema discutir e promover a literatura, sendo realizada na sede da OAB de Campos dos Goytacazes. Também participou do debate a escritora Paula Vigneron e a mediação foi feita pelo jornalista Maurício Xexéo.

Essa mesa foi interessante para promover uma discussão referente aos impactos que as redes sociais tem causado na literatura, tanto no âmbito de quem produz quanto no de quem lê, e, de igual importância, na maneira como ocorre a intermediação entre esses dois elementos.

Algumas das ideias expostas no debate foram referentes ao aspecto ainda um tanto quanto nublado de como as redes sociais afetam a literatura. Um dos pontos que abordei seria o de que não existem grandes impactos estéticos, mas principalmente de mediação. Não há inovações na maneira de se escrever, pelo menos não na literatura que recebe maior destaque pela crítica (e que tende a funcionar como um norte para a produção literária). O diferencial tem ocorrido no contato entre o leitor e seu público, havendo uma maior possibilidade de se quebrar o modelo editorial através de um contato direto.

Entretanto, pensar a internet enquanto uma revolução na maneira como se consome literatura não é uma realidade completa. As casas editoriais ainda estão de pé e muitas de suas publicações são as que caem no gosto do público. Ou então o escritor que começa a se destacar via internet acaba aportando dentro de uma editora. Esquema de jogador de futebol: começa na várzea, mas quando um olheiro descobre seu talento, leva para um time grande. Tudo muda para continuar como está.

Novamente caímos no fator mediação. O público leitor ainda necessita de figuras com maior conhecimento literário (caso do jornalista cultural) que sirvam como referências para o que vale a pena ler ou não. E com o fechamento de tantas mídias dessa área, como a Bravo e o caderno Prosa e Verso, esse processo acaba caindo nas mãos de blogueiros. Novo caso de redes sociais mediando, sendo que existe uma necessidade de autoridade ao se falar desse assunto. Ou um blogueiro anônimo tem maior relevância ao falar do tema do que José Castello?

Um dos pontos mais relevantes desse debate é entender o impacto que as redes sociais produzem no acesso das pessoas à literatura e à leitura. Abordei a ideia de que existe um maior contato do público com a literatura, porém esse contato carece de qualidade. O modelo que encontramos atualmente tende a propulsar autores de literaturas muito próximas a um modelo pop, com temas muitas vezes simplórios e previsíveis, matando um aspecto da arte que é o de abalar o leitor.

Não se pode culpar o modelo de redes sociais como se ele tornasse a relação com a literatura pouco complexa ou rasa. Somos historicamente um país de baixa leitura, de altas taxas de analfabetismo completo há até pouco tempo e com altíssimas taxas de analfabetismo funcional hoje em dia. Então o modelo de democratização acabou levando uma grande quantidade de pessoas com uma base de educação fragilizada a ter contato com a literatura, de onde surge essa aproximação que carece de qualidade.

Esse posicionamento não é uma questão de elitismo nem de querer reduzir a importância desses autores que conseguem envolver leitores que estariam fora do ciclo da leitura, algo que é de suma importância. Esse posicionamento visa a atingir um panorama educacional que permita às pessoas conseguir apreciar modelos mais sofisticados de literatura, da mesma maneira como é desejável que as pessoas conheçam sobre qualquer outro tipo de ciência.

Uma outra intervenção se referia ao impacto das redes sociais esteticamente na literatura contemporânea. Mais do que isso, se havia um processo lento de influências que aos poucos produziriam um novo modelo textual, formando uma linguagem diferente ao longo do tempo.

A literatura hoje em dia tem sido bastante influenciada pela globalização. Um efeito lógico do mundo, tendo em vista que a arte, por mais abstrata e fantasiosa que possa ser, está relacionada com seu mundo. Basta lembrar a ficção científica da década de 1960: é uma história de fantasia que mostra como aquele período imaginou o futuro. Essas relações sempre são intrínsecas à arte.

Ao pegarmos livros de hoje em dia, vemos como termos em inglês são corriqueiros, juntamente a referências culturais, como música e seriados. A influência de um autor não se limita apenas a autores brasileiros, sendo corriqueiro ver entrevistas de autores que citam Cormac McCarthy, Philip Roth e Karl Ove Knausgård como referência. Outro fator importante é o peso da linguagem cinematográfica na literatura, o que muitas vezes torna um livro semelhante a um roteiro de cinema. Ou seja, a linguagem literária atual não é meramente um derivativo das redes sociais, mas de toda uma influência da globalização e da cultura de massas na qual as redes sociais se inserem.

A mesa foi bastante produtiva para essa troca de ideias, sendo formada basicamente por autores de cidades de interior, em um evento que visa justamente promover o fomento da produção e do acesso das pessoas à literatura. O Festival Doces Palavras é uma realização da Academia Campista de Letras (ACL), da Associação de Imprensa de Campista (AIC) e da Prefeitura de Campos.


Postado por Guilherme Carvalhal
Em 24/9/2015 às 22h59


Mais Blog do Carvalhal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O DEGRAU
EVELYN MELLO
TODAS AS MUSAS
(2019)
R$ 35,00
+ frete grátis



DEUS - ELE EXIS TE? ONDE SE ENCONTRA? QUAIS SÃO E ONDE ESTÃO SUAS LEIS?
ORSON PETER CARRARA
MYTHOS
(2013)
R$ 12,90



DESCOBRINDO O BRASIL
JUCA BRASILEIRO
MELHORAMENTOS
(2008)
R$ 12,90



MODERNA PLUS FÍSICA 2 - 10ª ED ALUNO COMPLETO
RAMALHO
MODERNA
(2014)
R$ 19,90



A DERRAMA CONTEMPORÂNEA - E A QUESTÃO DO IMPOSTO ÚNICO
FLÁVIO ROCHA
TOPBOOKS
(1992)
R$ 36,65
+ frete grátis



VIVIR, AMAR Y APRENDER
LEO BUSCAGLIA
EMECÉ
(1984)
R$ 5,00



O MAIOR VENDEDOR DO MUNDO
OG MANDINO
RECORD
(1968)
R$ 22,50



CLEFS POUR LE STRUCTURALISME
JEAN MARIE AUZIAS
SEGHERS
(1971)
R$ 9,82



CAMINHOS DO BOI
CANDIDA GANCHO/VERA TOLEDO
MODERNA
R$ 10,00



NOVO TESTAMENTO
METODISTA
VIDA NOVA
(2006)
R$ 25,00
+ frete grátis





busca | avançada
42220 visitas/dia
1,3 milhão/mês