Com os olhos bem abertos | Blog de Cassionei Niches Petry

busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Samir Yazbek e Marici Salomão estão à frente do ciclo on-line “Pensando a dramaturgia hoje”
>>> Chá das Cinco com Literatura recebe Luís Fernando Amâncio
>>> Shopping Granja Vianna de portas abertas
>>> Teatro do Incêndio lança Ave, Bixiga! com chamamento público para grupos artistas e crianças
>>> Amantes do vinho celebram o Dia Mundial do Malbec
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> La Guerra del Fin del Mundo
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Alfredo Bosi e a dignidade da crítica
>>> Pi, o [fi]lme, e o infinito no alfa
>>> Sábia, rubra, gorda (e gentil)
>>> Sol sem luz
>>> Letícia Sabatella #EuMaior
>>> Réquiem reloaded
Mais Recentes
>>> Quase Tudo Em Cinco Envelopes de Lucio Pessoa pela Giostri (2016)
>>> O Romance da Besta Fubana de Luiz Berto pela Bagaço (1995)
>>> Odisséia- Adap. Roberto Lacerda de Homero pela Scipione (1997)
>>> Perdidos na Lua de André Laurie pela Nacional (1984)
>>> Onde Fica o Ateneu? - Com Suplemento de Luiz Gê; Ivan Jaf pela Atica (2008)
>>> Faz de Conta de Mirna Pinsky pela Moderna (1984)
>>> Ioga e Meditação de Swami Tilak pela Didatica e Cientifica Ltda (1991)
>>> Madman Vol. 1 de Mike Allred pela Dark Horse Comics (2006)
>>> O Estudante de Adelaide Carraro pela Global (1987)
>>> Seleções Março de 1975 de Vários pela Readers Digest (1975)
>>> Gotham City Contra o Crime - Vol. II de Greg Rucka pela Panini (2005)
>>> Shocking Pink de Erica Spindler pela Mira Books (1998)
>>> Seleções -março de 1973 de Varios pela Readers Digest (1973)
>>> E Agora? de Odettte de Barros Mott pela Brasiliense (1978)
>>> Texhistórica Nº41 de Da Editora pela Globo (2000)
>>> Todas as Coisas sem Nome de Walther Moreira Santos pela Cepe (2017)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas pela America do Sul (1988)
>>> A Testemunha Ocular do Crime de Agatha Christie pela Circulo do Livro
>>> Um Passe de Magica de Agatha Christie pela Record
>>> Assassinato no Campo de Golfe de Agatha Christie pela Adameri (1974)
>>> O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie pela Abril Cultural (1981)
>>> Por Que Ele Não Ligou? de Matt Titus - Tamsen Fadal pela Sem Fronteiras (2021)
>>> Granite man de Elizabeth Lowell pela Mira Books (1991)
>>> Cipreste Triste de Agatha Christie pela Nova Fronteira (1975)
>>> Mistério no Caribe de Agatha Christie pela Nova Cultural (1987)
BLOGS >>> Posts

Quarta-feira, 6/1/2016
Com os olhos bem abertos
Cassionei Niches Petry

+ de 1200 Acessos

Um filme pode nos conquistar através das imagens elaboradas, que chamem bastante atenção na tela do cinema, ou através de um roteiro igualmente bem escrito, com diálogos inteligentes e, o mais importante, com um enredo bem fundamentado. O primeiro caso acontece quando a cena fala por si mesma, seja no sentido poético, seja na cor ou ainda nos efeitos especiais de impacto. Quanto ao roteiro, que é a base de tudo, ele vai atender a demanda de um determinado público, podendo ser simples, com começo, meio e fim bem delimitados, pegando um expectador que quer apenas entretenimento, ou mais do tipo quebra-cabeça, que requer um expectador ativo, que esteja disposto a pensar e não quer nada fácil e mastigado.

A origem ("Inception"), de 2010, tem um pouco de tudo isso, salvo a linearidade. Na divulgação, a primeira coisa que me fez esperar com expectativa o filme foram as imagens baseadas no artista plástico M. C. Escher, como a cidade se dobrando sobre si mesma, as pessoas andando pelas paredes e tetos e passando por escadas labirínticas. O tema igualmente me interessou, pois se trata da possibilidade de invadir sonhos e mexer com o subconsciente das pessoas. Soma-se a tudo isso a mão de um diretor diferenciado - responsável por uma das experiências mais inquietantes a que assisti, o filme Amnésia ("Memento") -, e teremos outra experiência do mesmo nível.

Não se pode resumir muito coisa do enredo, com o risco de revelar as soluções do quebra-cabeça. Temos um invasor de sonhos, Don Cobb, vivido por Leonardo di Caprio, que trabalha no roubo de informações industriais escondidas na mente das pessoas. Contratado por um poderoso executivo, que lhe promete resolver um problema que o impede de ver seus filhos, Cobb tem que encarar seus próprios fantasmas interiores, ajudado pela novata "arquiteta" de sonhos chamada, não por acaso, Ariadne, mesmo nome da mulher que, na mitologia grega, ajudou Teseu a escapar do labirinto de Creta e salvá-lo do Minotauro, amarrando o herói num fio.

Invasor + mundo irreal versus mundo real + entrar e sair desses mundos dormindo e se conectando com outras pessoas + ação + efeitos especiais + referências mitológicas e filosóficas =... Alguém pensou em Matrix aí?

Essa nova missão, no entanto não é roubar, mas sim inserir uma ideia, como se fosse um vírus, no subconsciente no herdeiro de uma grande corporação empresarial, com o objetivo de fazê-lo seguir rumos diferentes no empreendimento da família. Nesse ponto, paramos para refletir nos pequenos detalhes que modificam a personalidade, o caráter e as ideologias e nos perguntamos: e se tudo isso fosse possível? Seríamos talvez, presas fáceis do Estado, controlando nosso pensamento, ou então correríamos o risco de termos nossos segredos revelados e perderíamos nossa individualidade. Por outro lado, poderia ser uma ajuda para as pessoas resolverem seus problemas: Freud ou Jung adorariam essa possibilidade.

Falando na dupla de psicanalistas, o filme todo deve ser analisado por uma perspectiva psicanalítica, mas fazê-lo agora, aqui nesse espaço, seria revelar muita coisa. Primeiro assista ao filme, leitor, e depois, quem sabe, se cartas e sinais de fumaça chegarem à redação, retorno neste espaço para conversarmos mais um pouco. Isso, claro, se nesse exato momento não estamos apenas dentro de um sonho conectado - eu sonho que estou escrevendo e você sonha que está lendo - e se não despertarmos...agora!


Postado por Cassionei Niches Petry
Em 6/1/2016 às 10h06


Mais Blog de Cassionei Niches Petry
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tempos Que Outros Tempos Não Apagam.
Cecília Silva
Taba Cultural
(2001)



Um Dia Feliz
Nilson Denadai
Pandorga
(2008)



Atm Internetworking With Atm Volume III
Uyless Black
Prentice Hall Series
(1998)



Dona Vitória da Paz
Fábio Gusmão
Planeta
(2006)



Au-au. Três Contos de Cão
Jõao do Rio Rudyard Kipling
Dantes
(2004)



Escola Bíblica de Formação de Líderes - 2º Ano Trimestre 2
Não Informado
Do Autor



Cae Practice Tests Plus
Alan Stanton
Longman
(2000)



Petir Glossaire des Thèmes Diconographie Chrétienne Vol 2
Jean Cabanot
Confluences
(1996)



Comment Apprend-on Quon Va Être Publié?
Revista Décapage Tome 53
Flammarion
(2015)



Reflexões Sobre o Novo Código de Processo Civil
Carlos Roberto de Castro Jatahy e Outros
Fgv
(2016)





busca | avançada
70300 visitas/dia
2,6 milhões/mês