Ferreira Gullar (1930-2016) | Julio Daio Bløg

busca | avançada
37883 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> Espírito de porco
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nine Eleven
>>> E a bomba caiu!
>>> Arte é entropia
>>> Impressões sobre São Paulo
>>> Lobato e os amigos do Brasil
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
Mais Recentes
>>> Estalos e Rabiscos - Mãos à Obra Literária de Walter Galvani pela Novaprova (2011)
>>> Distrito Federal Paisagem, População e Poder de Marília Peluso e Washington Candido pela Harbra (2006)
>>> Parto de Mim de Vera Pinheiro pela Pallotti (2005)
>>> Deuses americanos de Neil Gaiman pela Intrínseca (2016)
>>> A Ilha dos Prazeres de André Rangel Rios pela Uapê (1996)
>>> A pequena pianista de Jane Hawking pela Única (2017)
>>> Tradição e Novidade na Ciência da Linguagem de Eugenio Coseriu pela Presença- Usp (1980)
>>> Jovens Sem-Terra - Identidade em movimento de Maria Teresa Castelo Branco pela Ufpr (2003)
>>> Os Segredos das Mulheres Inteligentes de Julia Sokol e Steven Carter pela Sextante (2010)
>>> Lettres et Maximes de Épicure pela Librio (2015)
>>> Um Mundo a Construir de Marta Harnecker pela Expressão Popular (2018)
>>> Da RegenciaÀ Queda de Rozas (Rosas)/ Encadernado de Pandiá Calógeras pela Cia. Ed. Nacional (1940)
>>> Psicoterapia y Relaciones Humanas de Carl Rogers e G. Marian Kinget pela Alfaguarra (1971)
>>> O Vinho no Gerúndio de Júlio Anselmo de Sousa Neto pela Gutenberg (2004)
>>> Michel Foucault, Filosofia e Biopolítica de Guilherme Castelo Branco pela Autêntica (2015)
>>> Vidas Provisórias de Edney Silvestre pela Intrínseca (2013)
>>> Introdução À Arqueologia Brasileira: Etnografia e História de Angyone Costa pela Cia. Ed. Nacional (1938)
>>> A Glória de Euclides da Cunha ; Edição Ilustrada/ Brasiliana de Francisco Venancio Filho pela Cia. Ed. Nacional (1940)
>>> A Glória de Euclides da Cunha ; Edição Ilustrada/ Brasiliana de Francisco Venancio Filho pela Cia. Ed. Nacional (1940)
>>> Viñas, Bodegas & Vinos de Argentina de Austral Spectator pela Austral Spectator (2007)
>>> Alexandre, o Conquistador de Airton de Farias pela Prazer de Ler (2013)
>>> A Fiandeira de Ouro de Sonia Junqueira pela Positivo (2008)
>>> Feudalismo de Airton de Farias pela Prazer de Ler (2013)
>>> Alfabeto de Histórias de Gilles Eduar pela Ática (2008)
>>> As Obsessões de um Executivo Extraordinário: as Quatro Disciplinas... de Patrick Lencioni pela Record/ RJ. (2002)
>>> As Obsessões de um Executivo Extraordinário: as Quatro Disciplinas... de Patrick Lencioni pela Record/ RJ. (2002)
>>> As Obsessões de um Executivo Extraordinário: as Quatro Disciplinas... de Patrick Lencioni pela Record/ RJ. (2002)
>>> Marketing Nas Empresas Brasileiras: Organização de Vendas de Joaquim Carlos da Silva pela Record/ RJ.
>>> Dicionário da Língua Portuguesa de Malthus Oliveira de Queiroz pela Sucesso (2014)
>>> Salgueiro 50 Anos de Glória de Haroldo Costa pela Record (2003)
>>> Mitologia Grega de Pierre Grimal pela L&PM (2009)
>>> Além do Bem e do Mal de F. Nietzsche pela Escala (2005)
>>> La Muerte de la Familia de David Cooper pela Paidos (1974)
>>> La Tentation d'Exiter de E. M. Cioran pela Gallimard (1988)
>>> Os Pioneiros - a Saga da Família Kent- Vol. III de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> O Conto da Ilha Desconhecida de José Saramago pela Companhia das Letras (2015)
>>> A Vinda da Família Real para o Brasil de Airton de Farias pela Prazer de Ler (2013)
>>> O Quarto Pato de Índigo pela Positivo (2008)
>>> Sociedade do Cansaço de Byung-Chul Han pela Vozes (2015)
>>> O Tempo Escapou do Relógio de Marcos Bagno pela Positivo (2011)
>>> A Sujeição das Mulheres de Stuart Mill pela Escala (2006)
>>> Admirável Ovo Novo de Paulo Venturelli pela Positivo (2011)
>>> Pequenas Confissões de Georgina Martins pela Positivo (2008)
>>> Fantasma Equilibrista de Tânia Alexandre Martinelli pela Positivo (2009)
>>> A História de Cada Um de Juciara Rodrigues pela Scipione (2010)
>>> Exercícios de Admiração de E. M. Cioran pela Rocco (2011)
>>> A Baleia de Cláudio Feldman pela FTD (2006)
>>> Teoria do Drone de Grégoire Chamayou pela Cosac Naify (2015)
>>> Uma Temporada no Inferno & Iluminações de Arthur Rimbaud pela Francisco Alves (1982)
>>> Viagem a Portugal de José Saramago pela Companhia das Letras (2011)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 5/12/2016
Ferreira Gullar (1930-2016)
Julio Daio Borges

+ de 600 Acessos

Morreu o nosso último poeta digno de nome. Também o nosso último candidato a Prêmio Nobel. Podemos desistir de ganhar. Em literatura, pelo menos

Gullar, cuja família era Goulart, foi reconhecido por todos. No seu aniversário de 18 anos, sozinho no Rio de Janeiro, um único livro publicado, amigos bateram na porta do seu apartamento para comemorar com ele. O último a entrar, teve de se apresentar: "Oi, eu sou o Oswald de Andrade"

Quando estava no exílio - como Paulo Francis, foi de esquerda quando ninguém era, e deixou de sê-lo quando todo mundo virou -, viveu situações precárias e achava que poderia não sobreviver. Resolveu deixar um poema-testamento. Sobre tudo. Foi de Vinicius de Moraes a ideia de gravar Gullar recitando o poema. Quem ouvia a fita, no Brasil da época, chorava. Era o Poema Sujo

Numa das últimas Flips a que eu fui, Gullar leu o "Sujo" para a plateia. E numa das últimas edições, pela José Olympio, era encartado um CD com ele recitando o "Poema"

Além de poeta, Gullar tinha uma grande sensibilidade artística, participou do movimento neo-concretista, e foi crítico de arte. Era um ferrenho crítico da arte contemporânea e achava que a arte conceitual havia ido longe demais. "É como se a literatura ficasse presa no James Joyce, ou no Guimarães Rosa", afirmava

Também rompeu com os concretistas (os poetas concretos) - que morreram, quase todos, brigados com ele. Gullar justificava o rompimento dizendo que poesia não era matemática - e quando usavam fórmulas matemáticas para criar poemas, não havia mais sentido

Por conta do seu engajamento de esquerda, se aproximou da turma do Teatro Opinião, e se meteu a fazer poesia de cordel. Igualmente, se desiludiu. Não acreditava que seu papel, como poeta, era "sensibilizar as massas" politicamente - muito menos, produzindo poesia de baixa extração...

Ultimamente, arranjou muitas brigas, pois se tornou um grande crítico do PT, da esquerda e dos intelectuais (muitos, colegas seus). Sua coluna semanal na Ilustrada, dada a sua grande obra poética, tornara-se incômoda - para tanta gente que abraçara a utopia e não sabia mais viver sem se apoiar no governo e na Lei Rouanet...

E Ferreira Gullar - para quem não gosta da Globo - trabalhou na TV Globo. E podemos dizer que a poesia brasileira deve alguma coisa à Globo. Porque esta permitiu que Gullar vivesse dignamente enquanto se dedicava àquela...

Era um prazer ouvir Gullar falar. Era um mestre. Como tinha muita vivência, e uma obra digna desse nome, nunca lhe faltava assunto, e suas opiniões eram, no mínimo, interessantes

Ninguém poderia imaginar que um gênio desses poderia sair do Maranhão (nada contra os maranhenses), e ainda por cima se chamar José Ribamar (o mesmo nome daquele homem). Talvez Gullar tenha vindo, justamente, para redimir o Maranhão

E Gullar sofreu como pai. Tinha esquizofrenia na família, mas se colocava à disposição para falar do assunto sem rodeios - ajudando, inclusive, outros pais, e familiares, na mesma situação

A poesia brasileira fica à deriva agora. Perdeu um farol. Um norte. Como não se faz mais obras, como se fazia antigamente, ficamos órfãos - poeticamente

Claro, Gullar não viveria para sempre. E tivemos sorte por tê-lo, entre nós, durante tanto tempo. Mas olhando o horizonte da poesia brasileira hoje, não é dos mais animadores

Sobra uma poesia liliputiana, como diria Francis, pós-Leminski. E permanece a controvérsia se MPB é poesia, se "letra de música" equivale a poema e se Bob Dylan merecia o Nobel etc.

Eu acho que Dylan não merecia. Já Gullar merecia. Dá uma ideia da grandeza dele - para o Brasil e para a nossa língua

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 5/12/2016 às 11h06


Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PORTUGUÊSLÍNGUA E CULTURA
CARLOS ALBERTO FARACO
BASE
(2003)
R$ 15,00



A ÁGUIA DO MARÃO ( O GRANDE ORADOR ANTÓNIO CANDIDO )
ANTONIO CABRAL

R$ 18,28



AS RELAÇÕES PERIGOSAS
CHODERLOS DE LACLOS
PUBLIFOLHA
(1998)
R$ 4,90



OS OLHOS DE EMMA
SHEILA HOCKEN
RECORD
(1977)
R$ 8,57



TRADIÇÕES E REMINISCÊNCIAS PAULISTANAS
AFFONSO A. DE FREITAS

R$ 12,00



O CORPO HUMANO - HIGIENE E SAUDE
JOÃO QUEIROZ E JOSÉ SÉRGIO
NACIONAL
(1974)
R$ 29,90
+ frete grátis



GEOGRAFIA INFRUCTUOSA/INCITACION AL NIXONICIDIO/2000/EL CORAZÓN AMA...
PABLO NERUDA
DEBOLSILLO
(2004)
R$ 21,61



ARARIBÁ CIÊNCIA
RITA HELENA
MODERNA
(2010)
R$ 14,00



MUNDO ESTRANHO - Nº 195 - JUNHO -2017 ARQUIVOS SECRETOS DA CIA
VÁRIOS
ABRIL
(2017)
R$ 9,00



IMPORTAÇOES BRASILEIRAS : POLITICAS DE CONTROLE E DETERMINANTES DA DEM
MARIA DE FÁTIMA SERRO POMBAL DIB
BNDES
(1987)
R$ 21,82





busca | avançada
37883 visitas/dia
1,3 milhão/mês