Pai e Filho | O Equilibrista

busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
>>> Laura Dalmás lança Show 'Minha Essência' no YouTube
>>> A Mãe Morta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Semana de 22 e Modernismo: um fracasso nacional
>>> Narciso revisitado na obra de Fabricius Nery
>>> A campanha on-line de Obama
>>> Entrevista de Emprego
>>> Três e Dez para Yuma
>>> Três e Dez para Yuma
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
>>> 1984, de George Orwell, com Fromm, Pimlott e Pynchon
>>> O Afeto Autoritário de Renato Janine Ribeiro
>>> Deepak Chopra Speaker Series
Mais Recentes
>>> Return of Sherlock Holmes de Arthur Conan Doyle pela Wordsworth Classics
>>> Arte e Medicina: Interfaces de uma Profissão de André Mota (org.) pela Usp (2010)
>>> A Viagem de Théo de Catherine Clément; Eduardo Brandão pela Companhia das Letras (2002)
>>> Lágrimas Negras de Nieves Hidalgo pela Esencia (2014)
>>> Cobras Criadas de Luiz Maklouf Carvalho pela Senac Sp (2001)
>>> A Ilha Prometida - a História de Nova York de Anka Muhlstein pela Companhia das Letras (1991)
>>> La Ciencia En una Sociedad Libre de Paul Feyerabend pela Siglo Veintiuno Editores (1982)
>>> Moderna Plus - Biologia - V. 02 de Amabis Martho pela Moderna (2009)
>>> Senhora - Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1998)
>>> Hospital: Fui Bem Atendido!!! a Vez do Brasil de Victor Mirshawka pela Makron Books (1994)
>>> Alvenaria Burguesa de Carlos A. C. Lemos pela Nobel (1985)
>>> Mathematics - Unlimited de Vários pela Harcourt (1991)
>>> Vinte anos depois Vol III de Alexandre Dumas pela Fittipaldi (1957)
>>> Desonrada de Mukhtar Mai; Marie Thérèse Cuny pela Best Seller (2007)
>>> Ulisses de James Joyce / Antonio Houaiss - Tradução pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Destruição e Equilibrio de Sergio de Almeida Rodrigues pela Atual
>>> Saque - a Seda Líquida de Antonio Campis pela Senac (2012)
>>> Para Viver Juntos - Ciencias 9º Ano - Ensino Fundamental ii de Bezerra; Lia Monguilhott pela Sm Didáticos (2014)
>>> Lei das Sociedades por Ações de Vários Autores pela Atlas (2003)
>>> Do Que os Homens Gostam de Dra. Laura Schlessnger pela Sextante (2005)
>>> O Caso Debray - um Crime Monstruoso de Jean-paul Sartre pela Edições Dorell (1968)
>>> Tudo Vai Dar Certo de Cesar Romão pela Academia de Intelige (2008)
>>> 2 Vols. os Donos do Poder de Raymundo Faoro pela Globo (1977)
>>> Kindness Counts de Jan Berenstain; Stan Berenstain; pela Zondervan Usa (2010)
>>> Morte de um Dissidente de Vários Autores pela Companhia das Letras (2007)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 15/12/2016
Pai e Filho
Heberti Rodrigo

+ de 5800 Acessos



Hoje é o primeiro dia em que eu e meu filho ficamos longe um do outro. Ele acompanha a mãe ao trabalho. Quando Theo nasceu, eu e a Namorada tomamos a decisão de que eu ficaria com ele ao invés de colocá-lo numa creche ou entregá-lo aos cuidados de uma babá ou qualquer outra pessoa que fosse. Creche, só depois que ele se comunicasse bem conosco. Passados quase três anos posso dizer que foi uma das decisões mais difíceis que tomei na vida. Cuidar de um filho envolve muito tempo e energia de modo que tive de deixar em segundo plano o que entendo ser minha vocação. Escrever e ler se tornaram um luxo do qual eu apenas consigo desfrutar com calma nas férias de minha esposa. Em fins de semana, até consigo ler, e a escrita fica restrita a alguns poucos posts, pois tenho que conciliar ambas atividades com outros afazeres cotidianos. Quem vivenciou ou vivencia semelhante experiência sabe do que estou falando, sabe que não é trivial ser pai, mesmo quando não se passa o dia com os filhos. Havia momentos, ou melhor, há momentos em que sinto muita falta de não ter tempo para escrever. Entretanto, não me arrependo da escolha que fiz pois hoje tenho uma relação muito especial com meu filho, além de saber que ele teve carinho, atenção e condições de se desenvolver que não sei se teria se estivesse sob os cuidados de outra pessoa – conheço poucas pessoas tão sensíveis como eu no que diz respeito à alimentação e outras necessidades de uma criança como as de simplesmente brincar, fantasiar e se movimentar, seja em casa seja nos parques.

Uma coisa que ameniza os momentos em que sinto falta de escrever é a ideia de que em breve tornarei a ter mais tempo, afinal meu filho está crescendo e logo irá para a escola, começará a ter uma vida além do pai e da mãe. Antes disso e partir do ano que vem minha esposa entrará em licença e passará mais tempo com ele. Será o último ano antes de ir para a escola e ter um contato maior com outras crianças além do que tem pelas manhãs nos parquinhos. Os limites do mundo dele começarão a se alargar fora da esfera familiar. Sinto que fiz o que estava ao meu alcance para que Theo tivesse a companhia de um bom pai em seus primeiros anos. Sinto que agora é hora de eu voltar a escrever até mesmo para que continue sendo capaz de ser o pai que tenho sido, alguém que ao longo de sua vida contribua para que ele encontre sua vocação, aquilo que o faça sentir-se vivo. Sinto que não poderei ajudá-lo se eu mesmo não voltar a me dedicar a minha. Foi difícil mas gratificante ter acompanhado de perto o dia a dia de meu filho até aqui, mas de agora em diante penso que tornar a ler e a escrever, a passar algumas horas do dia sozinho, será tão importante para mim como para o ele. Na verdade, acredito que será importante para nós três enquanto família.

Para terminar, deixo, abaixo, umas palavras da escritora Natalia Ginzburg, com as quais tenho grande afinidade, sobre a educação de nossos filhos:

Uma vocação, a paixão ardente e exclusiva por algo que não tenha nada a ver com dinheiro, a consciência de ser capaz de fazer uma coisa melhor que os outros, e amar essa coisa acima de tudo, é a única possibilidade de um garoto rico não ser minimamente condicionado pelo dinheiro, de ser livre diante do dinheiro: de não sentir em meio aos demais nem orgulho pela riqueza, nem vergonha por ela. Ele nem se dará conta das roupas que usa, dos costumes que o circundam, e amanha poderá passar por qualquer privação, porque a única fome e a única sede serão, nele, sua própria paixão, que devorará tudo o que é fútil e provisório, despojando-o de todo hábito ou atitude contraído na infância, reinando sozinha em seu espírito. Uma vocação é a única saúde e riqueza verdadeiras do homem...

E, se nós mesmos, pais, tivermos uma vocação, se não a traímos, se continuarmos a amá-la no decurso dos anos, a servi-la com paixão, podemos manter longe do coração, no amor que sentimos por nossos filhos, o sentimento de posse. Porém, se não tivermos uma vocação, ou se a tivermos abandonado e traído por cinismo, ou medo de viver, ou um amor paterno mal compreendido, ou por uma pequena virtude que se instala em nós, então nos agarramos aos nossos filhos como um naufrago ao tronco da arvore, pretendemos vigorosamente que nos devolvam tudo o que lhe demos, que sejam absoluta e implacavelmente tal como nós os queremos, que obtenham da vida tudo o nos faltou terminamos pedindo a eles tudo o que somente uma vocação pode nos dar: queremos que sejam nossa obra em tudo, como se fossem não seres humanos, mas obra de espírito. Porem, se tivermos em nós uma vocação, se não a renegamos ou traímos, então podemos deixá-los germinar tranquilamente fora de nos, circundados da sombra e do silencio que o brotar de uma vocação e de um ser requer. Esta talvez seja a única oportunidade real que temos de ajudá-los em alguma medida na busca de uma vocação, conhecê-la, amá-la e servi-la com paixão, porque o amor à vida gera amor à vida.


Natalia Ginzburg

Contato: [email protected]


Postado por Heberti Rodrigo
Em 15/12/2016 às 11h00


Mais O Equilibrista
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Liberdade Emocional
Judith Orloff
Rocco
(2011)



Valentine - Princess (capa Dura,
Meg Cabot
Harper Collins
(2006)



A Galinha Preta -
Martina Schlossmacher
Martins Fontes
(2000)



A Irmã da Lua - as Sete Irmãs - Livro 5
Lucinda Riley
Arqueiro
(2018)



Estrutura da Notícia - 2ª Edição
Nilson Lage
Ática
(1987)



Adorável Impostora
Roxane St. Claire
Harlequin Books
(2007)



Zapp! the Lightning of Empowerment
William C. Byham Jeff Cox
Ballantine Books
(1992)



Redes de Computadores das Lans Mans e Wans às Redes Atm
Luiz Fernando Gomes Soares - Guido Lemos - Sérgio
Campus
(1995)



As Uvas da Raiva
Sergio Bermudas
Nova Fronteira
(2002)



Dez Anos da Comissão de Direitos Humanos
Maria Luíza Marcílio
Universidade de São Paulo
(2007)





busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês