crônica - ou ensaio - à la hatoum | Ítalo Puccini | Digestivo Cultural

busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os 60
>>> Tico-Tico de Lucía
>>> Abdominal terceirizado - a fronteira
>>> Cinema é filosofia
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Mulher no comando do país! E agora?
>>> YouTube, lá vou eu
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Bar azul - a fotografia de Luiz Braga
>>> Eu + Você = ?
Mais Recentes
>>> Da Ação direta de declaração de Inconstitucionalidade no Direito Brasileiro de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1958)
>>> Ações Cominatórias no Direito Brasileiro de Moacyr Amarral Santos pela Max Limonad (1962)
>>> Do Mandado de Segurança e de Outros meios de Defesa Contra atos do poder público de Castro Nunes pela José Aguiar Dias (1967)
>>> Estudos e pareceres de direito processual Civil de Alfredo Buzaid pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Corinthians é preto no branco de Washington Olivetto e Nirlando Beirão pela Dba (2002)
>>> Do Mandado de Segurança Volume 1 de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1989)
>>> Estudos de Direito de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1972)
>>> Da Ação Renovatória de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1981)
>>> Projeção do Corpo Astral de Sylvan J. Muldoon e Hereward Carrington pela Pensamento
>>> Atribuições dos juízes municipaes de Orphãos e Ausentes na Republica de José Tavares Bastos pela Livraria Garnier (1914)
>>> Novo Dicionário de Processo Civil de Eliézer Rosa pela Livraria Freitas Bastos S.A (1986)
>>> O Novo processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (2005)
>>> Manual do Advogado de Valdemar P. da Luz pela Sagra (1999)
>>> Teoria e prática do Despacho Saneador de Jônatas Milhomens pela Forense (1952)
>>> Código de processo Civil Anotado de Sálvio de Figueiredo Teixeira pela Saraiva (1993)
>>> Novo processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (1998)
>>> A Prova Civil de José Mendonça pela Livraria Jacintho (1940)
>>> A Morte de Rimbaud de Leandro Konder pela Companhia das Letras/SP. (2000)
>>> Prova Civil Legislação Doutrina Jurisprudência de Raphael Cirigliano pela Forense (1939)
>>> Código do Processo Civil e Commercial para Districto Federal de J. Miranda Valverde pela Impresa Nacional (1927)
>>> De Pessoa a Pessoa - Psicoterapia Dialógica de Richard Hycner pela Summus (1995)
>>> Perfiles Juridicos los Hombre de Toga en El Proceso de D. Rodrigo Calderon de Angel Ossorio pela Rosario
>>> Audiência de Instrução e Julgamento de Athos Gusmão Carneiro pela Forense (1995)
>>> Todos os Homens do Presidente de Carl Bernstein & Bb Woodward pela Franvcisco Alves (1977)
>>> Histórias De Vida E Cozinha Exclusiva Para Você de Ana Maria Braga pela Agir (2012)
>>> Projet de Révision Du Code de Procédure Civile de M. Hector de Rolland pela Imprimerie de Manaco (1893)
>>> O Nosso Processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (1994)
>>> Luto - Uma dor perdida no tempo - Princípios básicos para se enfrentar de Rubem Olinto pela Vinde Comunicações (1993)
>>> Vade Mecum acadêmico de direito de Organização; Anne Joyce Angher pela Rideel (2004)
>>> Processo de Execução e Cumprimento de Sentença/ Encad. de Humberto Theorodo Júnior pela Leud (2009)
>>> Processo Civil Commercial de Manoel Aureliano de Gusmão pela Livraria Academica (1924)
>>> Dieta Mediterrânea com sabor brasileiro de Dr. Fernando Lucchese e Anonymus Gourmet pela L&PM Pocket (2005)
>>> Derecho Procesal Civil de Eduardo Pallares pela Porrua S.A Argentina (1961)
>>> Topografia Prática: Tratado da Clotóide - Teoria, Fórmulas, Exemplos.. de Ruey- Chien Lin pela Hemus/ SP. (2019)
>>> La Reconvencion de M. Sanpons Salgado pela Coleccion Nereo (1962)
>>> Construcciones Metalicas (Encadernado) de Fernando Rodriguez- Avial Azcunaga pela Madrid/ Espanha (1958)
>>> tratado das ações (Tomo V ) Condenatórias de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1974)
>>> Tratados das Ações Declarativas Tomo II de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1971)
>>> Tratado das Ações Tomo III Ações Constitutivas de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1972)
>>> Ação Discriminatória de Jacy de Assis pela Forense (1978)
>>> Dos recursos no Código de Processo Civil de João Claudino de Oliveira e Cruz pela Forense (1954)
>>> Petições contestações e recursos de Valdemar P. da Luz pela Forense (2000)
>>> Curso de processual Civil de Luiz Fux pela Forense (2001)
>>> Curso Didático de Direito Processual Civil de Elpídio Donizetti Nunes pela Atlas (2012)
>>> Código de processo Civil Anotado de Sálvio de Figueiredo Teixeira pela Saraiva (2003)
>>> Manual Execução de Araken de Assis pela Revista dos Tribunais (2004)
>>> As Concepções Antropológicas de Schelling de Fernando Rey Puente pela Loyola (1997)
>>> Manual do Processo de Execução de Araken de Assis pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Ministério público e Persecução Criminal de Marcellus Polastri Lima pela Lumen Juris (2002)
>>> Des Problèmes de Droit Judiciaire que Pose L'Union Économique Franco Sarroise de Eugéne Schaeffer pela Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence (1953)
COLUNAS

Terça-feira, 17/12/2013
crônica - ou ensaio - à la hatoum
Ítalo Puccini

+ de 2300 Acessos

não conhecia o milton hatoum cronista. deparei-me com o livro Um solitário à espreita e o comprei, fazendo vibrar o prazer, pouco comum a mim, de uma compra inesperada. o título, aliás, é muito condizente com o jeito de ser do autor: um sujeito recluso, pouco midiático e de publicações quase que raras. autor de apenas quatro romances e um livro de contos, com dois deles, Relato de um certo Oriente (1999) e Cinzas do Norte (2005) foi vencedor do jabuti de melhor romance; com Órfãos do Eldorado (2008), segundo colocado no mesmo prêmio; e, com Dois irmãos (2000), conquistou o terceiro lugar. quatro romances premiadíssimos, no brasil e no mundo, tendo sido publicado em dezessete países até hoje.

a característica da crônica deste escritor amazonense é a de esticá-la um tanto a mais do que costuma ser comum ao gênero. são crônicas-quase-ensaios, nas quais o autor apresenta um fato cotidiano nos primeiros parágrafos para chegar ao, digamos, ponto-chave do texto, e então abordá-lo por mais algumas tantas linhas. isto na maioria das 94 crônicas que compõem o livro, algo que não diminui sua escrita, pelo contrário: apresentar uma unidade no modo como escreve demonstra segurança e a mim, enquanto leitor, muito satisfaz.

é dessa maneira que o autor desenvolve, por exemplo, "Liberdade em Caiena", crônica que me despertou a escrever esta com a qual, até aqui, enrolo o leitor. no começo do seu texto, hatoum aborda a dificuldade que tem de lidar com tantas informações em um ritmo tão frenético de tempo, o que o leva a deixar passar a oportunidade de participar de debates, palestras e até encontros entre amigos: "Agora, ao fazer uma faxina na caixa de entrada, notei que havia 122 mensagens não lidas". deste ponto para chegar ao tema: o convite, recusado pelo autor, por não ver a mensagem em tempo, para ir a caiena, capital da guiana francesa, lugar de muitas lembranças trazidas da infância e de seu avô.

e o que me trouxe a escrever foi esse modo de vida digamos que desacelerado do escritor amazonense, com o qual, a meu ver, muito se pode aprender, uma vez que, atualmente, não somos mais ensinados a viver ligados à tecnologia, e sim o contrário: nascemos imbricados a ela, e precisaríamos, urgentemente, aprendermos a nos desligarmos mais.

algo assim como o que foi proposto pela jornalista eliane brum, quando escreveu uma crônica intitulada "É urgente recuperar o sentido de urgência", na qual aborda o quanto nos tornamos dependentes do imediatismo, nas diferentes esferas sociais, privando-nos da nossa intimidade em prol de mostrarmo-nos disponíveis a todos a qualquer momento do dia, atitude esta que eu vejo soar como uma pseudo-demonstração de atenção e respeito pelo próximo. assim argumenta brum: "Estamos vivendo como se tudo fosse urgente. Urgente o suficiente para acessar alguém. E para exigir desse alguém uma resposta imediata. Como se o tempo do 'outro' fosse, por direito, também o 'meu' tempo".

como se pode ver, são tantas as frases certeiras que convido o leitor a ler a crônica dela na íntegra, (aqui) percebendo, assim, a existência de outras maneiras de viver, oriundas de uma reflexão que envolve principalmente o ato de respeitar a si mesmo nesse emaranhado virtual que nos abraça e do qual não conseguimos, a priori, desgarrarmo-nos, afinal, alerta-nos a escritora, "Viver no tempo do outro - de todos e de qualquer um - é uma tragédia contemporânea", da qual, parece-me, hatoum tem a mesma consciência.

e é uma forma de preenchermos nosso ego, acrescento. ao mostrarmo-nos dispostos a qualquer momento do dia para sermos interrompidos de diferentes maneiras - sms, ligação telefônica, bate-papo virtual, visita-sem-combinação-prévia - disfarçamos o nosso egoísmo sob a veste falsa de dar atenção ao outro. ao expormos tal disponibilidade, estamos na verdade gritando para que nos procurem, para que nos olhem, para que curtam - o mais rápido possível - aquilo que acabamos de postar. e retribuímos o ato como forma de garantir que ele nos seja devolvido.

é o nosso ato de covardia, sobre o qual escreve o romancista jonathan franzen, num ensaio intitulado "Curtir é covardia" (aqui), no qual o autor apresenta um contraste entre as tendências narcisistas da tecnologia e o problema do amor verdadeiro, uma vez que o amor, este verdadeiro, denuncia a mentira que o mundo tecnoconsumista - e imediatista - exige de nós compreensão: "Se pensarmos nisso em termos humanos, e imaginarmos uma pessoa definida pela ansiedade desesperada de ser curtida, qual é o quadro que vemos? O de uma pessoa sem integridade, descentrada. Em casos mais patológicos, vemos um narcisista - alguém incapaz de tolerar em sua autoimagem as manchas que seriam representadas pela possibilidade de não ser curtida e que portanto busca uma fuga do contato humano ou se dedica a sacrifícios cada vez mais extremos da própria integridade com o intuito de ser curtida".

o comportamento de milton hatoum e de eliane brum (ela abriu mão do aparelho celular e faz questão de ser contatada somente por e-mail) é aqui apresentado não como referência em termos de relações humano-sociais, e sim como alternativa, eco do que propôs franzen: um comportamento consciente, não-dependente, muito menos falso ou egoísta.

sendo assim, não defendo nesta croniqueta (sim, está muito mais para um ensaio) uma tomada de posição de contrariedade radical. se escrevo sobre este assunto é porque a mim ele ainda se apresenta bastante confuso, tamanha a linha tênue que nos separa de uma dependência e de uma aversão tecnológica e social, ambas atitudes extremistas que trazem consigo muitas perdas ao ser humano. uma vez que somos bebês no contato com essa ultramodernidade na qual estamos inseridos, nada melhor do que o exercício de olharmo-nos dentro deste meio, procurando sempre uma reflexão em prol de melhores atitudes.

Nota do Editor:
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog Um sentir complementa o outro.


Ítalo Puccini
Joinville, 17/12/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
02. Não quero ser Capitu de Cassionei Niches Petry
03. Revolusséries de Luís Fernando Amâncio
04. Lola de Elisa Andrade Buzzo
05. As crianças do coração do Brasil de Elisa Andrade Buzzo


Mais Ítalo Puccini
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A HUMANIDADE É ISENTA DE PECADO COMPILAÇÃO DE EXCERTOS ...
MASAHARU TANIGUCHI
SEICHO NO IE
(2008)
R$ 10,00



PICASSO EPOCAS AZUL Y ROSA
FRANK ELGAR
GUSTAVO GILI
(1971)
R$ 12,28



AZUL ALENTEJO
MONICA ALI
ROCCO
(2007)
R$ 5,00



REVISTA BRASILIENSE BIMESTRAL - Nº 31 SET-OUT DE 1960
ELIAS CHAVES NETO (DIRETOR RESPONSÁVEL)
BRASILIENSE (SP)
(1960)
R$ 19,82



FOCUS ON FAMILY LIFE
GLADYS M. HUNT
BAKER BOOK HOUSE
(1971)
R$ 25,00



ERGONOMIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO DE INSTITUIÇÕES PARA IDOSOS
MARIE MONIQUE BRUERE PAIVA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 489,00



P337 CONTATOS COM O DESCONHECIDO
PERRY RHODAN
OURO
(1987)
R$ 4,00



OS GRANDES LÍDERES FIDEL CASTRO
JOHN J VAIL
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 4,99



ISRAEL - A IGREJA E O PENTECOSTE
MARCELO MAGALHAES
AGAPE
(2012)
R$ 14,90



COMERCIALIZAÇÃO AGROPECUÁRIA MERCADO FUTURO E DE OPÇÕES
LEANDRO RENEU RIES E LUCIANO MEDICI ANTUNES
LIVRARIA AGROPECUÁRIA 2000
(2000)
R$ 40,00





busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês