Dilapidare | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
56914 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Machado de Assis: assassinado ou esquecido?
>>> O problema do escritor
>>> Cadáveres
>>> A teoria do caos
>>> Ainda o mesmo assunto...
>>> Contradições da 30ª Mostra
>>> Chinese Democracy: grande disco
>>> 50 Anos de Preguiça e Insubmissão
>>> Dos Passos: duplamente grande
Mais Recentes
>>> A Volta ao Mundo Em 80 Dias de Julio Verne pela Via Leitura / Edipro (2017)
>>> Propaganda: o Caminho das Pedras de Humberto Mendes pela Nversos
>>> Tratado de Medicina Interna Vols I e II de Cecil Loeb pela Interamericana (1977)
>>> Nem Sofá, Nem Culpa de Luisa Cretella Micheletti pela Touro Bengala (2017)
>>> A Política Explicada aos Nossos Filhos de Myriam Revault Dallonnes pela Unesp (2018)
>>> A Família Em Primeiro Lugar de William J. Doherty pela Cultrix (2004)
>>> Se Eu Pudesse Viver Minha Vida Novamente de Rubem Alves pela Verus (2010)
>>> Brasilian Journal of Geology Vl 45 Number 2 June 2015 de Varios Autores pela Sbgeo (2015)
>>> A Casa do Poeta Trágico de Carlos Heitor Cony; Carlos Heitor Cony pela Objetiva (2005)
>>> Processo Civil - Volume unico de Rinaldo Mouzalas de Souza e Silva pela Juspodivm (2016)
>>> Mergulho Gilberto Salvador de Fabio Magalhaes pela Fundação Gilberto Salvador (2013)
>>> 200 Dias de Leitura e Escrita na Escola de Rossana Ramos pela Cortez (2008)
>>> Desarrollo Jurisprudencial de Primera Corte Constitucional 2012-2015 de Alfredo Ruiz Gusman pela Corte Constitucional del Ecuad (2015)
>>> Realidades e Ficções na Trama Fotográfica de Boris Kossoy pela Ateliê (2016)
>>> Caderno de Cinema do Professor: Dois - Luz, Câmera... Educação! de Devanil Tozzi (org.) ; Outros pela Fde Ed. (2009)
>>> Mulherzinhas - Edição Integral de Louisa May Alcott pela Via Leitura / Edipro (2020)
>>> Em Diálogo Com Tomás de Aquino - Conferencias e Ensaios de Jean Lauand pela Mandruvá (2002)
>>> A Balconista de Steve Martin pela Record (2002)
>>> O Tigre Branco de Aravind Adiga pela Agir (2015)
>>> Diário de uma Mãe Verdadeira de Daniela Barros pela Bb (2012)
>>> Marcas uma historia de amor mercadologica 1978 2003 de Varios autores pela Ripasa (2003)
>>> Tratamento de Direito Privado 13 de Vilson Rodrigues Alves pela Bookman (2000)
>>> A Luneta Magica de Joaquim Manuel de Macedo pela Paulus
>>> Complexo Dsgn-book de Rogério Hideki; Outros pela V. Rom (2006)
>>> Tobin Or Not Tobin - Porque Tributar o Capital Financeiro... de François Chesnais pela Unesp (1999)
COLUNAS

Quinta-feira, 27/4/2017
Dilapidare
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2200 Acessos

Circulam pelas ruas semiobscurecidas madrugada adentro, empurrando carrinhos de supermercado ou puxando carroças improvisadas. Ainda que possam não ser vistos, seus intentos são pressentidos, talvez como os primeiros habitantes daqui no início de tudo.

Eles perceberam aquele edifício de um andar recém-abandonado, displicentemente deixado, sem seguranças, com cofres vazios e pesados, documentos bancários e ali foram esquadrinhando, escarafuncharam e decidiram que dali poderia sair alguma coisa. Na verdade, muita; e quem sabe até as paredes, se possível fosse levá-las e tirar algum proveito.

Transformaram-se em lesmas, circulando na escuridão com seus corpos de ventosa. Fizeram-se como animais, numa fome de lucro. Tornaram-se sanguessugas a se esgueirar pelos vidros, metais, fios, esganados de gula. Papéis revirados, excrementos, no quebra-quebra não há cuidados. Nem capricho, pois aqui é um microcosmos de um todo vilipendiado. Poderia-se dizer que uma sorte de força natural vingou torta, em um avesso mais ambicioso. Como se um passo maior que a perna quisesse ser sempre dado.

Seus rostos estão secos, seus olhos esvaziados, mas bem abertos, famélicos. Agora, trazem lá de dentro uma coleção de gavetas. Tudo o que tinha grande volume foi saqueado, além das estruturas da construção, e agora se ocupam com muito afinco das pequenezas. O aprendizado foi com o pau-brasil, o aperfeiçoamento se deu com o ouro, as pedras preciosas e um solo gentil. Esta é uma floresta, melhor, esta é uma caverna, não, esta é uma terra raspada com o restante das unhas.

Em frente, passam jovens e crianças com fones de ouvido e skates, lixeiros jogam por cima dos ombros sacos pretos e pesados no caminhão de lixo. A cada desmanche, retornam na direção do grande viaduto. A madrugada abafa como um veludo preto gritos e marteladas. Então vêm à luz do dia, tão desavergonhados que já se sentem. Talvez porque a claridade facilite o serviço e, de todos os modos, ninguém ousa os incomodar.

E num início de noite, antes de seu retorno, surgem outros. Estes vêm com placas de metal soldar, lacrar o esqueleto com ruído e luzes brancas de fogos de artifício. O que poderá nascer desse abandono? Algo novo, uma bárbara natureza que com crueza tomará conta ao seu próprio modo, de chuva, brotos, baratas e ratos, até essa lembrança ser engolida pela morte de todos os habitantes que a presenciaram.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 27/4/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como não comprar livros de Lisandro Gaertner


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2017
01. A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros - 14/12/2017
02. Vocês, que não os verei mais - 2/2/2017
03. Bruta manutenção urbana - 7/12/2017
04. Minha finada TV analógica - 6/4/2017
05. Da varanda, este mundo - 10/8/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Carlota Ângela
Camilo Castelo Branco
Saraiva
(1958)



A Décima Nona Esposa
David Ebershoff
Benvirá
(2012)



A Adeus à Mulher Selvagem
Henri Coulonges
Abril Cultural



O Fã-clube
Irving Wallace
Círculo dos Livros



Ecologia Energética
John Phillipson
Nacional
(1969)



Secretaria
Roseli Mazulo e Sandra Liendo
Senac
(2010)



Vida Privada, Liberdade de Imprensa e Dano Moral
Pedro Frederico Caldas
Saraiva
(1997)



Coleção Gente - Cleofas Uchoa
Beatriz Marinho
Rio
(2004)



O Espião Inglês
Daniel Silva
Harper Collins
(2016)



Don Quijote de La Mancha 2
Miguel de Cervantes
Español Santillana
(2011)





busca | avançada
56914 visitas/dia
1,8 milhão/mês