Higienópolis | Digestivo Cultural

busca | avançada
49568 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 7/11/2005
Higienópolis

+ de 3700 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Eu tenho uma ligação, digamos, umbilical com Higienópolis...

Meus pais se conheceram no bairro, eu praticamente nasci no bairro.

Meu pai estudou no Mackenzie. Também, meu irmão.

Nestes cinco anos de existência do Digestivo, eu vim três vezes, sempre nos anos ímpares do site, e convivi, por um tempo, com o bairro.

Em 2001, o Digestivo Cultural ainda era estático e eu vim basicamente para fazer um curso de ASP (Active Server Pages), no Senac da rua Dr. Vila Nova, para tornar o site mais dinâmico.

2001 era uma época de total incerteza. Eu havia saído do banco para levar a cabo o projeto do Digestivo Cultural. E perdia longas horas para que ele ficasse mais fácil de atualizar, para que eu estabelecesse um sistema de publicação, para cada colaborador, simultaneamente ao Blogger (eu não sabia do Blogger).

Lembro que eu ainda me pautava pelas bancas de jornal. Descobria como enviar as newsletters (em HTML) por e-mail. Enquanto administrava os egos dos primeiros Colunistas do Digestivo Cultural...

Já em 2003, eu vim com a missão de fazer um curso de PageMaker, também no Senac, tendo em vista a versão impressa do site (um projeto que desembocou na revista com a FGV no ano posterior).

Eu não sabia, mas estava à frente do meu tempo. Outro dia, encontrei uma revista que é a cara do meu projeto gráfico de dois anos atrás. Em 2003, eu havia concebido uma revista em PDF, para ser lançada em 2005 (?), se fosse...

Agora em 2005, eu vim para conhecer a Casa do Saber de Higienópolis (nossa Parceira), e freqüentar o curso do Luiz Felipe Pondé de Filosofia da Religião, desta vez na rua Itambé.

É provável que eu não fale do curso agora. Queria falar de Higienópolis...

Sempre quando eu venho para Higienópolis, assim pra andar, eu penso no meu pai.

Meu pai entrou no Mackenzie, pelas minhas contas, em 1968 e saiu em 1972, para cursar Engenharia Civil. Eu sempre fico imaginando - sempre que venho - como foram aqueles anos. Acho que os anos 60 são a obsessão da minha geração. Foram anos de grande transformação como o são agora os primeiros anos deste século XXI.

Também penso no meu irmão, que cursou Arquitetura, muito tempo depois, entre os anos 90 e os anos 2000 (Diego, você me desculpe se eu não sei ao certo os seus anos). Sempre penso que o meu irmão viveu aqui uma vida que eu não vivi, porque até então havíamos estudado nos mesmos colégios, na mesma faculdade (a Poli), até ele debandar pra cá.

Se não me engano, o Oliver Sacks, o mesmo de Tempo de Despertar, escreve sobre as memórias que herdamos de nossos familiares, que eles nos contaram, que eles nos passaram, por contágio...

Meu pai, por exemplo, sempre conta que estudou no Mackenzie, que trabalhou na rua Maria Antônia (tinha lá um Pão de Queijo) e que, por isso, não viu nada daquelas brigas contra a Faculdade de Filosofia da USP - sempre mostrada incendiada e pichada nas fotos -, que os sobreviventes inventaram, aumentaram, que no fundo não houve mesmo coisa nenhuma, etc. e tal.

Meu irmão, por sua vez, quando estudava no Mackenzie, contou de uma praça de alimentação (ou equivalente) que construíram lá. Enfim, coisa sem grande importância, mas que eu fiquei imaginando como deveria ser e que finalmente vi, este ano, sem não antes pensar em quantas memórias e em quantas histórias ele tinha daquele lugar. Memórias e histórias que eu não vou compartilhar...

Quando meu tio, irmão da minha mãe, veio no ano passado, eu quis andar com ele por Higienópolis. Ele nunca morou em São Paulo. Ele não sabe, como nós, da história da cidade, e, principalmente, da história recente do bairro.

Eu quis percorrer toda a Maria Antônia, apontar o Mackenzie, apontar a ex-Filosofia da USP, transmitir o que eu sabia do meu pai, o que tinha lido, o que tinha ouvido do meu irmão...

No fim, não houve tempo. Passamos, de carro mesmo, eu, ele e minha mãe. Ele contando a minha bisavó, muito religiosa, que eu não conheci; minha mãe contando de quando viveu sua vida de solteira - também em Higienópolis -, com minha avó; e eu apontando as coisas, tentando transmitir, em frases ou palavras, o que havia acumulado em 30 anos.

Como agora, não esgotei, em poucas horas, minha relação com Higienópolis...

De 2001, ficaram os Colaboradores do Digestivo Cultural. De 2003, ficaram, por vias travessas, os Parceiros. De 2005, não sei ainda o que vai ficar...

Ao mesmo tempo, nunca vou parar de pesquisar sobre os anos 60, para tentar entender (ou compreender) o que os meus pais viveram (ou deixaram de viver). Do mesmo jeito, a presença dos prédios, do muro, dos portões, e daquela gente pra lá e pra cá, sempre me levará a imaginar como terá sido a época do meu irmão no Mackenzie, na sua FAU...

Obrigado, portanto, ao Pondé e sobretudo à Casa do Saber, por haverem me trazido, de novo, a Higienópolis.


Postado por Julio Daio Borges
Em 7/11/2005 às 15h01


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Jesus não era cristão de Julio Daio Borges
02. Fernanda Young (1970-2019) de Julio Daio Borges
03. Pensar Edição, Fazer Livro 3 de Ana Elisa Ribeiro
04. Por que ler poesia? de Luís Fernando Amâncio
05. Pensar Edição, Fazer Livro 2 de Ana Elisa Ribeiro


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
7/11/2005
17h22min
Ahhh!!! Julio, sei bem o que é esse contagio. Histórias que a gente escuta e ficam gravadas, volta e meia a gente acaba repetindo a mesma história na tentativa de não deixar que o tempo apague a nossa história. Sua relação com Higienopólis e a mesma que tenho com a Penha de França. O interessante em tudo isso é que o tempo, na sua infinita sabedoria, se encarrega de nós levar 'a nossa origem, tentando talvés, imagino, direcionar a nossa vida. Você teve a vantagem de retornar a Higienopólis pelas mãos do conhecimento, através de Pondé, eu não te invejo, mas lamento, porque retornei 'a Penha pra saber que a vida e' breve demais. Já o contágio, e' necessário. Patricia
[Leia outros Comentários de Patricia Lara]
11/11/2005
08h01min
Olá Júlio, adorei ler o seu blog. Estudei no Mackenzie e saí do ginásio (naquele tempo tinha ginásio) em 67. Minha classe era arrojadíssima e mista. Mas no recreio meninos e meninas ficavam separados. E havia uma senhora Miss Clair que não deixava entrar se usássemos blusa sem manga, ou seja de ombro de fora! Pelo pouco que vivi o movimento estudantil, posso dizer que naquele tempo a juventude era mais "ligada". Hoje a gente vê barbaridades, nossos políticos se transformaram em ladrões refinados, e a "turma" continua numa "nice"...
[Leia outros Comentários de Vera Carvalho]
12/11/2005
17h33min
Emocionante este texto, Julio. Acho que tentar entender o passado nos auxilia a melhorar o nosso presente e nos preparar o nosso futuro. Sempre acreditei nisso, embora não seja muito compreendido por isto. Seu texto me sensibilizou. Eu era muito pequeno nos anos 60 e no início dos 70, mas também tenho um particular interesse nessas duas épocas. Procuro tudo relacionado a elas e as fotos do arquivo linkado foram pérolas pra mim. Muito obrigado e parabéns pelo texto.
[Leia outros Comentários de Julio Cesar Corrêa]
16/4/2006
11h38min
olá!!! só queria agradecer pelo seu texto, pois este me ajudou muito no meu trabalho para a escola... Nós fizemos uma caminhada de Santa Cecília para Higienópolis... e seu texto está perfeitamente relacionado com o tempo e memória do lugar... Thanks! :)
[Leia outros Comentários de Prips]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GLOBALIZAÇÃO - ESTADO NACIONAL E ESPAÇO MUNDIAL - 10ª IMPRESSÃO
DEMÉTRIO MAGNOLI
MODERNA
(1999)
R$ 7,00



COMMEMORATING PUSHKIN
STEPHANIE SANDLER
STANFORD UNIVERSITY PRESS
(2004)
R$ 260,00



QUESTÕES DO CORAÇÃO 7792
EMILY GIFFIN
NOVO CONCEITO
(2011)
R$ 13,00



OBRA COMPLETA (VOLUME 1: POESIAS E ENSAIOS)
JORGE DE LIMA
JOSÉ AGUILAR
(1958)
R$ 90,00



O VALE DAS ROSAS
LUCIEN BODARD
NOVA FRONTEIRA
(2018)
R$ 9,00



NOS BASTIDORES DO PINK FLOYD
BLAKE, MARK
EDITORA ÉVORA
(2012)
R$ 79,90



TRIÂNGULO
KEN FOLLETT
RECORD
R$ 6,00



PARIS LEGAL
CYNTHIA CAMARGO
BEST SELLER
(1998)
R$ 4,90



NO AR: PRK-30 - (COM CD )
PAULO PERDIGÃO
CASA DA PALAVRA
(2003)
R$ 25,00



O MANUSCRITO DE MEDIAVILLA
ISAIAS PESSOTTI
34
(2005)
R$ 16,11





busca | avançada
49568 visitas/dia
1,2 milhão/mês