Torço para quem eu quiser | Adriano Maesano | Digestivo Cultural

busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Copa 2002

Quinta-feira, 30/5/2002
Torço para quem eu quiser
Adriano Maesano

+ de 2800 Acessos
+ 5 Comentário(s)

Qual é a marca do tênis que você está calçando agora? E do seu relógio? E da sua televisão, do rádio do seu carro e do seu microcomputador?

O ser humano não é patriota ao escolher este tipo de coisa. Usamos tênis Nike, relógios Swatch e nossos equipamentos eletrônicos geralmente são japoneses. Não temos o sentido de patriotismo ao comprar estes produtos, deixando de lado marcas como Penalty, Olympikus, Dumont, Gradiente e Itautec. Compare a bilheteria dos filmes nacionais com aqueles produzidos em Hollywood.

Por que razão devo ser patriota e torcer para a Seleção Brasileira?

Independente de torcer ou não, quero ter o direito de escolher as marcas que vou consumir, as pessoas com quem desejo conviver e os times que merecerão meu apoio. Não escolhi meus parentes nem minha pátria. Não sou obrigado a gostar dos meus primos. Nem de determinada seleção ou atleta nacional.

Lembro vagamente da Copa do Mundo de 1978, pois tinha menos de 5 anos. Minha maior lembrança refere-se à partida Argentina e Peru. Os argentinos massacraram os peruanos por 6x0, e eu estava vendo o jogo em casa, sem meus pais, que estavam em uma festa. Eu adorei ver aquela chuva de gols, papel picado e muita festa. Mal sabia que aquele jogo representou uma das maiores farsas da história das Copas do Mundo, e que a enorme diferença de gols classificou nossos vizinhos para a final, eliminando "nossa" Seleção Brasileira.

Sofri muito em 1982 e 1986, ao ver grandes craques sucumbirem em partidas dramáticas, contra Itália e França respectivamente. Sendo um apaixonado pelo futebol, aos 12 anos chorei muito com a eliminação nos pênaltis em 1986.

A Copa de 1990 não causou muito sofrimento, apesar do Brasil ter jogado muito bem na partida contra a Argentina, quando eles marcaram na única vez que chegaram na meta brasileira.

O futebol covarde de 1994 não mereceu meu apoio, e fui imparcial na final contra a Itália, lamentando apenas o fato de um dos maiores craques que vi jogar, Roberto Baggio, ser o responsável pelo pênalti decisivo. Teria sido mais justo ver Bebeto bater, e converter, a última cobrança. Ao menos o Brasil atuou com vontade e dignidade, merecendo o título pelo excelente conjunto e equilíbrio da equipe.

Minha seleção em 1998 era a França. Era um dos poucos que acreditavam na equipe francesa, que tinha o melhor retrospecto nos anos que antecederam a Copa do Mundo. O Brasil fez um belo papel, chegando à final com um time limitado e mal escalado (lembrem-se que Bebeto arrastava-se em campo), mas era certo que não poderíamos vencer a equipe francesa, que era muito superior ao Brasil, e ainda jogava em Paris, às vésperas do 14 de julho.

Espero que o Brasil não tenha muito sucesso nesta Copa do Mundo, pois desta forma o "estilo Scolari" seria enterrado, como ocorreu com Sebastião Lazaroni em 1990. Este treinador é grosseiro, ignorante e retranqueiro, envergonhando "nossa" nação, além de levar o verdadeiro futebol brasileiro para o buraco. Apesar de craques como Ronaldinho Gaúcho serem capazes de um milagre, e conduzindo o Brasil ao penta, espero não ter o desprazer de ver Felipão, Murtosa e Antônio Lopes pulando e chorando sob os berros de Galvão Bueno. Aí seria demais!

Acho que vou torcer pela Argentina. A atual situação do país, somada com a safra de craques como Verón e Sorín é motivo suficiente para que eles tenham meu apoio. Não sei se vencerão, pois o goleiro deles é horrível, como "nosso" Marcos, que traz amargas lembranças pela semelhança (física e tecnicamente) que tem com Valdir Peres, que causou muita preocupação aos brasileiros 20 anos atrás.


Adriano Maesano
São Paulo, 30/5/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A poesia afiada de Thais Guimarães de Jardel Dias Cavalcanti
02. Bruta manutenção urbana de Elisa Andrade Buzzo
03. Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo de Jardel Dias Cavalcanti
04. O que vai ser das minhas fotos? de Ana Elisa Ribeiro
05. A Garota do Livro: uma resenha de Heloisa Pait


Mais Adriano Maesano
Mais Especial Copa 2002
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/5/2002
15h32min
Bem, aqui em casa as marcas dominantes são Olympikus, Dumont, Gradiente. Mas não foram escolhidas por questão de patriotismo. Eu não vou torcer para o Brasil na copa por outros motivos. Analisando pelo ano em que estamos vivendo, um ano de eleições, um ano onde as pessoas deveriam estar prestando atenção aos atos dos candidatos à cadeira de presidente da república em vez de ficarem preocupados com a seleção de futebol. Agora nos dias de jogos do Brasil, o governo decretou ponto facultativo em todas as repartições públicas no periodo da manhã. Realmente, os feriados durante o ano são muito poucos. Espero que a seleção volte o mais rápido possível pra casa. O Brasil precisa de gente trabalhando e não de mais 7 meios feriados.
[Leia outros Comentários de Yara Romero]
3/6/2002
10h59min
É uma vergonha que uma pessoa que "vive" do esporte nacional, principalmente do futebol torça contra o Brasil. Pelo que eu sei o Sr. Adriano possui uma empresa de mkt esportivo chamada ESM que atende os principais atletas do país. Será que eles já leram essa sua coluna??? Eu acredito que o Sr. Maesano deva encontrar outra profissão...talvez a de crítico, já que é só o que sabe fazer! É essa falta de nacionalismo que nos torna um país tão frágil. Vá morar fora!!!! Estamos cansados de gente hipócrita!!! O BRASIL agradece.
[Leia outros Comentários de Brasil]
3/6/2002
11h19min
Acho que o problema é que não somente eu como várias pessoas cresceram ouvindo que Gradiente era uma porcaria, CCE era uma porcaria, Cougar era uma porcaria, Nike era o melhor sapato, etc. Nós brasileiros estávamos atrasados tecnologicamente. O cinema nacional só mostrava sacanagem e o Collor enterrou o cinema nacional. Posso estar errado, mas quando era garoto eu só ouvia isso. Concordo com suas colocações, estou somente pensando porque aconteceu isso com nosso país. Quanto ao futebol, todos que conhecem sabem o estilo de jogo do Scolari. Nenhum técnico queria comandar a seleção, ele foi o único patriota que aceitou o desafio. Agora todos criticam que ele é grosso, que manda bater, que é retranqueiro... Eu também não gosto do estilo de jogo dele mas acho que os 180milhões de "técnicos" devem aceitar seu estilo pois na hora que a seleção precisou de um técnico ninguém aceitou dirigir o time. Vou torcer sempre para o Brasil apesar de não acreditar que eles tragam o caneco.
[Leia outros Comentários de Alexandre Catelli]
7/6/2002
21h06min
Morar na Dinamarca? Cadê as passagens, cadê as passagens?
[Leia outros Comentários de Rogério]
2/7/2002
13h39min
Tamanha mediocridade de sua parte me enverganha de saber que és brasileiro.
[Leia outros Comentários de Rodrigo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MULHER, VAMOS FALAR DE VOCÊ
ELIANA ZUCKERMANN
MULTILETRA (RJ)
(1997)
R$ 25,28



O BOXE
JOYCE CAROL OATES
EDIÇÕES 70
(1990)
R$ 41,80



VÍRUS DA MENTE
RICHARD BRODIE
CULTRIX
(2010)
R$ 31,00



CÁCULO E INTRODUÇÃO À ANÁLISE
UBIRATAN DAMBROSIO
COMPANHIA NACIONAL
(1975)
R$ 50,00



A DAMA DAS CAMÉLIAS
ALEXANDRE DUMAS FILHO
NOVA CULTURAL
(2003)
R$ 26,91
+ frete grátis



ATRÁS DE TODAS AS PORTAS
STELA MARIS REZENDE
ATUAL
(1988)
R$ 4,00



O FILHO DO GRÚFALO
JULIA DONALDSON
BRINQUE-BOOK
R$ 39,95



O ANEL QUE TU ME DESTE
LEONA BLAIR
NOVA CULTURAL
(1991)
R$ 7,00



CRÔNICAS DE UM ETERNO LIBERAL
JOHN KENNETH GALBRAITH
NOVA FRONTEIRA
(1980)
R$ 15,00



SEXY SCHEILA CARVALHO Nº 310 ERÓTICO
VÁRIOS AUTORES
RICKDAN
(2005)
R$ 25,00





busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês