Comentários do IP 200.193.244.177 | Digestivo Cultural

busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Cigarro, apenas um substituto da masturbação?
>>> De volta às férias I
>>> Redes e protestos: paradoxos e incertezas
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Alfa Romeo e os bloggers
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O Jovem Bruxo
>>> Sua Excelência, o Ballet de Londrina
>>> O diabo veste Prada
Mais Recentes
>>> Organize-se num Minuto de Donna Smallin pela Gente (2005)
>>> Assassinato no Expresso do Oriente de Agatha Christie pela Nova Fronteira (2011)
>>> Quatrocentos Contra Um - Uma História do Comando Vermelho de William da Silva Lima pela Vozes (1991)
>>> Confronto pedagógico: Paulo Freire e Mobral de Gilberta Martina Jannuzi pela Cortez & Moraes (1979)
>>> Escravidão, Homossexualidade e Demonologia de Luiz Mott pela Icone (1988)
>>> Socialismo Síntese das origens e doutrinas de Edgar Rodrigues pela Porta Aberta (2003)
>>> Sentença: Padres e Posseiros do Araguaia de Rivaldo Chinem pela Paz E terra (2019)
>>> Pancho Villa O revolucionário Mexicano de Earl Shorris pela Francisco Alves (1983)
>>> México em Transe de Igor Fuser pela Scritta (1996)
>>> Sociologia Política da Guerra camponesa de Canudos - Da destruição do Belo Monte ao aparecimento do MST de Clóvis Moura pela Expressão Popular (2000)
>>> Exclusão Escolar Racializada - Implicações do Racismo na Trajetória de Educandos da EJA de Tayná Victória de Lima Mesquita pela Paco Editorial (2019)
>>> Crítica da Razão Negra de Achille Mbembe pela N-1 Edições (2018)
>>> Esferas da Insurreição - Notas para uma vida não cafetinada de Suely Rolnik pela N-1 Edições (2013)
>>> Arqueofeminismo - Mulheres filósofas e filósofos feministas – Séculos XVII-XVIII de Maxime Rovere (Org.) pela N-1 Edições (2019)
>>> A Doutrina Anarquista ao Alcance de Todos de José de Oiticica pela A Batalha (1976)
>>> Helena de Machado de Assis pela Ática (1994)
>>> A 3° Visão de T. Lobsang Rampa pela Record (1981)
>>> A História Da Indústria Têxtil Paulista de Francisco Teixeira pela Artemeios (2007)
>>> Ciência tecnologia e gênero abordagens Iberoamericanas de Marília Gomes de Carvalho (org.) pela utfPR (2011)
>>> A Jornada de Erin. E. Moulton pela Nova Conceito (2011)
>>> A Melodia Feroz de Victoria Schwab pela Seguinte (2016)
>>> Despertar ao Amanhecer de C.C. Hunter pela Jangada (2012)
>>> Sussurro - Coleção Hush Hush de Becca Fitzpatrick pela Intrínseca (2009)
>>> Holocausto Nunca mais de Augusto Cury pela Planeta
>>> Lusíada (Nº 1): Revista Ilustrada de Cultura.- Arte.- Literatura.- História.- Crítica de Martins Costa/ Portinari/ Texeira Pascoaes (obras de) pela Simão Guimarães & Filhos./ Porto (1952)
>>> Fábulas que Ajudam a Crescer de Vanderlei Danielski pela Ave Maria (1998)
>>> Ninguém é igual a ninguém de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> Você Pode Escolher de Regina Rennó pela Do Brasil (1999)
>>> Apelido não tem cola de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (2019)
>>> Coração que bate, sente de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> A galinha que criava um ratinho de Ana Maria Machado pela Ática (1995)
>>> Pinote, o fracote e Janjão, o fortão de Fernanda Lopes de Almeida pela Ática (2000)
>>> A lenda da noite de Guido Heleno pela José Olympio (1997)
>>> A História de uma Folha de Leo Buscaglia pela Record (1999)
>>> Chapeuzinho Amarelo de Chico Buarque pela José Olympio (1999)
>>> O último judeu: uma história de terror na Inquisição de Noah Gordon pela Racco (2000)
>>> Confissões de um Torcedor: Quatro copas e uma Paixão de Nelson Motta pela Objetiva (1998)
>>> Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de Aids de Vários pela Brasília (2000)
>>> A Roda do Mundo de Edimilson de Almeida Pereira e Ricardo Aleixo pela Mazza/ Belo Horizonte (1996)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> A Propagação do Amor: Sobre o Plantio e a Colheita do Bem de Betty J. Eadie pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Auto- Estima: Amar a Si Mesmo para Conviver Melhor Com os Outros de Christophe André - Françoise Lelord pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Os Lusíadas: Reprodução Paralela das duas Edições de 1572 / Ed. Ltd. de Luis de Camões pela Impr. Nac. Casa da Moeda/ Lis (1982)
>>> Administração de Marketing: Desvendando os segredos de: Vendas. Promoç de Stephen Morse pela McGraw Hill (1988)
>>> Obras Completas de Álvares de Azevedo - 02 Tomos ) de Álvares de Azevedo/ Org. Notas: Homero Pires pela Companhia Ed. Nacional (1942)
>>> Obras Completas (Poesia, Prosa e Gramática) de Laurindo José da Silva Rabelo/ Org: O. de M. Braga pela Companhia Ed. Nacional (1946)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Domingo, 17/11/2002
Comentários
200.193.244.177


deixa o volodya fora disso
Obrigada pela menção, Alexandre. Não sou de maneira alguma uma “escritora” – mas o título não cairia mal num país em que a Marilena Chauí é considerada uma .... filósofa!!! O outro porém: o Martim tem razão. Ser "de direita" é falar exatamente a língua da "esquerda". Talvez eu seja “de direita” - mas a "direita" de que talvez façamos parte – me recuso a pensar que somos uma “comunidade” - é incompreensível ao Marcelo Barbão, por exemplo, que insiste em nos martelar com "fatos" nos quais um dia já tivemos a inocência - disfarçada de argúcia - de acreditar, assim como próprio Francis. Como já ouvi dizer por aí, quem nunca foi "de esquerda" não tem coração. Quem continua na esquerda acaba por ficar sem cérebro. O Marcelo insiste em dizer que a "direita" (ardilosos vampiros do mal e seres das trevas) trabalha na calada da noite. Risível, risível. A esquerda,esta sim – ainda segundo o Marcelo - trabalha às claras, de martelo e foice na mão, revolucionando o mundo. Podemos deduzir dos argumentos do Marcelo que a esquerda não precisa usar desses artifícios subversivos para “mudar o mundo”. Não dá pra acreditar é em tamanha inocência, Marcelo. A esquerda, em sua tradição marxista, sempre foi a melhor nos truques do esconde-esconde, do newspeak, da sutil lavagem lingüística e ideológica. E, sim, o pai do Nabokov foi assassinado por um “direitista” insano - só que parece que mais uma vez você varre fatos para debaixo do tapete. O tiro que matou Vladimir Dmitrievich Nabokov não o fez senão por acaso. O alvo era o amigo que Nabokov tentara proteger, Pavel Nikolaevich Milyukov, também um antidéspota – título que para você, imagino, deve automaticamente ser equiparado a “ser de esquerda”, assim como deve ter sido automática sua conclusão de que os novos “escritores” de blog serão Pinochets e Pedro Carmonas no futuro. Milyukov era historiador e escreveu sobre o perigo que os Bolcheviques representavam. O sonho dos Kadets, ao instituir o “Pervaya Duma”, ou Primeiro Parlamento, era fazer da Rússia uma República ou uma monarquia constitucional como a Inglaterra. Sob o paradoxal regime tzarista, o pai de Nabokov foi proibido de participar nas eleições públicas, mas podia ainda trabalhar em publicações “esquerdistas”. Como disse o próprio escritor, àquela época “justice and public opinion could still prevail occasionally in old Rússia; they had only five years to go” ou, ainda, “The history of Russia could be considered from two points of view: first, as the evolution of the police (a curiously impersonal and detached force, sometimes working in a kind of void, sometimes helpless, and at other times outdoing the government in brutal persecution); and second, as the development of a marvelous culture. Under the Tsars, despite the fundamentally inept and ferocious character of their rule, a freedom-loving Russian had had incomparably more means of expressing himself, and used to run incomparably less risk in doing so, than under Lenin”. Mas claro que todo mundo prefere entender errado. Você parece ser outro que prefere acreditar no mundo cor-de-rosa dos esquerdistas bonzinhos e sonhadores contra direitistas malvados e inescrupulosos. O pai de Nabokov não era um “esquerdista” no fétido sentido – redolente aos que salivam de emoção romântica ao ver o “filho do povo” chegar à Presidência, tão semelhantes aos servos hipnotizados por um Lenin, um Hitler, um Mao, um Stalin – que a esquerda brasileira imprime à coisa. E veja que curioso: o assassino do pai de Nabokov era tão “de direita” que foi nomeado por Hitler como o administrador da “busca” alemã aos eventuais emigrés que deixassem a Rússia – gente, por exemplo, como Véra Nabokov, judia, e nada menos que a mulher do escritor cujo pai fora assassinado. Claro que você, como defensor da sacrossanta esquerda, acredita que o Nazismo era “um regime de direita”, não é mesmo? Ah, sim: meu caro Antonio Castellane, se conviveu mesmo com o Francis, dele não aprendeu nada. Aliás, para ter convivido com Francis, você tem de ter pelo menos uns 30 anos de idade – o que estranhamente não condiz com seu infantil hábito de mandar e-mails a pessoas que desconhece, chamando-as de “apple-polisher”. Vai lustrar o sapato do Jabor que você lucra mais, meu filho.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Juliana
17/11/2002 à
01h40 200.193.244.177
(+) Juliana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MAPEANDO O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL
DANNY ZAHREDDINE
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 230,00



GLORINHA - 5ª EDIÇÃO - COLEÇÃO PRIMAVERA
ISA SILVEIRA LEAL
IBRASA
(1983)
R$ 7,00



9-11 SEPTEMBER 11TH 2001 VOL. 2
N/D
DC
(2002)
R$ 50,00



O CHOQUE DE GESTÃO EM MINAS GERAIS
RENATA VILHENA, HUMBERTO F MARTINS E OUTROS
UFMG
(2006)
R$ 20,00



BIOLOGIA 1
SERGIO LINHARES FERNANDO GEWANDSZNAJDER
ATICA
(2014)
R$ 120,00



O ENCANTADOR DE CÃES
CESAR MILLAN; MELISSA JO PELTIER
VERUS
(2007)
R$ 10,00



COZINHA PAÍS A PAÍS - EGITO - VOLUME 9
IGNACIO MEDINA
MODERNA / FOLHA DE SÃO PAULO
(2006)
R$ 9,00



OS PENSADORES: HISTÓRIA DA FILOSOFIA
BERNADETTE SIQUEIRA ABRÃO
NOVA CULTURAL
(1999)
R$ 15,00



ATORES AUTORES
ANTONIO FAGUNDES E OUTROS
CLUBE DO LIVRO
(1987)
R$ 10,00



JOGO DOS BICHOS
CHICO ALENCAR
MODERNA
(1994)
R$ 8,00





busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês