Pan-pouco-pan e nação top top | Digestivo Cultural

busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 30/7/2007
Pan-pouco-pan e nação top top

+ de 1800 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Acompanhei mais ou menos de longe o Pan que acaba de passar pelo Rio de Janeiro. Acompanhei parte da abertura, a cobertura por diversos canais de TV e pela mídia escrita, as fofocas e denúncias enviadas pela internet e o deslumbre de jornalistas que se comportaram mais como torcedores do que como profissionais da notícia.

A conclusão que pude tirar de toda essa observação não foi nem um pouco original: o Brasil não é mesmo um país sério.

Antes que receba críticas e seja chamada de antipatriota, advirto que tive oportunidades sedutoras de viver fora do país, mas nem pestanejei em voltar para cá. É o lugar em que nasci e, apesar de ter vontade de dar uns tapas no traseiro de muita gente daqui, gosto dele. Gosto tanto que reconheço nossas falhas e me disponho a contribuir para a melhora da nossa sociedade.

É claro que morro de vergonha quando vejo uma torcida inteira vaiar os jogadores de Cuba e fazer pressão psicológica em atletas de outras delegações, levando as disputas de quadra para o lado pessoal. Mas o que me incomodou mesmo foi que em vários momentos do Pan, isso virou estratégia para a conquista da medalha. Ou seja, um nivelamento por baixo.

Não interessa o fato de a Jade ter se dado mal nas barras assimétricas, interessa que a concorrente seja pior, assim a brasileira ainda poderá garantir uma medalha. E, nesse ponto, a narração esportiva foi impiedosa e dramática. No momento em que a concorrente titubeou na saída, só se ouvia um empolgante "ela vai cair, ela vai cair! A Jade tem chances!"

Vergonhoso. Tão vergonhoso quanto essa disputa pelo segundo lugar no quadro de medalhas contra Cuba. Segundo lugar! Que nação é essa que se contenta com segundo lugar, meu Zeus?

Enquanto assistia aos jogos do Pan, não me saía da cabeça a imagem do Fradim, do Henfil, e o seu famoso "top top". É isso, somos uma nação top top, que se contenta com o segundo lugar, nem que para obtê-lo seja necessário recorrer a vudus e mandingas que tirem Cuba do nosso caminho.

O pior de tudo é achar que um segundo lugar está bom. Não está. Pergunte aos atletas que ficaram com bronze e prata. Só quem acha bom um segundo e terceiro lugar é quem não esperava sequer um quarto.

E depois de pagar caro para entrar nos ginásios e estádios, vaiar os atletas adversários e espalhar "top top's", a brilhante torcida brasileira ainda acredita que estamos credenciados para sediar as olimpíadas. A torcida e alguns ex-voluntários do Pan, os desertores que se indignaram com a alimentação oferecida e, como retaliação, puxavam o coro de vaias nos jogos. Quanta ilusão!

Antes mesmo do encerramento do Pan, a mídia empoleirou-se nos ombros do presidente do COI a fim de ouvir um elogio, algo como "foi maravilhoso, o melhor Pan de todos os tempos!" Não foi. E graças a Zeus, alguém nesse mundo é realista e corajoso o suficiente para dizer isso para uma nação de deslumbrados.

É impressionante como nos contentamos com pouco. Serviços bancários que nos fazem esperar uma eternidade, ensino público e privado de baixa qualidade, corrupção solta em todas as esferas políticas e sociais, e não reclamamos de nada. Quando temos que nos mexer o mínimo, já achamos que fizemos muito.

Não fizemos. É pouco e ainda falta muito. Além de instalações e obras para sediar qualquer evento, é preciso educar a população e isso leva tempo, investimento e mobilização social numa escala que nunca se viu no Brasil. Ou seja, no andar da carruagem, é bem provável que o sol se apague antes de sediarmos qualquer olimpíada aqui.


Postado por Pilar Fazito
Em 30/7/2007 às 12h33


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Fernanda Young (1970-2019) de Julio Daio Borges
02. Coleção Leve um Livro celebra de Ana Elisa Ribeiro
03. Manifesto Infeliz de Julio Daio Borges
04. Max Planck e as novas ideias de Julio Daio Borges
05. Caixa Dois, sem eufemismos de Diogo Salles


Mais Pilar Fazito no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/7/2007
13h18min
Pilar, compartilho com vc minha indignacao com relacao ao pior do Brasil: o brasileiro hehe... Vaias, desrespeito, máscaras, tomei ojeriza desse pan-americano. Nao me importo de ser chamada de anti-patriota, pq ser anti-patriota é expor ao mundo (mesmo com o descaso da imprensa americana aos jogos) um brasileiro q se orgulha de atrapalhar o adversario para beneficio proprio. Entao, quem quer vir competir em nosso pais? Onde venezuelanos, americanos e qualquer adversario é tratado desrespeitosamente??? Ai', depois vem "neguim" reclamar q é maltrado no exterior... Isso fora outros questionamentos... ate postei agora um artigo (mal-feito by mylself) para um processo seletivo no Rio..seu texto me inspirou a posta-lo blog.
[Leia outros Comentários de Camila]
30/7/2007
18h47min
Pilar, voce nao é antipatriota. Voce só teve coragem de dizer a realidade. Nossas mazelas terceiro-mundistas nunca ficaram tão expostas. A decana e ultrapassada “Lei de Gérson” ganhou nova roupagem e se revigorou. Na novíssima “Lei de Oscar Schmidt”, o que vale é ganhar a todo custo. Viva o “jeitinho brasileiro”! Nosso ufanismo jeca só não foi maior porque aconteceu o desastre do Airbus da TAM, mas a falta de respeito e educação com os atletas estrangeiros beirou a obscenidade. Pelo menos o crime organizado no Rio deu uma trégua. Diante de toda aquela calmaria, havia espaço para os policiais militares darem a sua mordiscada e nossos gloriosos PMs foram formalmente acusados de extorquir dinheiro de dois turistas norte-americanos.
[Leia outros Comentários de Diogo Salles]
30/7/2007
18h48min
Isso sem falar do manual que foi entregue a todos os atletas da delegação americana, e advertia para os perigos das favelas, seqüestros-relâmpago e frisa que "a violência na cidade não tem hora e nem local para acontecer". A única falha do manual talvez tenha sido não alertá-los para os perigos que os policiais brasileiros representam. Como podemos reclamar? São realidades que insistimos em esconder, que fingimos ignorar, mas que não temos como negar. Se lançam um filme em que turistas vêm ao Brasil e são dopados, roubados e mutilados; se lançam manuais de sobrevivência às delegações; se policiais brasileiros representam tanto perigo quanto os bandidos, o que nos restou? Welcome to the Congo!
[Leia outros Comentários de Diogo Salles]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A VIDA VEM DA VIDA
A. C. BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA
THE BHAKTIVEDANTA BOOK TRUST
(1980)
R$ 5,99



BIORRITMO: UMA CIÊNCIA PESSOAL
BERNARD GITTELSON
CÍRCULO DO LIVRO
(1992)
R$ 7,90



LITERATURA ESTRANGEIRA
FANGA COLEÇÃO OBRAS COMPLETAS
CAMINHO
(1996)
R$ 68,00



O ALBATROZ AZUL
JOÃO UBALDO RIBEIRO
NOVA FRONTEIRA
(2009)
R$ 8,90



CRÔNICAS DA ALDEIA
LIRA NETO
ARMAZÉM DA CULTURA
(2014)
R$ 45,00



BRAS, BEXIGA E BARRA FUNDA
ALCANTARA MACHADO
SOL
R$ 5,00



A CIDADE IDEAL
FELIPE AFONSO LIMA SILVA
DO AUTOR
(2000)
R$ 10,00
+ frete grátis



MEDICINA
TUMORES Y LESIONES SEUDOTUMORALES DEL ESQUELETO
EDITORIAL CIENTIFICO - TÉCNICA
(1979)
R$ 64,20



OS VELHOS MARINHEIROS OU O CAPITÃO DE LONGO CURSO
JORGE AMADO
RECORD
(1979)
R$ 8,00



MUDANÇA IDEOLÓGICA PARA A QUALIDADE: UMA ABORDAGEM ANTROPOLÓGICA
MIGUEL PEDRO CARDOSO
EDUFF
(2000)
R$ 24,82





busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês