Há algo especialmente podre... | Digestivo Cultural

busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Com 21 apresentações gratuitas, FLOW Literário aborda multi linguagens da literatura
>>> MASP, Osesp e B3 iniciam ciclo de concertos online e gratuitos
>>> Madeirite Rosa apresenta versão online de A Luta
>>> Zeca Camargo participa de webserie sobre produção sustentável de alimentos
>>> Valéria Chociai é uma das coautoras do novo livro Metamorfoses da Maturidade
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Auf! Auf!
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> 15 de Junho #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Auto-ajuda empresarial: reunite crônica
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Pesquisa e blog discutem "Marca Amazônia"
>>> Vida e morte do Correio da Manhã
>>> O site de Dorival Caymmi
>>> Entrevista à revista Capitu
Mais Recentes
>>> Por Que os Homens Têm Medo de Compromisso? de Steven Carter / Julia Sokol pela Sextante (2009)
>>> Devoradores de Mortos: o manuscrito de Ibn Fadlan, relatando suas experiências com os nórdicos em 922 de Michael Crichton pela Rocco / L&PM (2009)
>>> O Caminho da Cura: despertando a sabedoria interior de Deepak Chopra, M. D. pela Rocco (1999)
>>> Os Exilados da Capela de Edgard Armond pela Aliança (1989)
>>> TERRA - O Jardim de Experiências de Rodrigo Romo pela Shanthar (2013)
>>> Contos de Cemitério - Amor Humor Terror de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> A COSMOGÊNESE DE SHANTAR - Códigos Voronandeck de Rodrigo Romo pela Shanthar (2008)
>>> Futebol Campista - 100 anos de glórias e histórias (1910 - 2010) de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> Conclave de Roberto Pazzi pela Alfaguara (2006)
>>> SUPRACONFEDERAÇÃO Ordem Lanonadeck - Os Criadores e Manipuladores da Vida de Rodrigo Romo pela Shanthar (2019)
>>> A Companheira de Viagem de Fernando Sabino pela Círculo do Livro
>>> O Advogado do Diabo de Morris West pela Círculo do Livro
>>> Fragmentos de Acrílico de Ronaldo Macedo pela Alvor (1987)
>>> Variações da Palavra Dor de Therezinha Russo pela Antares (1981)
>>> A EXPERIÊNCIA MORONTIAL - A Evolução Multidimensional Física de Rodrigo Romo pela Shanthar (2016)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin de Eide M. Murta Carvalho Organização pela Martin Claret (1986)
>>> Poemas de Amor de William Shakespeare pela Pocket Ouro (2009)
>>> O Pensamento Vivo de Buda de José Geraldo Simões Jr Tradução e Pesquisa pela Martin Claret (1985)
>>> O Quarto Protocolo de Frederick Forsyth pela Record
>>> História de Sinais de Luzia Faraco Ramos pela Ática (2002)
>>> Guia Rápido para Lidar Com Pessoas Difíceis de Murray Oxman pela Gente (2008)
>>> Tai-pan - Volume 2 de James Clavell pela Record
>>> Fernão Capela Gaivota de Richard Bach pela Círculo do Livro
>>> D.Pedro II de Cristiane Costa pela VeraCruz (2005)
>>> O Santuário da Montanha - História Ilustrada do Retiro de Itamonte de Associação Oriente-ocidente pela Associação Oriente-ocidente (2013)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 5/5/2008
Há algo especialmente podre...

+ de 3200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

na Áustria? Em março, li Medo de voar, da Erica Jong. Em meio a tantas considerações mais importantes e relevantes sobre esse marco do que chamam "literatura feminista", me surpreendeu o quanto a personagem principal detesta Viena e os austríacos (e os alemães de uma forma geral, já que ela é judia e viveu na Alemanha do pós-guerra, tentando se encontrar nos destroços nazistas).

E na última semana de abril, terminei O náufrago (Companhia das Letras, 2006, 140 págs.), de Thomas Bernhard, tão bem resenhado pelo Julio D. Borges que fica complicado encontrar algo que complemente o texto do nosso editor. O gancho salvador é que, assim como a Isadora de Jong, os três personagens do livro abominam a terra de Mozart.

Dois deles são ficcionais e austríacos e o terceiro é o pianista (artista do piano, como prefere o narrador, um ex-virtuose) américo-canadense Glenn Gould. Eles se conhecem no Mozarteum de Salzburgo onde, juntos, terão aulas de piano durante alguns meses. De tão horrível (na opinião deles), não conseguem morar na cidade e alugam uma casa numa localidade vizinha.

Do início ao fim, opiniões deprimentes sobre as cidades austríacas pontuam a narração, que é o fluxo de pensamento do ex-virtuose enquanto aguarda a deprimente dona da deprimente pousada onde vai se hospedar. Ele pinta um país destruidor de pessoas, de mentes, de corações, a ponto de cogitar se a geografia contribuiu para o suicídio do amigo, o náufrago do título. O único, por sinal, que permaneceu na Áustria.

Enquanto Glenn Gould volta para os Estados Unidos e o ex-virtuose, alguns anos depois, refugia-se em Madri, o náufrago permanence e soçobra em meio à decepção por jamais poder alcançar o talento de seu colega americano. Uma constatação que é feita muito cedo, ainda no Mozarteum, o que torna tudo ainda mais cruel. Como diz o livro, se ele nunca tivesse se deparado com o gênio, se ele nunca tivesse passado pela sala 33 e ouvido Gould interpretar as Variações Goldberg, de Bach, Wertheimer, o náufrago, talvez tivesse sobrevivido ― mesmo vivendo na Áustria.

O fato é que, em dois meses, li dois livros cujos personagens detestam a Áustria. E enquanto isso, o governo austríaco trabalha para melhorar sua imagem depois de o mundo se chocar com o caso de um de seus cidadãos, o pai que abusou, engravidou e manteve a filha presa em um porão por 24 anos. Episódio que, somado a outro longo seqüestro de uma jovem (que ficou presa 8 anos, mas pelo menos o carrasco não era o pai), pode fazer as pessoas imaginarem o que há de errado com esse país.

Infelizmente, não conheço a Áustria. Felizmente, já ouvi/li muito mais opiniões positivas do que negativas sobre o país. Tenho uma amiga morando lá e ela está muito satisfeita. Comento aqui a coincidência porque me fascina a maneira como certas informações, de origens muito distintas, se repetem, sem que possamos saber, antes de ler um livro ou abrir o jornal, o quanto os conteúdos se entrelaçam.

Não concluo nada sobre a coincidente relação temporal entre os livros e os fatos. Talvez, apenas, que existem bons livros falando mal da Áustria. E que, provavelmente, a humanidade está ficando cada vez mais podre, seja na Europa, no Brasil ou em qualquer outro canto do globo.


Postado por Adriana Baggio
Em 5/5/2008 às 17h29


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A vida boa com você de Julio Daio Borges
02. Você já foi cancelado? de Julio Daio Borges
03. Canal Livre com FHC de Julio Daio Borges
04. Jeff Bezos em 2003 de Julio Daio Borges
05. Disintegration ao vivo de Julio Daio Borges


Mais Adriana Baggio no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/5/2008
07h40min
Sim, mais doente. A Sociedade está doente, e o maior sintoma disso é o aumento dos crimes com requintes de crueldade, praticados por pessoas aparentemente normais. Essas pessoas são "laranjas" do destino, e representam o reflexo do quanto nossa Sociedade (mundial) está emocionalmente perdida. Quando acontecem casos como o da Isabella, ou da Austria, todos nos chocamos, mas todos os dias crianças são assassinadas, todos os dias descobrem-se pessoas encarceradas e violentadas, todos os dias o transito mata tanto quanto numa guerra. É preciso que todos façamos alguma coisa. As mulheres estão também mais violentas, e isso é só a mais cruel constatação dessa doença social. Infelizmente agora, as mulheres começam a equiparar-se aos homens também no que temos de pior: a força bruta! Faz-se necessário uma reflexão, especialmente, no próximo domingo. Abraço e bom Dia da Mães, apesar de tudo!
[Leia outros Comentários de Guto Maia]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Ministério Público e o Processo Civil
José Fernando da Silva Lopes
Saraiva (sp)
(1976)
R$ 8,82



Último Correio Antes da Noite
Serge Reggiani
Campo das Letras
(1996)
R$ 58,78



Português: Linguagens- Vol 1- Ensino Médio
William Roberto- Thereza Cochar
Atual
(1999)
R$ 37,00



Odontologia Clinica de Norteamerica - Simposios Sobre Anestesia Loc...
M. L. Allison S. H. Yale
Mundi
R$ 29,18



Em Defesa do Presidencialismo
Leôncio Martins Rodrigues e Outros
Espaço e Tempo
(1993)
R$ 20,00



Do Meu ao Teu Coração
Pe. Paulo Horneaux de Moura Filho
Ed. Loyola
R$ 5,00



Treinando a Emoção para Ser Feliz
Augusto Cury
Planeta
(2007)
R$ 35,91



Vida a dois, vida solitária
Dan Kiley
Rocco
(1992)
R$ 10,00



Varal de poesia
Henriqueta Lisboa , José Paulo Paes, Mário Quintana, Fernando Paixão
Ática
(2017)
R$ 10,00



Seu Filho é uma Criança Excepcional Diferente das Outras Crianças N...
Geniveve Drennen
Apae
(1961)
R$ 20,14





busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês