Paulo Francis e a Petrobras | Digestivo Cultural

busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Livro ensina a lidar com os obstáculos do Transtorno do Déficit de Atenção
>>> João Trevisan: Corpo e Alma || Museu de Arte Sacra
>>> Samir Yazbek e Marici Salomão estão à frente do ciclo on-line “Pensando a dramaturgia hoje”
>>> Chá das Cinco com Literatura recebe Luís Fernando Amâncio
>>> Shopping Granja Vianna de portas abertas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Matrix, ou o camarada Buda
>>> Honestidade
>>> Action culturelle
>>> Google Blog
>>> A morte do jornal, pela New Yorker
>>> Mucha Mierda
>>> O trabalho camponês na América
>>> Anna Karenina, Kariênina ou a do trem
>>> Um rancho e um violão
>>> Da fatalidade do desejo
Mais Recentes
>>> O Código da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> A pergunta a varias mãos de Carlos Rodrigues brandão pela Cortez (2003)
>>> Short Cuts - Cenas da Vida de Raymond Carver pela Rocco (1994)
>>> Da Unidade Transcendente das Religiões de Frithjof Schuon, Fernando Guedes Galvão pela Martins (1953)
>>> Lilith, A Lua Negra de Roberto Sicuteri pela Paz e Terra (1985)
>>> Elementos Fundamentais Para Uma Ampliação da Arte de Curar de Rudolf Steiner e Ita Wegman pela Antroposófica (2007)
>>> Filha Mãe Avó e Puta de Gabriela Leite pela Objetiva (2009)
>>> Revenue Management Maximização de Receitas de Robert G. Cross pela Campus (1998)
>>> A Coisa Terrível que Aconteceu com Barnab Brocket de John Boyne pela Companhia das Letrinhas (2013)
>>> Os Criminosos Vieram para o Chá de Stella Carr pela Ftd (2001)
>>> A Outra Face História de Uma Garota Afegã de Deborah Ellis pela Ática (2012)
>>> Toko Ghoul nº2 de Sui Ishida pela Panini
>>> Bíblia de Aparecida para Crianças de Lois Rock pela Santuário (2010)
>>> O Sabor da Qualidade de Subir Chowdhury pela Sextante (2006)
>>> A Aprendiz de Vivianne Aventura pela Landscape (2005)
>>> Auto sugestão Consciente O Que Digo O que Faço de Emile Coué pela Ediouro
>>> Um Dono para Buscapé de Giselda Laporta Nicolelis pela Moderna (1983)
>>> No Beco do Sabão de Odette de Barros Mott pela Atual (1985)
>>> O Diário de M. H. de Thalles Paraíso pela Talento (2016)
>>> O Principe Fantasma de Ganymédes José pela Atual (1987)
>>> Vidas de Grandes Compositores de Henry Thomaz pela Globo (1952)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Gramática: Teoria e Atividade de Maria Aparecida Paschoalin; Neusa Terezinha Spadot pela Ftd (2008)
>>> Esaú e Jacó de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Tarde Demais para Chorar Cedo Demais para Morrer de Edith Pendleton pela Circulo do Livro
BLOG >>> Posts

Quarta-feira, 19/11/2014
Paulo Francis e a Petrobras

+ de 3900 Acessos

Leitores me escrevem lembrando o caso envolvendo Paulo Francis e a Petrobras. Alguns querendo sugerir que sempre houve corrupção na estatal, mesmo durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Portanto, deveríamos "relativizar" o "petrolão". Obviamente, não concordo.

Acompanhei o caso de perto. Era leitor assíduo do Francis. Era espectador fiel do Manhattan Connection. No programa, Paulo Francis sugeriu que diretores da Petrobras tinham contas secretas na Suíça. Joel Rennó, então presidente da estatal, usou a estrutura da empresa para processar o jornalista nos Estados Unidos. Pediu 100 milhões de dólares. Era 1996.

Por iniciativa de José Serra, então senador, Fernando Henrique Cardoso foi acionado. Era o presidente da República. Não adiantou. Rennó não voltou atrás. O processo continuou. Paulo Francis morreu de ataque do coração. Lembro de ler em suas colunas: mesmo que vendesse tudo, não conseguiria pagar a indenização.

Hoje, no petrolão, um único gerente, envolvido no esquema, se dispôs a devolver R$ 250 milhões de reais. Quase 100 milhões de dólares, antes de o câmbio disparar com a reeleição...

Não descarto que houvesse corrupção na Petrobras, na época de FHC. Mas não era a mesma coisa.

A corrupção, se havia em 1996, era pontual. O petrolão, desde 2006, é um *esquema*. Trata-se de corrupção sistêmica. Não é um ou outro ladrão, o esquema tinha regras claras: 3% de todos os contratos iam para políticos e/ou partidos.

Em 1996, o objetivo talvez fosse enriquecimento ilícito. A partir de 2006, o objetivo foi comprar apoio no Congresso Nacional. Dobrar o Legislativo ao Executivo. Pagar campanhas do PT e de seus aliados. Financiar o projeto de poder de um partido.

Por último, em 1996, o comando não era de Fernando Henrique Cardoso. Se fosse, uma sinalização sua teria interrompido o processo contra Paulo Francis. FHC não mandava na Petrobras como Lula e Dilma mandaram e mandam.

Dilma, vale repetir, foi Ministra das Minas e Energia, foi presidente do Conselho de Administração, foi ministra-chefe da Casa Civil e foi Presidente da República. Indicou, e é amiga pessoal, de Graça Foster, a mesma presidente da Petrobras que mentiu na CPMI da estatal. E Paulo Roberto Costa - que Dilma finge não conhecer agora - foi convidado para o casamento de sua filha...

O petrolão remonta a 2006, um ano depois do estouro do escândalo do mensalão. Fim do primeiro governo de Lula. Que FHC - sim, FHC - salvou do impeachment. E que foi reeleito em 2006. O petrolão se arrasta até o primeiro mandato de Dilma. Paulo Roberto Costa, aliás, era o "Paulinho do Lula". E Renato Duque - cuja fortuna no exterior se calcula agora - foi indicado por José Dirceu. Lula e a direção do PT transladaram o mensalão para a Petrobras: virou petrolão.

Paulo Francis tinha horror ao PT e a Lula. Mas acredito que nem em seus piores pesadelos poderia imaginar um esquema de corrupção assim. Joel Rennó talvez fosse corrupto - e merece toda a condenação no "caso Francis" -, mas não passa de um "ladrão de galinha" perto dos investigados pela operação Lava Jato.

A estratégia do PT - quando pego em erro - é apontar o dedo para o PSDB. Como naquela frase de Lenin: "Acuse seus adversários do que você faz, chame-os do que você é".

Paulo Francis deve ser deixado em paz. Já o petrolão deve ser investigado até as últimas consequências.


Postado por Julio Daio Borges
Em 19/11/2014 às 12h59


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista com Paulo F.M. de Carvalho de Julio Daio Borges
02. Riscos Financeiros no Brasil de Julio Daio Borges
03. Mais Textura em BH de Ana Elisa Ribeiro
04. Mr. Sandman de Julio Daio Borges
05. FHC responde a Dilma de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Singular Plural
Moacyr Félix
Record
(1998)



A Celebração na Vida Cristã
Claude Duchesneau
Paulinas
(1977)



O Paraíso é uma Questão Pessoal
Richard Bach
Record



A Fé Como Reinterpretação Crer - Amar - Louvar
Anselm Grun
Loyola
(2008)



Le Trotskysme
J. J. Marie
Champs Flammarion
(1977)



Risco de Taxa de Juros e a Dívida Pública Federal no Brasil Pós
Alexandre de Medeiros Barcinski
Bndes
(1999)



Segredos Spygirl 1
Christine Harris
Fundamento
(2010)



Democracia e Desenvolvimento
Mario Garnero (apresentação)
Fórum das Américas
(1979)



Picasso
Valeriano Bozal
Electa
(1999)



In Orbit (reading For Pleasure)
Frances T Humphreville e Frances S Fitzgerald
Scott, Foresman and Company
(1966)





busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês